The Offspring

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Offspring
Informação geral
Origem Huntington Beach, Califórnia[1]
País  Estados Unidos
Gênero(s) Punk rock[2] [3] [4]
Pop punk[3] [5] [6]
Rock alternativo[6]
Skate punk[7] [8]
Hardcore punk (primeiros anos)[6] [9]
Período em atividade 1984[1] – atualmente
Gravadora(s) Black Label Records (1986)
Nemesis Records (1988–1991)
Epitaph Records (1991–1997)
Nitro Records (1995)
Columbia Records (1996–2012)
Afiliação(ões) Steady Ground
Rocket from the Crypt
The Special Goodness
Angels & Airwaves
Face to Face
Saves the Day
Página oficial offspring.com
Integrantes Dexter Holland
Noodles
Greg K.
Pete Parada
Ex-integrantes Ron Welty
Atom Willard
James Lilja
Jim Benton
Doug Thompson

The Offspring (também conhecida como Offspring) é uma banda de punk rock dos Estados Unidos formada em 1984 na cidade de Huntington Beach, Califórnia.[1] Seus membros atuais são: Dexter Holland (vocal e guitarra rítmica), Greg Kriesel (baixo e vocal de apoio), Kevin "Noodles" Wasserman (guitarra líder e vocal de apoio) e Pete Parada (bateria). A banda chamava-se Manic Subsidal, mas em 1985 o grupo decidiu trocar o nome para The Offspring.[10] Vale ressaltar que o Offspring detém duas marcas históricas: O álbum de estúdio Smash é o mais vendido de todos os tempos por uma gravadora independente[11] e "Pretty Fly (for a White Guy)", a canção mais baixada da história da Internet.[11] Sobre as influências, o grupo citou as bandas: The Adolescents, Bad Religion, Channel 3, Dead Kennedys, Descendents, The Dickies, Ramones, Sex Pistols, Social Distortion, TSOL e The Vandals.[12]

História[editar | editar código-fonte]

Início da carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1984, os adolescentes Dexter Holland e Greg Kriesel, que eram colegas de ginásio em Huntington Beach resolveram formar uma banda após saírem de um concerto da banda de projeção local, Social Distortion.[11]

O grupo em concerto em 2001.

Mais tarde, Kevin "Noodles" Wasserman foi chamado para banda pelo seu infame talento de conseguir bebidas alcoólicas para os integrantes da banda, na época menores de idade.[13]

Tocando sob o nome de Manic Subsidal, em 1985 a banda decide trocar de nome para The Offspring.[10] Seu primeiro single foi lançado no formato de vinil pela gravadora independente Black Label Records e teve tiragem de mil cópias, contendo as canções "I'll Be Waiting" e "Blackball".[11] Mais tarde, o baterista original resolveu sair da banda para dedicar-se mais aos estudos, sendo trocado por Ron Welty, com 16 anos na época.[11] [14]

Seu álbum de estreia, The Offspring,[15] foi lançado pela gravadora independente Nemesis Records em 1989 e produzido por Thom Wilson, vendendo três mil cópias dessa estreia em vinil.[11] Dois anos depois, uma de suas canções é inserida numa coletânea da Epitaph Records (selo pertencente ao guitarrista do Bad Religion, Brett Gurewitz), lançando logo no ano seguinte seu primeiro álbum de estúdio pela nova gravadora, Ignition.[16]

Entrada numa gravadora maior[editar | editar código-fonte]

Em 1994, após realizar uma turnê pelos Estados Unidos junto de bandas como Pennywise e NOFX, o grupo lançou seu segundo álbum de estúdio pela Epitaph, Smash.[17] Houve sucessos instantâneos, como "Come Out and Play (Keep 'Em Separated)", "Self Esteem" e "Gotta Get Away", fazendo com que esse fosse o álbum mais vendido de todos os tempos por uma gravadora independente.[11] "Come Out and Play" tornou-se um sucesso na MTV e deu o início a uma disputa entre as grandes gravadoras da época por um contrato com a banda, especialmente pelo fato de que Smash já havia alcançado o quarto lugar na parada musical dos 200 álbuns mais vendidos da Billboard. Mas somente anos depois, em 1997, que a banda fechou seu contrato com a Columbia Records (Sony Music) e lançou o álbum Ixnay on the Hombre,[18] porém devido a desavenças entra a banda e o co-fundador da gravadora, Brett Gurewitz, a banda lançou esse álbum na Europa ainda pela gravadora Epitaph Records. Vendeu mais de cinco milhões de cópias no mundo todo, chegou a nona posição na lista dos mais vendidos da Billboard. Os singles "All I Want", "Gone Away" e "I Choose" emplacam nas paradas de rock. Segundo boatos, Dexter Holland escreveu a canção "Gone Away" após sua namorada morrer em um acidente de automóvel.[19]

Americana e trajetória posterior[editar | editar código-fonte]

Dexter Holland e Atom Willard em concerto com a banda em Milão em setembro de 2005.

