The Times They Are a-Changin'

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Times They Are a-Changin'
Álbum de estúdio de Bob Dylan
Lançamento 13 de Janeiro de 1964
Gravação 6 de Agosto - 31 de Outubro de 1963 nos Columbia Studios, Nova Iorque
Gênero(s) Folk
Duração 45 min 36 seg
Formato(s) Cassete
Gravadora(s) Columbia Records
Produção Tom Wilson
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Bob Dylan
Último
Último
The Freewheelin' Bob Dylan
(1963)
Another Side of Bob Dylan
(1964)
Próximo
Próximo


The Times They Are a-Changin' é o terceiro álbum de estúdio do cantor Bob Dylan, lançado a 13 de Janeiro de 1964.

O disco atingiu o nº 20 do Pop Albums.[1]

Primeiro Dylan a conter apenas composições originais, novamente pilotadas por Tom Wilson. As faixas tratam de racismo, pobreza e mudança social. Fãs e críticos reclamaram da ausência do humor e da diversidade musical que caracterizaram o trabalho anterior.

O álbum foi gravado em seis sessões durante três meses nos estúdios da Columbia em Nova Iorque, com intervalos para uma tour com Joan Baez.

A capa e a faixa-título são os maiores ícones deste disco. Dylan declarou anos depois que escreveu The times they are a-changin' com um propósito, o de fazer um hino para aqueles tempos de mudança, inspirando-se na música folk irlandesa e escocesa e no movimento dos direitos humanos, e ao mesmo tempo promovendo uma união entre ambos.

Cada canção tem sua ascendência particular, o que gerou muitos debates acerca da originalidade das mesmas. Muitas composições gravadas não entraram no disco, formando uma quantidade de outtakes maior que o tracklist do álbum.

Menos de um mês depois de terminadas as sessões de gravação, o presidente John Kennedy foi assassinado, e Dylan interpretou isso como uma negativa, uma proibição às mudanças.

Semanas depois, Dylan recebeu um prêmio da Sociedade dos Direitos Civis e na cerimônia proferiu um discurso extremamente contraditório, já indicando que ele poderia se afastar do movimento.

Quando o álbum foi lançado, em janeiro de 64, Dylan já estava entrando em outra fase de sua carreira, afastando-se das fontes folks e aproximando-se da poesia beat e dos simbolistas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas por Bob Dylan

Lado A[editar | editar código-fonte]

  1. "The Times They Are a-Changin'" – 3:15
  2. "Ballad of Hollis Brown" – 5:06
  3. "With God on Our Side" – 7:08
  4. "One Too Many Mornings" – 2:41
  5. "North Country Blues" – 4:35

Lado B[editar | editar código-fonte]

  1. "Only a Pawn in Their Game" – 3:33
  2. "Boots of Spanish Leather" – 4:40
  3. "When the Ship Comes In" – 3:18
  4. "The Lonesome Death of Hattie Carroll" – 5:48
  5. "Restless Farewell" – 5:32

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Bob Dylan – Vocal, guitarra acústica, harmónica

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Bob Dylan é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.