The Runaways

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Runaways
Informação geral
Origem Los Angeles, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Hard rock
Glam rock
Protopunk
Período em atividade 19751979
Afiliação(ões) Joan Jett & the Blackhearts
Lita Ford
The Bangles
Sandy West Band
Currie-Blue Band
The Orchids
Página oficial www.TheRunways.com
Ex-integrantes
Joan Jett
Cherie Currie
Sandy West
Lita Ford
Jackie Fox
Laurie McAllister
Vickie Blue
Micki Steele

The Runaways foi uma banda de rock dos Estados Unidos. A banda tornou-se famosa por ser uma banda composta somente por mulheres que tocavam rock and roll. Entre suas canções mais conhecidas estão "Cherry Bomb", "Queens of Noise" e "Born to be Bad". Em sua curta jornada, o grupo fez carreira nos Estados Unidos, Europa e Japão.

História[editar | editar código-fonte]

A ideia inicial de criar uma banda só de garotas foi de Joan Jett. Então encontrou com Kim Fowley e falou sua ideia. Assim ele apresentou a baterista Sandy West à guitarrista Joan Jett. Chamaram ainda a baixista Micki Steele, sem esquecer da compositora da banda Kari Krome. Ao final do ano de 1975 estava formado o grupo de três garotas chamado "The Runaways".

Começaram a fazer alguns shows na Califórnia, e em 1976 a banda cresceu. Entraram a guitarrista solo de dezesseis anos Lita Ford e a cantora principal Cherie Currie. Além disso a baixista Micki Steele deixou a banda, sendo substituída por Jackie Fox. Com essas mudanças a banda atingiu grande sucesso. No mesmo ano, gravaram pela Mercury Records seu disco de estréia, intitulado "The Runaways". Do disco saiu o sucesso "Cherry Bomb", e a banda saiu em turnê nos EUA, cujos shows costumavam ter ingressos esgotados. Elas também fizeram a abertura de shows de bandas já consagradas como Van Halen.

Em 1977 lançaram seu segundo álbum, chamado "Queens of Noise" e então começou a turnê mundial. No desembarque em um aeroporto do Japão, tinha tanta gente, que Joan Jett descreveu depois como sendo algo parecido com a Beatlemania. Tiveram muito espaço na TV japonesa, ganhando um álbum ao vivo. Ainda no Japão, Jackie Fox deixou a banda. Joan Jett assumiu os baixos temporariamente, e ao voltarem foram ocupados pela garota de dezessete anos Vickie Blue.

Então, a cantora Cherie Currie deixou a banda, e Joan Jett, que fazia a segunda voz, assumiu o vocal principal. A banda gravou seu terceiro álbum de estúdio "Waiting For The Night" e começou uma turnê mundial com a banda punk Ramones.

Em 1978, desacordos de ordem financeira fizeram as Runaways e Kim Fowley romperem com suas relações empresariais. O grupo contratou um novo empresário, que também trabalhava para o grupo Blondie e Suzi Quatro. Romperam suas relações também com a gravadora Mercury. Houve troca de acusações entre a banda e o ex-empresário. A baixista Vickie Blue deixou o grupo, sendo substituída por Laurie McAllister. Gravaram então seu último álbum "And Now... The Runaways".

A banda acabou oficialmente em 1979, por causa de problemas internos e externos. Havia muitas críticas da imprensa americana, que não estava preparada para ver garotas adolescentes com atitude, que escreviam e tocavam as próprias músicas e seus próprios instrumentos. Existiam também os problemas internos de constante troca de integrantes, e sub-gênero do rock a ser seguido. Joan Jett, guitarrista base, preferia o punk, enquanto Lita Ford tinha preferência pelo Heavy Metal. A banda acabou, mas deixou a mensagem principal de que mulheres podem fazer Rock.

Após o fim da banda[editar | editar código-fonte]

Após o término do grupo cada integrante seguiu em carreira solo, formou uma nova banda, ou mudou de profissão:

Joan Jett

Continuou a tocar guitarra e formou uma nova banda, chamada Joan Jett & The Blackhearts, e fizeram sua própria gravadora em 1980. Joan Jett foi uma das ex-integrantes que melhor se recuperou. Regravou a clássica música I Love Rock 'N' Roll da banda britânica The Arrows, e emplacou outros sucessos como "Bad Reputation", "Crimson and Clover" e "I Hate Myself For Loving You".

Lita Ford

Gravou pela Polygram discos solo. Fez sucesso com músicas como "Kiss Me Deadly" e "Close My Eyes Forever" (a segunda num dueto com Ozzy Osbourne).

Sandy West

Tentou iniciar algum projeto com Lita Ford, mas nada ocorreu. Criou a Sandy West Band e fez turnês na Califórnia nos anos 80 e 90. Em 2005 foi diagnosticada com câncer e morreu em 21 de Outubro de 2006.

Cherie Currie

Começou uma carreira de atriz e posteriormente fez um álbum (Young And Wild) com sua irmã gêmea, Marie Currie.

Micki Steele

Entrou para a banda The Bangles que fez sucesso nos anos 1980.

Jackie Fox

Ingressou na Universidade de Harvard e tornou-se advogada.

Vicki Blue

Formou uma banda com Cherie Currie, mas nunca gravaram nenhum álbum, então o projeto acabou. Lançou um documentário junto com Jackie Fox sobre a banda chamado Edgeplay: A Film About The Runaways.

Laurie McAllister

Saiu da banda para entrar em uma outra também só de garotas, chamada The Orchids. Faleceu em 25 de agosto de 2011 em decorrência de doença respiratória aos 54 anos.

Kim Fowley (produtor)

Continuou escrevendo e produzindo para diversos grupos de artistas no anos 70 incluindo Kiss, Helen Reddy, Alice Cooper e Slade.

Em 2010, foi criado um filme que conta a história desde a formação da banda, ao final dela. Lançado nos EUA como The Runaways e no Brasil como The Runaways - As Garotas do Rock

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]