The Naval Treaty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Naval Treaty
O Tratado Naval (BR)
Sherlock rose Naval Treaty.JPG
Sherlock Holmes por Sidney Paget
Autor (es) Arthur Conan Doyle
Idioma inglês
País Reino Unido
Género romance policial
Série The Memoirs of Sherlock Holmes
Linha de tempo da história Século XIX
Espaço onde decorre a história Londres
Editora Strand Magazine
Lançamento Outubro/Novembro de 1893
Edição portuguesa
Edição brasileira
Tradução Antonio Carlos Vilela
Editora Melhoramentos
Lançamento 1998
ISBN 8506030943
Cronologia
Último
Último
The Greek Interpreter
The Final Problem
Próximo
Próximo

The Naval Treaty(O Tratado Naval) é um conto de Sir Arthur Conan Doyle protagonizada por Sherlock Holmes e Dr. Watson, que foi publicada pela primeira vez na Strand Magazine, em Outubro e Novembro de 1893, sendo dividido em duas partes, e com 15 ilustrações de Sidney Paget.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Percy Phelps, um antigo colega de estudo de Dr. Watson, envia uma carta ao amigo, pedindo o auxílio deste e de Sherlock Holmes. Phelps trabalha no Ministério do Exterior, e foi encarregado de fazer cópias de importantes documentos diplomáticos, que deveria guardar com a própria vida, os documentos não poderiam chegar às mãos de russos nem de franceses em hipótese alguma. Phelps, que precisou virar a noite no trabalho, resolve tomar um café durante a noite, e foi nesse pequeno espaço de tempo que os importantes documentos sumiram, não bastando isso, Phelps ainda sofre uma tentativa de assassinato. [1]

Referências

  1. a b Mundo Sherlock O Tratado Naval, completo e ilustrado. Página visitada em 8 de Março de 2011
Ícone de esboço Este artigo sobre Sherlock Holmes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.