The Rev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de The Reverend)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jimmy "The Rev" Sullivan
Informação geral
Nome completo James Owen Sullivan
Também conhecido(a) como Jimmy
The Rev
Nascimento 9 de fevereiro de 1981
Local de nascimento Huntington Beach, Califórnia
 Estados Unidos
Data de morte 28 de dezembro de 2009 (28 anos)
Local de morte Huntington Beach, Califórnia, Estados Unidos
Período em atividade 1999 - 2009
Afiliação(ões) Avenged Sevenfold, Pinkly Smooth, Suburban Legends

James Owen Sullivan, mais conhecido como The Rev (diminutivo de The Reverend Tholomew Plague)(Huntington Beach, 9 de fevereiro de 1981 - 28 de dezembro de 2009[1] ) foi um baterista, cantor e compositor norte-americano que fez sucesso com a banda Avenged Sevenfold.

Biografia[editar | editar código-fonte]

James Owen Sullivan nasceu no dia 9 de fevereiro de 1981. Ficou conhecido por ser baterista da banda Avenged Sevenfold, para a qual também fazia segmentos vocais. Jimmy frequentou a escola católica com M. Shadows e foi expulso na segunda-série. Jimmy também foi expulso da Huntington Beach High School e depois de um Reformatório. Depois disso desistiu dos estudos . Ele era o mais velho da banda. Conheceu Synyster Gates na oitava série, onde ambos eram frequentemente tirados de sala por se importunarem um ao outro (relatado no album de video [All Excess], publicado pela [Warner Bros.] em 2007. Jimmy foi preso várias vezes, principalmente por brigas.

Alem de bateria, Jimmy sabia tocar piano,guitarra, e ainda cantava. Ele também contribuia em muitas das composições da banda.

Ganhou, por votação unânime, o prêmio de Melhor Baterista no Golden Gods Awards, promovida pela Metal Hammer, em 2009, vencendo grandes nomes do Metal como Joey Jordison, Vinnie Paul e Dave Lombardo.

As suas bandas preferidas eram: Metallica, Guns N' Roses, Slayer, Dream Theater e Pantera.

O seu projeto paralelo em conjunto com Synyster Gates, foi suspenso quando os dois decidiram dedicar-se exclusivamente à banda Avenged Sevenfold, onde era o baterista e backing vocal. A sua alcunha dentro da banda era “Cabeça de Rato” (Rat Head).

Morte[editar | editar código-fonte]

Jimmy foi encontrado morto na sua casa. A polícia foi notificada pelos bombeiros, que chegaram em sua casa à 1h da tarde.[2] [3] A polícia afirmara que The Rev teria morrido de causas naturais, e pouco depois a perícia foi considerada "inconclusiva". Em junho de 2010, descobriram a que morte foi causada por uma "overdose acidental", resultado de uma intoxicação devido ao efeito combinado de oxicodona, oximorfona, diazepam (todos eles calmantes). O Baterista foi cremado numa cerimónia privada a 6 de Janeiro. Em frente à banda, o guitarrista Synyster Gates fez um elogio - no cemitério - aos pais de The Rev, junto com o ex-baterista do Pantera Vinnie Paul, o vocalista do Bullet For My Valentine, Matt Tuck, e os membros do Buckcherry e My Chemical Romance. Synyster Gates havia escrito uma letra para uma música, para o seu avô que havia morrido, só que ainda não estava completa, então quando o seu melhor amigo, "The Rev" veio a falecer, ele resolveu terminar a letra e compondo a canção "So Far Away".

Após a morte[editar | editar código-fonte]

O Avenged Sevenfold anunciou oficialmente que Mike Portnoy, até então baterista da banda Dream Theater, gravaria as linhas de bateria para o novo álbum da banda. "Eu queria que nossos fãs soubessem que, com Jimmy em nossos corações, nossa jornada para gravar o disco novo oficialmente começou. Jimmy ajudou antes de deixar esse mundo, um presente maravilhoso, e agora é nosso trabalho ter certeza em entregar esse presente aos nossos fãs. Nós convidamos o baterista preferido do Jimmy, Mike Portnoy, para gravar em seu lugar. Mike disse que seria uma honra e sem dúvida era o que Jimmy queria. É confortante para nós que alguém como Mike, que é sem dúvida um dos melhores bateristas do mundo, sustentar tanto respeito e adoração pelas habilidades do Rev." Poucos dias depois, as gravações já estavam completas e para finalizar, Mike Portnoy disse que os fãs do Avenged Sevenfold são incríveis e tatuou o Deathbat em seu braço esquerdo, em homenagem ao The Rev e ao tempo que passou com o A7X. Synyster Gates, Zacky Vengeance, Johnny Christ e M. Shadows também fizeram tatuagens em homenagem a Jimmy.

Os membros do Avenged Sevenfold, resolveram homenagea-lo durante suas turnês pelo mundo, colocando os backing vocals de The Rev em: "Afterlife", "A Little Piece Of Heaven", "Critical Acclaim", "Lost", "Crossroads" e "Fiction".[carece de fontes?]

Referências