The Plant List

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Plant List
Idiomas Língua inglesa
Lançamento dezembro de 2010 (3 anos)
Página oficial www.theplantlist.org

The Plant List (TPL) é um website que reúne nomes de espécies de plantas. Foi criado pelo Royal Botanic Gardens, Kew e o Missouri Botanical Garden.[1]

Há um projeto complementar denominado International Plant Names Index (IPNI), do qual o Kew também está envolvido. O IPNI visa fornecer detalhes da publicação e não pretende determinar quais são os nomes aceitos de espécies. Os nomes publicados recentemente são adicionados automaticamente a partir do IPNI para o World Checklist of Selected Plant Families, um banco de dados que está na base do Plant List.

Descobertas[editar | editar código-fonte]

O Plant List tem 1,064,035 nomes científicos de plantas em espécies dos quais 350,699 são nomes de espécies aceitos, pertencentes a 642 famílias de plantas e 17.020 gêneros.[2] [3]

O Plant List aceita aproximadamente 350.699 noms de espécies únicas, com 470,624 sinônimos para essas espécies, o que sugere que muitas espécies têm sido referidos em mais de um nome.[2]

Atenção pública[editar | editar código-fonte]

Quando o The Plant List foi lançado em 2010 (no Ano Internacional da Biodiversidade), atraiu a atenção da mídia por sua abordagem abrangente.[4] a Fox News destacou o grande número de sinônimos encontrados, sugerindo que isso refletia uma "surpreendente falta" da biodiversidade da Terra."[5] The Plant List também chamou a atenção por construir sobre o trabalho do naturalista inglêsCharles Darwin, que na década de 1880 começou uma lista de plantas chamado Index Kewensis (IK).

O Kew já adicionou uma média de 6.000 espécies durante todos os anos desde que o IK foi publicado com 400.000 nomes de espécies.[5] No entanto, o IK (que em 1913 evitou fazer julgamentos taxonômico em suas citações) é atualmente gerido como parte do IPNI, em vez do Plant List.[6]

O projeto compilou até o momento cerca de 1,25 milhão de nomes de plantas.[7]

Referências