The Principal and the Pauper

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A página está num processo de expansão ou reestruturação.
Esta página está a atravessar um processo de expansão ou reestruturação. A informação presente poderá mudar rapidamente, podendo conter erros que estão a ser corrigidos. Todos estão convidados a dar o seu contributo e a editar esta página. Caso esta não tenha sido editada durante vários dias, retire esta marcação.

Esta página foi editada pela última vez por KLBot2 (D C) 15 meses atrás. (Recarregar)

"The Principal and the Pauper"
Episódio de The Simpsons
Episódio nº 180
Título no Brasil O Diretor e o Soldado
Código de produção 4F23
Estreia original 28 de Setembro de 1997
Produtor(es) Bill Oakley
Josh Weinstein
Escritor(es) Ken Keeler
Diretor(es) Steven Dean Moore
Convidado(s) Martin Sheen[1] como o real Seymour Skinner
Temporada 9ª Temporada
Couch gag Os Simpsons se sentam no sofá com roupas de astronautas. Assim que se sentam no sofá, ele começa a voar como um foguete.
Comentário de DVD Bill Oakley
Josh Weinstein
Ken Keeler
Steven Dean Moore
Cronologia de episódios de The Simpsons
Último
Último
"A Cidade de Nova Iorque vs Homer"
"O Saxofone de Lisa"
Próximo
Próximo

"The Principal and the Pauper" é o segundo episódio da nona temporada de The Simpsons, exibido originalmente em 28 de setembro de 1997 na Fox. No episódio, Seymour Skinner comemora o seu vigésimo aniversário como diretor da Escola Primária de Springfield, quando um homem chega afirmando que Skinner assumiu sua identidade. Skinner admite que seu nome verdadeiro é Armin Tamzarian, e que ele havia pensado o verdadeiro Seymour Skinner, um amigo do exército, tinha morrido na Guerra do Vietnã. Armin deixa Springfield, mas é convencido a voltar mais tarde. O episódio foi escrito por Ken Keeler e foi dirigido por Steven Dean Moore. A estrela convidada para o episódio foi Martin Sheen, que interpretou o verdadeiro Seymour Skinner. Foi produzido por Bill Oakley e Josh Weinstein para a oitava temporada, porém foi emitido como parte da nona.

"The Principal and the Pauper" é um dos episódios mais controversos de The Simpsons. Muitos fãs e críticos reagiram negativamente à revelação de que o Diretor Skinner, um personagem recorrente desde a primeira temporada, era um impostor. O episódio tem sido criticado pelo criador da série Matt Groening e Harry Shearer, que faz a voz de Skinner. Apesar disso, Ken Keeler considera o episódio o melhor trabalho que ele já fez para a televisão. Bill Oakley e Josh Weinstein, também defenderam o episódio.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Funcionários e alunos da Escola Primária de Springfield decidem fazer uma homenagem aos 20 anos de Skinner no cargo de diretor da escola. Durante a homenagem, do lado de fora da escola, um táxi estaciona e um estranho desce dele. O mesmo acaba proclamando como "o verdadeiro Seymour Skinner". É revelado então que o Diretor Skinner na verdade é Armin Tamzarian, um soldado do exército que teve como seu sargento Seymour Skinner; que aparentemente faleceu durante uma guerra. Armin conta a sua história (em Flashback): Ele antes era um órfão que era bastante rebelde e que não respeitava ninguém; até o dia em que ele bateu em um juiz e teve três opções: a primeira era a cadeia; a segunda, o exército; e a terceira, pedir desculpas. Armin escolheu ir ao exército, onde lutou por várias guerras ao lado do Sargento Skinner; que na opinião de Armin, foi um "irmão que nunca teve". Quando foi dado o desaparecimento de Skinner, Armin se viu no dever de dar a notícia a sua mãe; mas quando chegou na casa dela, ele não teve coragem de dizer a ela a notícia, e se declarou como Seymour. No dia seguinte, Armin deu o cargo de diretor de uma escola para o verdadeiro Skinner, enquanto ele voltou para Capitol City.