Já com vários sucessos na bagagem, o Offspring lançaria um ano mais tarde (em 1998), o álbum Americana,[20] e para isso lançaram a canção "Pretty Fly (for a White Guy)" para download em MP3, que rapidamente chegou ao topo da lista das canções mais pirateadas da revista Rolling Stone, estabelecendo recorde de 22 milhões de downloads em apenas 10 semanas.[11] Em novembro o álbum foi lançado, alcançando dez milhões de cópias vendidas em pouco tempo graças à mesma canção e seu videoclipe na MTV.

Mais tarde, seriam processados pelos responsáveis pelo compartilhador de arquivo Napster por colocar à venda em sua página na Internet camisetas com o logotipo do programa. Os integrantes da banda alegaram que estavam apenas "compartilhando" o logotipo com os seus fãs, utilizando-se ironicamente do mesmo argumento usado pelo Napster ao defender-se de processos de gravadoras por pirataria. Ainda causaram mais polêmica ao oferecer o disco Conspiracy of One,[21] sexto álbum de estúdio, gratuitamente na Internet uma semana antes do lançamento oficial.

No sétimo álbum de estúdio do grupo, Splinter,[22] lançado em 2003, o baterista em todas as faixas foi Josh Freese,[23] porém ele nunca foi um membro oficial da banda. No mesmo ano, Ron Welty, baterista do grupo desde 1987 deixou o The Offspring para dedicar-se em seu novo projeto, a banda Steady Ground.[24] [25] Ainda em outubro do mesmo ano foi feito um teste com nove bateristas e acabaram escolhendo Atom Willard para substituir Ron Welty.[26] Participaram também das gravações com amigos antigos de Greg e Holland em seu tempo de escola: Jim Lindberg e Jack Grisham, que largou sua campanha ao governo da Califórnia para gravar vocal de apoio.

Dexter Holland, Pete Parada e Andrew Freeman em concerto com a banda em Charlotte.

A banda havia declarado que o álbum se chamaria Chinese Democracy, numa clara provocação à Axl Rose, do Guns N' Roses, que declarou que esse seria o nome do próximo álbum ("eternamente adiado") da banda. Além do nome escolhido por Axl Rose, o grupo acrescentaria o subtítulo You Snooze You Loose. Contudo, a banda mudou de ideia e resolveu dar o nome de Splinter ao álbum de estúdio.[27] [28] Em 2005, o grupo lançou a coletânea Greatest Hits, seus grandes sucessos e a inédita "Can't Repeat". Pouco tempo depois, foi lançada outra coletânea, Complete Music Video Collection, que contém os videoclipes das canções mais famosas da banda.

Em 2007, Atom saiu da banda para dedicar-se a sua outra banda integralmente (Angels & Airwaves), entrando em seu lugar Pete Parada. No novo álbum de estúdio, Rise and Fall, Rage and Grace,[29] o baterista em todas as faixas também foi Josh Freese. Em agosto de 2007 a banda se apresentou no Summer Sonic Festival, onde tocaram o primeiro single do álbum, "Hammerhead" (lançado em 2008). Em outubro do mesmo ano foram realizados concertos em fevereiro e março de 2008 na Austrália, no Soundwave Festival e em junho no Rock in Rio, em Portugal. O álbum Rise and Fall, Rage and Grace foi lançado em junho de 2008.[30] Foram necessários aproximadamente cinco anos para que o álbum fosse lançado, contanto desde o lançamento de Splinter,[31] o mesmo tempo que levou para o grupo lançar seu primeiro álbum de estúdio, contanto desde quando se formou.

Em agosto de 2010, o The Offspring lançou uma coletânea com exclusividade para o Japão,[32] intitulada Happy Hour!.[33] Esse foi o primeiro álbum do grupo a não ser lançado nos Estados Unidos. Dois anos mais tarde, no dia 26 de junho de 2012,[34] [35] foi lançado o nono álbum de estúdio da banda, que recebeu o nome de Days Go By.[36]

Formações da banda ao longo do tempo[editar | editar código-fonte]

Guitarrista Noodles em performance ao vivo em Fortaleza, Ceará em 15 de novembro de 2008.
Manic Subsidal
(1984)
Manic Subsidal
(1984)
  • Dexter Holland - guitarra líder e vocal líder
  • Greg Kriesel. - baixo e vocal de apoio
  • Jim Benton - bateria
Manic Subsidal
(1984 - 1985)
  • Dexter Holland - guitarra líder e vocal líder
  • Greg Kriesel. - baixo e vocal de apoio
  • James Lilja - bateria e vocal de apoio
The Offspring
(1985 - 1987)
The Offspring
(1987 - 2003)
  • Dexter Holland - guitarra rítmica e vocal líder
  • Greg Kriesel. - baixo e vocal de apoio
  • Kevin "Noodles" Wasserman - guitarra líder e vocal de apoio
  • Ron Welty - bateria
The Offspring
(2003 - 2007)
  • Dexter Holland - guitarra rítmica e vocal líder
  • Greg Kriesel. - baixo e vocal de apoio
  • Kevin "Noodles" Wasserman - guitarra líder e vocal de apoio
  • Atom Willard - bateria
The Offspring
(2007 - atualmente)
  • Dexter Holland - guitarra rítmica e vocal líder
  • Greg Kriesel. - baixo e vocal de apoio
  • Kevin "Noodles" Wasserman - guitarra líder e vocal de apoio
  • Pete Parada - bateria

