The Olympics

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Olympics
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) R&B
Soul
Doo-wop
Período em atividade 1957 – ?
Gravadora(s) Melatone Records, Demon Records
Integrantes
Walter Ward
Eddie Lewis
Charles Fizer
Walter Hammond
Melvin King

The Olympics foram um grupo norte-americano de doo-wop, formado em 1957 pelo cantor Walter Ward (28 de agosto de 1940 - 11 de dezembro de 2006). O grupo incluiu Eddie Lewis (tenor, primo de Ward), Charles Fizer (tenor), Walter Hammond (barítono) e Melvin King (baixo) e com exceção de Lewis eram amigos de escola em Los Angeles, Califórnia.

História[editar | editar código-fonte]

Sua primeira gravação foi creditada a Walter Ward and the Challengers ("I Can Tell" pela Melatone Records).

Após a mudança de nome, eles gravaram "Western Movies" (Demon Records) no verão de 1958. Co-escrito por Fred Smith e Goldsmith Cliff, "Western Movies" alcançou a oitava posição no Billboard Hot 100. A música reflete a preocupação da nação com os filmes e programas de televisão com temática do faroeste. Ele contou a história de um homem que perdeu sua namorada para seriados de faroeste, e incluiu harmonias doo-wop bem como efeitos sonoros de fundo de tiros e ricochete.

Em 1960, o grupo gravou "(Baby) Hully Gully", que iniciou a onda da dança hully gully. "Big Boy Pete", que o grupo também lançou em 1960, serviu como inspiração para "Jolly Green Giant" dos The Kingsmen. Ao longo dos próximos dez anos o The Olympics gravou canções R&B, muitas vezes sobre danças populares na época.

O The Rascals posteriormente gravou um cover da sua canção "Good Lovin'", e alcançou a primeira posição no Hot 100 dos Estados Unidos.

Charles Fizer foi baleado e morto durante os distúrbios de Watts, em 1965.[1] Pouco tempo depois, Melvin King deixou o grupo depois que sua irmã morrer em um disparo acidental. O grupo renovado continuou a gravar no início dos anos 1970, mas foram incapazes de alcançar sucesso nas paradas populares depois de meados dos anos 1960. O grupo continuou a se apresentar no circuito oldies nos Estados Unidos e em outros países.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "Western Movies" (1958) #8; UK #12[2]
  • "(I Wanna) Dance with the Teacher" (1958) #71
  • "Private Eye" (1959) #95
  • "(Baby) Hully Gully" (1960) #72
  • "Big Boy Pete" (1960) #50
  • "Shimmy Like Kate" (1960) #42; UK #40[2]
  • "Dance by the Light of the Moon" (1960) #47
  • "Dooley" (1961) #94
  • "Little Pedro" (1961) #76
  • "The Bounce" (1963) #40
  • "Good Lovin'" (1965) #81

Referências

  1. Obituário de Walter Ward no Los Angeles Times. Los Angeles Times.
  2. a b Roberts, David. British Hit Singles & Albums. 19th ed. London: Guinness World Records Limited, 2006. p. 164. ISBN 1-904994-10-5

Ligações externas[editar | editar código-fonte]