The Proud and Profane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Proud and Profane
Ela Amou um Bruto (PT)
O Fruto do Pecado (BR)
 Estados Unidos
1956 • p&b • 111 min 
Direção George Seaton
Produção William Perlberg
Roteiro George Seaton
Lucy Herndon Crockett (romance)
Elenco William Holden
Deborah Kerr
Thelma Ritter
Dewey Martin
William Redfield
Ross Bagdasarian
Adam Williams
Marion Ross
Gênero drama de guerra
Idioma inglês
Distribuição Paramount Pictures
Página no IMDb (em inglês)

The Proud and Profane (O Fruto do Pecado (título no Brasil) ou Ela Amou um Bruto (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1956, do gênero drama de guerra, dirigido por George Seaton e estrelado por William Holden e Deborah Kerr. O filme possui vários pontos de contato com From Here to Eternity, mas nunca conseguiu igualar-se a ele.[1] [2] Apesar disso, obteve duas indicações ao Oscar, nas categorias Melhor Figurino e Melhor Direção de Arte / Decoração de Interiores.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Viúva de um tenente morto na Batalha de Guadalcanal, a bela Lee Ashley chega a Nouméa, na Nova Caledônia, onde vai servir como voluntária na Cruz Vermelha. Desejada pelos soldados e marinheiros ali baseados, ela apaixona-se pelo Tenente-Coronel Colin Black, que finge ter conhecido seu marido. Após casarem-se secretamente, Colin parte para o campo de batalha e Lee engravida. Ela acaba por descobrir que Colin já era casado e eles se separam. Lee consegue transferência para Guadalcanal, onde conhece Eustace Press, que lhe conta segredos sobre o marido e narra como ele morreu. Um dia, Colin, ferido por um morteiro, desembarca na ilha.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
William Holden Tenente-Coronel Colin Black
Deborah Kerr Lee Ashley
Thelma Ritter Kate Connors
Dewey Martin Eddie Wodcik
William Redfield Capelão Holmes
Ross Bagdasarian Louie
Adam Williams Eustace Press
Marion Ross Joan
Theodore Newton Bob Kilpatrick
Richard Shannon Major

Principais premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhor Direção de Arte/Decoração de Interiores (preto e branco)
Melhor Figurino (preto e branco)
Indicado
Indicado

Referências

  1. EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  2. MALTIN, Leonard, Classic Movie Guide, segunda edição, Nova Iorque: Plume, 2010 (em inglês)

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • EAMES, John Douglas, The Paramount Story, Londres: Octopus Books, 1985 (em inglês)
  • SILVA, Divino Rodrigues da, Os Filmes da Paramount no Período de 1956 a 1959, in MATINÊ 16, Ribeirão Preto, SP: Divino Rodrigues da Silva, 1996, sem periodicidade fixa

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]