Marge, a Sra. Skinner e Sra. Krabappel resolvem tentar trazer o velho Skinner de volta. Graças a autoridade que Agnes adquiriu sobre Armin, ele decide voltar a Springfield e retomar o cargo de Diretor. O Diretor Skinner fica furioso ao saber que "ele deu a vida dele para Springfield" e "não recebeu nenhuma dignidade". Para manter a dignidade de Skinner e o "obrigado", o povo de Springfield amarra Skinner a uma cadeira que se parte no vagão de um trem. Um juiz declara que a partir daquele dia, Armin Tamzarian será chamado de Seymour Skinner, e quem tocasse no assunto seria torturado.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Produção[editar | editar código-fonte]

"The Principal and the Pauper" foi o último episódio escrito por Ken Keeler, quem também teve a idea original. Keeler nomeou o falso Seymour Skinner, Armin Tamzarian, através de um amigo que havia lhe ajudado em um acidente automobilístico.[2] Tamzarian, que mais tarde tornou-se um advogado, não sabia que tinham usado o seu nome até o episódio terminou.[3]

Muitos fãs acreditam que o episódio é baseado na história de Martin Guerre ou o filme de 1993 Sommersby.[2] [4] No entanto, Keeler disse que foi inspirado no caso Tichborne, que ocorreu na Inglaterra no século XIX. O título original do episódio é uma referência ao livroThe Prince and the Pauper por Mark Twain.[5]

Concepção[editar | editar código-fonte]

Ken Keeler, o escritor do episódio, contra as críticas, disse:

Esse [episódio] é sobre uma comunidade de pessoas que gostam de coisas do jeito que são. Skinner não é realmente alguém próximo, é um personagem menor, mas ainda assim fica com raiva quando alguém chega e diz: "Isso não é como as coisas são na realidade", e expulsam o mensageiro da cidade em um trem. Quando o episódio foi lançado, uma comunidade de pessoas que gostam de coisas do jeito que são ficaram realmente irritados. Nunca ninguém disse que este episódio é sobre as pessoas que odeiam essas coisas.[2]


Os produtores Bill Oakley e Josh Weinstein se demonstraram animados sobre o episódio porque Skinner foi um dos seus personagens favoritos. A dupla já havia escrito o episódio da quinta temporada "Sweet Seymour Skinner's Baadasssss Song", que foi um estudo em profundidade do personagem. Oakley disse que ele e Weinstein passaram "um mês imenso na mente de Seymour Skinner" para preparar esse episódio, e a partir desse ponto em diante, aproveitaram todas as oportunidades para "mexer com a personalidade e o passado [de Skinner]".[3]

Descrevendo o real Seymour Skinner, Keeler comentou que: "Teria sido fácil fazer dele um personagem realmente horrível e desagradável, mas não fizemos isso. Fizemos ele apenas não estando certo [...]".[6] Bill Oakley disse que a ideia por trás do personagem é que ele "só faltava um toque especial".[7] Os produtores selecionaram Martin Sheen para fazer a voz do personagem, porque admirava seu desempenho em Apocalypse Now e sentiu que sua voz seria apropriada para um veterano do Vietnã.[8]

Referências

  1. Gimple, Scott M.. The Simpsons Forever!: A Complete Guide to Our Favorite Family ...Continued. [S.l.]: HarperCollins, 1999-12-01. p. 12. ISBN 978-0-06-098763-3
  2. a b c Keeler, Ken. (2006). Commentário para "The Principal and the Pauper", em The Simpsons: The Complete Ninth Season [DVD]. 20th Century Fox, 4:25–5:00.
  3. a b Oakley, Bill. (2006). Commentário para "The Principal and the Pauper", em The Simpsons: The Complete Ninth Season [DVD]. 20th Century Fox, 15:33–15:50.
  4. Millman, Joyce (25 de setembro de 1997). Blue Glow: Salon's TV Picks. Salon.com. Acessado em 8 de janeiro de 2013.
  5. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas bbc
  6. Keeler, 14:20–14:34.
  7. Oakley, 14:38–14:41.
  8. Weinstein, Josh. (2006). Comentário para "The Principal and the Pauper", em The Simpsons: The Complete Ninth Season [DVD]. 20th Century Fox, 13:29–13:54.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

The Principal and the Pauper no The Simpsons.com


Ícone de esboço Este artigo sobre a série animada Os Simpsons é um esboço relacionado ao projeto The Simpsons. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.