The Pink Panther Show

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Pink Panther Show
The Pink Panther Show
A Pantera Cor-de-Rosa (BR)
A Pantera
Informação geral
Formato Série de desenho animado
Duração 6 minutos
Criador(es) David H. DePatie
Friz Freleng
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Produtor(es) David H. DePatie
Friz Freleng
Jim Foss
Bill Orcutt
Harry Love
Narrador(es) Marvin Miller
Elenco Rich Little
Daws Butler
John Byner
Don Diamond
Pat Harrington, Jr.
Tom Holland
Bob Holt
Arte Johnson
Larry D. Mann
Bob Ogle
Arnold Stang
Lennie Weinrib
Frank Welker
Paul Winchell
Tema de abertura The Pink Panther Theme
de Henry Mancini, Doug Goodwin e Walter Greene
Tema de
encerramento
The Pink Panther Theme
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos ABC, NBC
Transmissão original 6 de setembro de 19691º de setembro de 1980
Cronologia
Último
Último
Pink Panther and Sons
Próximo
Próximo
Programas relacionados The Pink Panther
Pink Panther and Pals

A Pantera Cor-de-Rosa (The Pink Panther Show, no original em inglês) foi um desenho de animação criado pelos estúdios DePatie-Freleng Enterprises. Estreou nos EUA em 18 de dezembro de 1964.[1]

A Pantera Cor-de-Rosa foi um personagem criado para fazer apenas uma introdução ao filme Pantera Cor-de-Rosa, de Blake Edwards, com Peter Sellers. O filme é sobre o roubo de um diamante cuja característica ímpar é possuir uma imagem de uma pantera, cor-de-rosa, no seu interior. O sucesso foi tão grande com crítica e público que, de personagem coadjuvante, passou a principal. Começou a ter uma série animada própria no ano de 1964 e teve mais de 100 episódios no total, tornando-se um dos personagens mais queridos da televisão e quadrinhos.

A Pantera não se comunica verbalmente, apenas através de mímica. Sempre seguida pela famosa trilha de Henry Mancini.

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Exibição no Brasil[editar | editar código-fonte]

O desenho estreou no brasil sendo exibido pela extinta TV Tupi, no Rio de Janeiro, São Paulo e no resto das afiliadas de Rede Tupi de Televisão. Período 1973 a 1978. De 1979 á 1981 foi exibida na Tv Record. A Partir de 1982 a série foi exibida pela extinta TVS, atual SBT e era exibida na faixa nobre da emissora ás 21h15. Em 1985 o desenho foi exibido no programa do palhaço Bozo. A partir de 1988, A Pantera Cor de Rosa foi exibida dentro do programa Show Maravilha da apresentadora Mara Maravilha até o ano de 1990. No inicio da década de 1990 passou para a Globo onde começou a ser exibida no Xou da Xuxa. Depois disso após alguns anos fora do ar, foi transmitida em 1999 pelo programa Angel Mix da apresentadora Angélica, onde foi exibida até meados dos anos 2000, o desenho retornou ao SBT por volta de 2002 quando começou a passar no Bom Dia e Cia, agora com apresentação de Jackeline Petkovic e posteriormente por Jéssica e Kauê que exibiam também "Os Filhos da Pantera Cor de Rosa", em 2005 passou a ser exibida no programa Sabado Animado. Em 2008 a Record então comprou em definitivo o desenho e o exibiu até 2009, dentro da serie de desenhos animados Record Kids, quando deixou a grade da Record substituído pela série Todo Mundo Odeia o Chris.

Atualmente a série só pode ser vista pelo canal TCM e Tooncast já que a Record não a exibe mais em sua grade de programação. O desenho já passou pelos canais fechados Cartoon Network de 2002 a 2004, Boomerang de 2004 a 2006 e no Tooncast a partir de 2010. A versão da Pantera Cor-de-Rosa falando, criada nos anos 1990, foi transmitida pela Rede Globo em meados dos anos 2000.

Dubladores[editar | editar código-fonte]

No Brasil Brasil [2] [editar | editar código-fonte]

  • Narrador: Castro Gonzaga

Prêmios e indicações [3] [editar | editar código-fonte]

Oscar[editar | editar código-fonte]

A Pantera fez seus dois produtores David H. DePatie e Friz Freleng ganharem um Oscar da Academia em 1965, com o episódio "The Pink Phink", além de receberem outra indicação, em 1967 por "The Pink Blueprint"

Emmy[editar | editar código-fonte]

  • 1980: indicação pelo episódio "Pink Panther in the Olym-pinks"

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Big Cartoon Database. Visitado em 12/03/2010.
  2. Retrô TV. Visitado em 12/03/2010.
  3. IMDB. Visitado em 12/03/2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre animação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.