The Resurrection

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Resurrection
Álbum de estúdio de Geto Boys
Lançamento 2 de Abril de 1996
Gravação 1995-1996 no Lil J's Studio; Houston, Texas
Gênero(s) Southern Hip hop, horrorcore
Duração 57:27
Gravadora(s) Rap-A-Lot Records
Produção Brad Jordan
Mike Dean
N.O. Joe
Uncle Eddie
Derick Edwards
Certificação Gold.png Ouro (RIAA)
Cronologia de Geto Boys
Último
Último
Till Death Do Us Part
(1993)
Da Good Da Bad & Da Ugly
(1998)
Próximo
Próximo


The Resurrection é o sexto álbum do grupo de gangsta rap de Houston, Texas conhecido como Geto Boys. O álbum foi lançado em 1996 depois que os Geto Boys se reuniram após uma pausa de três anos. É considerado o melhor álbum do grupo pela crítica, e o primeiro de dois golpes de criatividade.[1]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Ghetto Prisoner" – 1:25
  2. "Still" – 4:00
  3. "The World Is a Ghetto"– 4:25 (featuring Flaj)
  4. "Open Minded" – 4:10 (featuring DMG)
  5. "Killer 4 Scratch" – 0:36
  6. "Hold It Down" – 5:27 (featuring Facemob)
  7. "Blind Leading the Blind" – 5:04 (featuring Menace Clan)
  8. "First Light of the Day" – 5:07
  9. "Time Taker" – 5:12
  10. "Geto Boys and Girls" – 5:59
  11. "Geto Fantasy" – 4:30
  12. "I Just Wanna Die" – 4:00
  13. "Niggas and Flies" – 3:09
  14. "A Visit with Larry Hoover" – 1:25
  15. "Point of No Return" – 3:06

Uso na mídia[editar | editar código-fonte]

A canção "Still" foi usada no filme de 1999 de Mike Judge Office Space, e também na série Family Guy, no episódio "I Dream of Jesus".

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[2]
Entertainment Weekly B+[3]
Robert Christgau cut[4]
rapreviews (8/10)[5]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[6]

The Resurrection tem recebido avaliações positivas, com alguns críticos chamando o álbum de o melhor que os Geto Boys já fizeram. Em uma avaliação positiva, Stephen Thomas Erlewine do Allmusic escreveu "The Resurrection é melhor que qualquer outro álbum dos Geto Boys em cada sentido -- a coisa mais enxuta, mais malvada e mais funk que eles já gravaram."[2] James Bernard do Entertainment Weekly deu ao álbum um B+, escrevendo "O que faz este o melhor trabalho deles é o espírito festivo do álbum, apesar de seu conteúdo desagradável."[3]

Em 2005, o comediante Chris Rock escolheu The Resurrection como o número 15 na sua lista dos Melhores Álbuns de Hip-Hop de Todos os Tempos.[7]

Posições do álbum nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Posições nas paradas
Billboard 200 Top R&B/Hip Hop Albums
1996 The Resurrection #6 #1

Posições dos singles nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Posições nas paradas
Billboard Hot 100 Hot R&B/Hip-Hop Singles & Tracks Hot Rap Singles
1996 "The World Is A Ghetto" #82 #37 #12

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Geto Boys > Biography. Allmusic. Página visitada em 2008-06-06.
  2. a b The Resurrection - Geto Boys. Allmusic. Retrieved 12 June 2011.
  3. a b Music Review: ' The Resurrection' Review. Entertainment Weekly. Retrieved 12 June 2011
  4. Christgua, Robert. The Geto Boys: The Resurrection. Retrieved 14 June 2011
  5. Geto Boys:: The Resurrection. RapReviews. Retrieved 14 June 2011
  6. Huffman, Eddie. Geto Boys: The Resurrection. Retrieved 14 June 2011
  7. Chris Rock's Top 25 Hip Hop Albums. Página visitada em 2008-07-14.