The Miniature Killer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox grammar.svg
Esta página ou secção precisa de correção ortográfico-gramatical.
Pode conter incorreções textuais, podendo ainda necessitar de melhoria em termos de vocabulário ou coesão, para atingir um nível de qualidade superior conforme o livro de estilo da Wikipédia. Se tem conhecimentos linguísticos, sinta-se à vontade para ajudar.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Natalie Davis
(Assassino das miniaturas)
Nascimento 1975
Origem Las Vegas, Nevada
Sexo feminino
Espécie humano
Actividade(s) Limpeza doméstica
(antes da prisão)
Família Christopher Davis(pai biológico)
"Mãe Biológica" (falecida)
Chloe Davis (irmã, falecida)
Ernie Dell (pai adotivo, falecido)
Sra. Dell (mãe adotiva, falecida)
Lionel Dell (irmão adotivo)
E dezenas de outros irmãos adotivos
Seriado(s) CSI
Temporada(s) 7,8,9
Primeira aparição Boneca viva
Última aparição Iria, Podia, Devia
Interpretado por Jessica Collins
Projecto Televisão  · Portal Televisão

The Miniature Killer (br: Assassino das miniaturas) é o nome dado à assassina em série Natalie Davis, uma dos oito serial killers que apareceram na série CSI:Crime Scene Investigation, interpretada por Jessica Collins. Os CSI's a chamavam, ainda quando não sabiam quem ela era, de "Assassino das miniaturas" (no masculino) pois todos pensavam que estavam em busca de um homem [1] .

O assassino das miniaturas foi introduzido na estreia da 7ª temporada, na qual foi a estrela principal da mesma. Natalie Davis retorna na 9ª temporada para seu julgamento.

Modo de matar[editar | editar código-fonte]

Natalie Davis recebeu o nome de "Assassino das miniaturas" porque fazia maquetes de meia polegada perfeitas e idênticas ao crime cometido. Cada detalhe de suas miniaturas eram precisas, até o sangue na maquete era real e da vítima em vez de apenas tinta.

Assinatura[editar | editar código-fonte]

Um outro detalhe é de que em todas as suas miniaturas existia um retrato de uma boneca ensanguentada e uma relação com alvejante. Eis as explicações:

Boneca ensanguentada[editar | editar código-fonte]

A boneca representava sua irmã Chloe Davis que Natalie matou quando tinha apenas 6 anos. Natalie é a filha mais velha de Christopher Davis que teve duas filhas: Ela e Chloe. Ainda quando criança, Natalie sentia ciúmes de sua irmã, e enquanto brincavam em uma casa na árvore, Christopher (o pai) ascenou para Chloe e disse que a amava, porém não disse isso a Natalie. A filha isolada vendo aquilo, empurrou Chloe que morreu ali mesmo no chão. Aquela imagem de sua irmã morta, cheia de sangue, ficou na cabeça de Natalie, por isso sempre retrata ela em seus modelos de miniaturas. O pai não aguentou ficar com Natalie e a deixou para a adoção. Talvez esse seja o motivo de ela ter virado uma assassina em série.

Alvejante[editar | editar código-fonte]

O alvejante representa o produto de limpeza usado pelo pai, Christopher Davis, para limpar o sangue de Chloe Davis (a irmã que Natalie matou) do chão.

Sobre Natalie[editar | editar código-fonte]

Natalie é a filha mais velha de Christopher Davis. Após ela ter matado sua irmã mais nova (Chloe) Christopher a deixou para adoção. Depois de ter passado por tantas famílias e casas, finalmente ficou permanentemente na casa de Ernie Dell. Os dois criaram uma relação muito forte. Ernie Dell fazia miniaturas de pessoas, trens, etc., foi daí que Natalie aprendeu a fazer o que faz de tão bom. Quando Natalie estava sendo procurada pelo CSI, Dell confessou (em um vídeo) que era o Assassino das miniaturas e logo depois se matou,apenas para proteger sua filha adotiva. Natalie ficou furiosa e culpou Gil Grissom pela morte de Ernie Dell. Por isso, procurou saber quem era a pessoa mais próxima de Grissom e encontrou Sara Sidle. Natalie decidiu se vingar sequestrando Sara.

Vítimas[editar | editar código-fonte]

Chloe Davis[editar | editar código-fonte]

Irmã de Natalie. Foi morta após ser empurrada de uma casa na árvore.

