The Robe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

The Robe (br: O Manto Sagrado; pt: A Túnica) é um filme dirigido por Henry Koster em 1953.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Seguidores e oponentes de Jesus são influenciados pelo manto usado por Ele na crucificação.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Inicialmente os direitos da adaptação do livro de Lloyd C. Douglas para o cinema pertenciam à RKO Pictures, tendo sido comprados na década de 40. Como o estúdio nunca levou o filme às telas, decidiu posteriormente por revender os direitos, para a 20th Century Fox.
  • O produtor Darryl F. Zanuck ofereceu o personagem Marcellus Gallio a Tyrone Power, como forma de conseguir a renovação de seu contrato junto a Fox. Power não aceitou a proposta.
  • Foi o 2º filme rodado em Cinemascope, mas o 1º a ser lançado comercialmente nos cinemas americanos. O 1º filme rodado neste formato foi Como Agarrar um Milionário (1953).
  • O orçamento de O Manto Sagrado foi de US$ 5 milhões.
  • Seguido por Demétrio e os Gladiadores (1954).
  • Foi baseado no nome do filme que o colunista esportivo Otelo Caçador apelidou a camisa do Flamengo de "manto sagrado".

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar (EUA)

  • Indicado nas categorias de melhor ator (Richard Burton), melhor fotografia e melhor filme. Ganhador nas categorias de melhor direção de arte e melhor figurino.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]