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[6] [37] [editar | editar código-fonte]

Dexter Holland, Greg K., Pete Parada e Andrew Freeman em concerto com Noodles em Charlotte, Carolina do Norte, em setembro de 2008.
Ano Título
1989 The Offspring
1992 Ignition
1994 Smash
1997 Ixnay on the Hombre
1998 Americana
2000 Conspiracy of One
2003 Splinter
2008 Rise and Fall, Rage and Grace
2012 Days Go By

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c The Offspring no Punknews.org.
  2. A banda no Yahoo Music.
  3. a b O grupo no Rate Your Music.
  4. Os Subgêneros do Punk Rock por Ryan Cooper, do About.com.
  5. Rotação The Offspring por Chris Smith, do Houston Press.
  6. a b c d Biografia do The Offspring no Allmusic.com.
  7. Skate Punk no Rhapsody.
  8. Skate Punk no YottaMusic.com.
  9. Barbara Volpi. op. cit. p. 13
  10. a b Biografia da banda no Lycos.com.
  11. a b c d e f g h História do grupo em sua página oficial.
  12. The Offspring - Americana no Concertlivewire.com.
  13. Biografia do The Offspring em seu sítio oficial.
  14. Entrevista no Tama.com.
  15. discogs.com: Offspring, The ‎– The Offspring
  16. discogs.com: Offspring, The ‎– Ignition
  17. discogs.com: Offspring* ‎– Smash
  18. discogs.com: Offspring, The ‎– Ixnay On The Hombre
  19. theoffspringsession.com: Dexter Holland
  20. discogs.com: Offspring, The ‎– Americana
  21. discogs.com: Offspring, The ‎– Conspiracy Of One
  22. discogs.com: Offspring, The ‎– Splinter
  23. Biografia de Josh Freese no theoffspring.com.br.
  24. offspring.com: Ron Welty No Longer A Member Of The Offspring (18 de março de 2003)
  25. punknews.org: Ron Welty leaves the Offspring (19 de março de 2003)
  26. punknews.org: Atom Willard Drumming for The Offspring (1 de outubro de 2003)
  27. The Offspring tira sarro de Axl Rose no Mtv.uol.com.br.
  28. Offspring desiste de ‘roubar’ nome de disco do Guns no Mtv.uol.com.br.
  29. discogs.com: Offspring, The ‎– Rise And Fall, Rage And Grace
  30. Informações do álbum na página oficial da banda.
  31. Depois de cinco anos, Offspring volta adolescente e divertido como sempre. no g1.globo.com.
  32. whiplash.net: Offspring: banda lança coletânea de raridades no Japão (25 de agosto de 2010)
  33. discogs.com: Offspring, The ‎– Happy Hour!
  34. billboard.com: The Offspring Release New Single, Announce 'Days Go By' Album (30 de abril de 2012)
  35. altpress.com: The Offspring stream new single “Days Go By” (27 de abril de 2012)
  36. discogs.com: Offspring, The ‎– Days Go By
  37. discogs.com: Offspring, The

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (em inglês) The Offspring (collaboratore). The Offspring. Milwakee, Hal Leonard, 2000. ISBN 0-634-01498-6.
  • (em inglês) Lorenzo F Candelaria; Daniel Kingman. American music : a panorama. 2007, Belmont, CA, Thomson/Schirmer. ISBN 978-0-495-12839-7.
  • (em inglês) Judson Knight e Allison McNeill. Parents aren't supposed to like it : rock & other pop musicians of today. 2002, Detroit, Gale Group/Thomson Learning. ISBN 978-0-7876-5387-3.
  • (em inglês) Jeff Kitts, Brad Tolinski, Harold Steinblatt. Guitar world presents alternative rock : they launched a revolution - and won! : how artists like Nirvana, Smashing Pumpkins, the Offspring, Nine Inch Nails and others rose from the alternative underground to conquer the rock world. 1999, Milwaukee, Hal Leonard. ISBN 978-0-7935-9007-0.
  • (em inglês) Stacy A McConnell. Contemporary musicians : profiles of the people in music. Volume 19. 1997, Detroit, Gale Research. OCLC 37841485.
  • (em espanhol) Jesús Llorente. The Offspring. 1997, Valencia, Editorial La Máscara. ISBN 978-84-7974-196-9.
  • (em italiano) Barbara Volpi. Offspring. Storie punk da Orange County. Arcana, 1999. ISBN 978-88-7966-206-2.
  • (em italiano) Federico Guglielmi. Punk e hardcore. Firenze, Giunti, 1999. ISBN 978-88-09-21788-1. pp. 114–116.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre The Offspring