The People Who Grinned Themselves to Death

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The People Who Grinned Themselves to Death
Álbum de estúdio de The Housemartins
Lançamento 1987
Gravação Yellow 2, Stockport, Greater Manchester
Gênero(s) Indie rock
Duração 38:06
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Go! Discs
Produção John Williams
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de The Housemartins
Último
Último
The Housemartins Christmas
(1986)
Now That's What I Call Quite Good
(1988)
Próximo
Próximo


The People Who Grinned Themselves to Death foi o segundo e último álbum de estúdio por The Housemartins. Foi lançado em 1987. As músicas "Five Get Over Excited" "Me and the Farmer" e "Build" foram lançadas como singles. O título da canção é sobre a Família Real Britânica, que os considerou ganhando polêmica nos jornais e tablóides semelhante ao de outras bandas como o Sex Pistols, The Smiths e os Stone Roses.

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas foram escritas por Heaton/Cullimore.

  1. "The People Who Grinned Themselves to Death" – 3:33
  2. "I Can't Put My Finger on It" – 2:28
  3. "The Light Is Always Green" – 3:59
  4. "The World's on Fire" – 3:20
  5. "Pirate Aggro" – 1:52
  6. "We're Not Going Back" – 2:53
  7. "Me and the Farmer" – 2:54
  8. "Five Get Over Excited" – 2:44
  9. "Johannesburg" – 3:55
  10. "Bow Down" – 3:04
  11. "You Better Be Doubtful" – 2:32
  12. "Build" – 4:45

Créditos[editar | editar código-fonte]

The Housemartins[editar | editar código-fonte]

Músicos adicionais[editar | editar código-fonte]

Pessoal técnico[editar | editar código-fonte]

Referências