  • Episódio: -
  • Boneca ensanguentada: Não há miniatura desse crime
  • Alvejante: Não há miniatura desse crime
  • Conexões: Não há miniatura desse crime

Izzy Delancy[editar | editar código-fonte]

Grissom e sua equipe encontraram estrela do Rock morto em sua cozinha. Eles determinaram que a causa da morte foi um único golpe em sua cabeça com um rolo. A primeira miniatura foi encontrada ali por perto. Foi uma maquete perfeita da cozinha de Delancy, e até mesmo objetos incluídos no lixo e colocação de sangue de Izzy na miniatura.

  • Episódio: "Feito para matar - partes 1 e 2" [2]
  • Boneca ensanguentada:Foi encontrada atrás de um "mini -retrato" de Delancy.
  • Alvejante: Estava dentro do lixo.
  • Conexões: Izzy Delancy fez um vídeo contra a crueldade com os animais de uma fábrica de frango, onde Ernie Dell, assim como Raymundo Suarez, trabalharam. Natalie já trabalhou como faxineira para Izzy Delancy.

Penny Garden[editar | editar código-fonte]

Uma mulher idosa chamada Penny Garden foi encontrada morta, deitada através de sua janela da sala. Foi revelado que ela estava morrendo de câncer, e estava fortemente medicada.

A miniatura desse crime, ao contrário da anterior, foi entregue depois que os CSI's saíram da cena do crime. A explicação é de que Grissom encontrou restos de cola na miniatura do travesseiro da vítima. Grissom então deduziu que o assassino planejou matá-la ali, porém ela morreu na janela e então o assassino levou a maquete para consertá-la.

  • Episódio: "Post Mortem" [3]
  • Boneca ensanguentada:No travesseiro da vítima.
  • Alvejante: Em um cupom de jornal recortado no chão.
  • Conexões: Penny Garden era um membro do mesmo clube de miniaturas de Ernie Dell, e também era ligado a Lionel Dell através de seu vizinho, que vendeu droga a Lionel para obter dinheiro para Penny.

Raymundo Suarez[editar | editar código-fonte]

Grissom e sua equipe foram trazidos para a cena do assassinato de um zelador, encontrado deitado em uma bacia de água rasa, usada para atodoar frangos antes de matá-los, em uma fábrica de processamento de frango. Grissom, após esse assassinato, encontrou um principal suspeito: Ernie Dell.

A miniatura do crime foi encontrada às proximidades de onde Raymundo foi morto.

  • Episódio: "Locomotivas" [4]
  • Boneca ensanguentada: Colada na janela da porta da fábrica .
  • Alvejante: Barril de alvejante perto da vítima.
  • Conexões: Raymundo trabalhou na "Mannleigh Chickens", fábrica onde trabalhou Ernie Dell.

Oficial Kamen e Barbara Tallman[editar | editar código-fonte]

Com Grissom voltando de um período ausente de quatro semanas, ele ficou chocado ao encontrar outra miniatura entregue em sua sala enquanto ele estava fora. Ao examiná-la, ele observou a data no jornal e percebeu que ainda não havia chegado. Eles estavam diante de um crime ainda não ocorrido, mas sim ,prestes a acontecer. Com base nas pistas, eles descobriram que era um apartamento e encontraram também maquiagem no olho da vítima e no travesseiro, então deduziram que ela irá ser sufocada.

Após uma grande caçada de edifícios com características semelhantes às apresentadas no modelo, eles encontraram um prédio de apartamentos que combinaram. Eles chegaram a tempo e Barbara Tallman ainda estava viva.

Os CSI's, então,bolaram um plano para pegar o serial killer. Eles colocaram uma policial (Oficial Kamen) deitada no sofá e com travesseiro no rosto. Devido à semelhança, o assassino poderia pensar que a policial era Barbara Tallman e então seria preso. Depois de muita espera, os CSI's decidem cancelar o plano, ciente de que o assassino não iria aparecer. Foi quando eles perceberam que Kamen já havia morrido.Todos horrorizados pensaram que a vítima seria mesmo a oficial. Porém, eles liberaram a casa para Tallman. Depois de um tempo, para a surpresa de todos, Tallman também foi encontrada morta na mesma posição da miniatura. Depois de investigar, chegaram a causa da morte das duas que era intoxicação por monóxido de carbono. Eles encontraram uma armadilha para derramar monóxido de carbono dentro da chaminé.

