The Spiral Staircase (1946)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Spiral Staircase
A Escada de Caracol (PT)
Silêncio nas Trevas (BR)
 Estados Unidos
1946 • p&b • 83 min 
Direção Robert Siodmak
Produção Dore Schary
Elenco Dorothy McGuire
George Brent
Ethel Barrymore
Kent Smith
Gênero suspense
Idioma inglês
Distribuição RKO Radio Pictures
Página no IMDb (em inglês)
A irlandesa Sara Allgood iniciou a carreira no teatro de seu país. No cinema, interpretou mães irlandesas, dona de terras, vizinhas fofoqueiras e papéis desse tipo. Entretanto, é mais lembrada como a mãe em uma família de mineiros galeses em How Green Was My Valley. Naturalizou-se norte-americana em 1945 e faleceu em 1950, de ataque cardíaco.[1]

The Spiral Staircase (Silêncio nas Trevas (título no Brasil) ou A Escada de Caracol (título em Portugal)) é um filme estadunidense de 1946, do gênero suspense, dirigido por Robert Siodmak e estrelado por Dorothy McGuire e George Brent.

A produção[editar | editar código-fonte]

Um filme de mistério na tradição de Alfred Hitchcock, o filme é o protótipo do subgênero "velha mansão sinistra, com a mocinha em perigo".[2] Direção, fotografia, efeitos especiais, direção de arte e som, tudo contribui para uma atmosfera ameaçadora e expressionista. O resultado é tão intimidador e apavorante quanto a mansão gótica onde a ação tem lugar.[3]

Apesar de Dorothy McGuire ter um desempenho muito elogiado,[2] [3] [4] somente Ethel Barrymore foi lembrada pela Academia, que a distinguiu com uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante.

O filme foi a primeira coprodução da RKO Pictures com a Vanguard Films, de David O. Selznick. Selznick entrou com os direitos do romance Some Must Watch, de Ethel Lina White (no qual a película foi baseada), com o roteirista Mel Dinelli, o produtor Dore Schary e mais o diretor Siodmak e as duas atrizes principais. À RKO coube todo o restante.[3] Pelo acordo, os lucros seriam divididos ao meio, e, como o público compareceu em massa às casas exibidoras, a cada um dos sócios coube a importância de $885,000.[3]

Em 1975, Peter Collinson dirigiu um remake reputadadamente inferior,[2] [3] [4] estrelado por Jacqueline Bisset e Christopher Plummer. Houve também duas versões para a TV, uma em 1961, com Elizabeth Montgomery e Lillian Gish, e outra em 2000, com Nicollette Sheridan e Judd Nelson.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Helen, muda devido a um trauma de infância, trabalha como cuidadora da inválida Senhora Warren em uma pequena cidade da Nova Inglaterra. A dama tem dois filhos, o professor Warren e o mulherengo Steve. Helen está apaixonada pelo Doutor Parry, recém-chegado à localidade. A paz do lugar é quebrada quando três mulheres aparecem mortas. Um ponto comum entre elas é que todas possuem algum tipo de deficiência física.

Quando outra morte acontece, agora na própria mansão, Helen desconfia que será a próxima vítima. Ela acha que um dos filhos da patroa é o culpado, mas a verdade será conhecida somente no final, quando a moça trava com o assassino um jogo de gato e rato.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhor Atriz Coadjuvante
(Ethel Barrymore)
Indicado

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Dorothy McGuire Helen Capel
George Brent Professor Warren
Ethel Barrymore Senhora Warren
Kent Smith Doutor Parry
Rhonda Fleming Blanche
Gordon Oliver Steve Warren
Elsa Lanchester Senhora Oates
Sara Allgood Enfermeira Barker
Rhys Williams Senhor Oates
James Bell Policial

Referências

  1. frankfob2@yahoo.com. Sara Allgood. IMDB. Página visitada em 22 de outubro de 2012.
  2. a b c RASMUSSEN, Linda. The Spiral Staircase. AllMovie. Página visitada em 22 de outubro de 2012.
  3. a b c d e JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)
  4. a b MALTIN, Leonard, Classic Movie Guide, segunda edição, Nova Iorque: Plume, 2010 (em inglês)

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)
  • SILVA, Divino Rodrigues da, A História e os Filmes da RKO na Década de 40, in MATINÊ 02, Ribeirão Preto, SP: Divino Rodrigues da Silva, 1992, trimestral

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]