  • Episódio: "O Monstro da Caixa" [5]
  • Boneca ensanguentada: Foram encontrados todos os retratos de boneca ensanguentada dos outros 3 casos anteriores nesta miniatura. Há também outra coisa, Grissom percebeu que havia tinta no retrato da boneca ensanguentada do caso de Izzy Delancy. Ele então a colocou sobre a luz ultravioleta e encontrou a palavra YOU (Você) .Encontrou também a palavra WERE (Estava) na boneca do caso de Penny Garden, e no caso de Raymundo Suarez encontrou a palavra WRONG (Errado). Juntando tudo descobriu -se a frase "YOU WERE WRONG" (Você estava errado).
  • Alvejante: Foi encontrado alvejante nas flores do apartamento de Barbara Tallman, mas não foi confirmado ter alguma conexão com o assassino.
  • Conexões: Tallman fez trabalho voluntário na casa de recuperação onde Lionel Dell reside.

Sara Sidle (sobreviveu)[editar | editar código-fonte]

No último episódio da sétima temporada, é, finalmente, revelado que o assassino das miniaturas é uma mulher e se chama Natalie Davis. Depois disso, os investigadores saíram em busca da assassina, mas, antes de ser presa, ela sequestrou Sara Sidle.

O motivo: Depois da morte de Ernie Dell, que se matou para protegê-la, Natalie julgou Grissom por ser o responsável de sua morte. Em busca de sua fraqueza, Natalie passou a observar Grissom e encontrou a sua maior fraqueza: Sara Sidle. Por vingança, Davis raptou Sara, a colocou embaixo de um carro capotado e a deixou lá para morrer. Enquanto isso, no laboratório, Grissom encontrou uma miniatura de um carro vermelho e embaixo dele um boneco de Sara ainda se mexendo. Crente que Sara ainda estava viva, os CSI's partiram em uma desesperada busca por Sara. Felizmente, Sidle conseguiu sair de debaixo do carro e logo os investigadores encontraram ela. Natalie Davis foi presa e só voltou a aparecer na 9ª temporada.

  • Episódio: Sequestro, episódio "Boneca viva". Encontro, episódio "Boneca morta"
  • Boneca ensanguentada: Nenhuma
  • Alvejante: No começo do episódio "Boneca viva", Natalie fica atordoada após um faxineiro derramar alvejante no chão de um mercado.
  • Conexões: Natalie prestou serviços de limpeza nos escritórios do CSI por um mês antes de cometer seu crime.

Suspeitos anteriores[editar | editar código-fonte]

  • Sven Delancy: Filho de Izzy Delancy, foi o primeiro suspeito.
  • Ernie Dell: Foi o segundo e o principal suspeito. Antes de provar o contrário,os investigadores pensaram que haviam terminado com o caso das miniaturas, depois de Ernie confessar em um vídeo os crimes cometidos.
  • Lionel Dell / Mitchell Douglas: Os CSI's conseguiram encontrar o único filho biológico de Ernie Dell que mudou seu nome de Lionel Dell para Mitchell Douglas. Foi um suspeito porque era habilidoso com as mãos e tinha Hobbies estranhos.

Destino de Natalie Davis[editar | editar código-fonte]

No final do episódio da nona temporada "Iria, Podia, Devia", após o julgamento de Natalie Davis, Grissom notou que no quarto de Natalie havia um sabonete cortado e um piso solto. Grissom levantou o piso e se surpreendeu com o que viu: Um boneco feminino com roupa de presidiário e com uma corda amarrada ao pescoço. O episódio termina assim, dando a entender que Natalie se matou.

Episódios de CSI com o Assassino das miniaturas[editar | editar código-fonte]

  • 07x01 "Feito para matar (1)"
  • 07x02 "Feito para matar (2)"
  • 07x07 "Post mortem"
  • 07x10 "Locomotivas"
  • 07x11 "Deixando Las Vegas"
  • 07x16 "O Monstro da Caixa"
  • 07x20 "Cobaias"
  • 07x24 "Boneca Viva (1)" - Neste episódio ela aparece mesmo pela primeira vez.
  • 08x01 "Boneca Morta (2)"
  • 09x07 "Iria, Podia, Devia" - Neste episódio ela aparece novamente para seu julgamento.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]