Transformice

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de The Transformice)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Transformice
Desenvolvedora Atelier 801 SARL
Produtor Jean-Baptiste Le Marchand
Designer Mélanie Christin
Motor Adobe Flash Player e Box2D
Plataforma(s) Windows, Linux, Mac
Data(s) de lançamento 1 de Maio de 2010
Gênero(s) Flash, plataforma
Modos de jogo Multi-jogadores/Online
Número de jogadores 1... (a quantidade varia dependendo da sala)
Média Navegador ou standalone[1]
Controles Teclado e mouse
Hardware
Versão 1.171

Transformice é um jogo online de plataforma francês e gratuito baseado em Flash lançado pela Atelier 801, sendo desenvolvido pelos fundadores da companhia: Melibellule (Mélanie Christin) e Tigrounette e birale (Jean-Baptiste Le Marchand)[2] . Como outros minigames desenvolvidos pelos mesmos, este minigame foi primeiramente lançado no website jeuxonline.info. O conceito do jogo foi lançado em minigames anteriores a este, chamados Extinction e Aaaah!, criado pelos mesmos desenvolvedores.

Hoje o Transformice é um jogo muito popular, batendo o recorde de mais de 75.000 (setenta e cinco mil) jogadores online em todos os servidores[3] . O jogo mudou muito desde os seus tempos primordiais (ano de 2010), ficou um jogo mais evoluído, acrescentando diversas funções para a melhoria do game e essas mudanças envolveram novas paisagens nos mapas, mais itens na loja, uma melhor interface, mudanças nos pisos e nos mapas e outras utilidades. Também já teve eventos comemorativos (Natal, Halloween, Dia dos Namorados, Aniversário de 1 ano, etc.) e também eventos solidários, para arrecadar dinheiro para doações(como Brazil Cheese Day e Help Turkey Weekend). Transformice tem um mini game chamado Shaman Showdown (criado pelo jogador Cheezhunter)[4] , onde o objetivo é matar os inimigos presentes para passar de fase, como em outros jogos de plataforma (exemplo: Mario).

O Transformice está além do próprio jogo e do fórum, presente em vídeos no YouTube mostrando tutoriais e a jogabilidade, algumas comunidades nas redes sociais Orkut, Facebook e Twitter e também contém vários blogs, denominados de "fã-sites". Em 17 de junho de 2012, foi anunciado no site oficial que o jogo recebera uma nova funcionalidade do motor Flash Player, chamada multithreading, para diminuir a famosa lag do jogo.[5] . Diante de problemas de compatibilidade entre o multithreading e o antigo standalone do jogo, Tigrounette criou um novo standalone, ainda com mais recursos que o anterior, incluindo o multithreading[6] . Para infelicidade de alguns, o multithreading foi removido do jogo sem nenhum aviso ou motivo, e alguns dizem que foi pelo simples motivo de que o recurso trazia muitos bugs aos jogadores.

História[editar | editar código-fonte]

Sydoline e Tigrounette (respectivamente) na Expo Japão 2012.

Apesar de ter sido lançado em 2010, a origem do Transformice aconteceu em Abril de 2008, com a criação do website extinction.fr, e do jogo Aaaah!, que tem um propósito muito semelhante ao de Transformice, onde um personagem principal deve guiar os demais até algum ponto, que sempre é uma "porta" no canto superior direito dos mapas.[7] Logo depois, veio Poisson (que significa Peixe em francês), com uma temática também parecida. O jogo não foi muito popular, e foi cancelado depois de pouco tempo do seu lançamento. Melibellule, a criadora de Poisson, estava procurando algo novo em que trabalhar depois de seu fechamento, quando um homem chamado Jean-Baptiste Le Marchand (conhecido pelo pseudônimo Tigrounette) propôs a sua ajuda em um pequeno jogo em Flash.

A ideia proposta por Melibellule a Tigrounette foi a de um jogo onde todos os ratos podiam se transformar em objetos simples (daí o nome Transformice: transform (transformação) + mice (ratos) em inglês), para se ajudarem uns aos outros a pegar o queijo. Após alguns testes, chegaram à conclusão de que esse modo de jogo não era muito divertido, principalmente se só houvessem duas pessoas jogando. Então tentaram fazer com que os ratos invocassem os objetos ao invés de se transformarem neles, mas ainda assim não deu certo, pois todos invocavam qualquer coisa em qualquer lugar. Após pensarem mais um pouco, decidiram que os poderes de invocação deveriam ser dados a apenas um rato, que deveria salvar os outros (em certas exceções matar os ratos), e assim nasceu o personagem Shaman.[8]

A plataforma comunitária[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2013, a administradora "Sydoline" anunciou que uma nova plataforma comunitária estaria chegando, com diversas novas funções, nova interface no chat, lista de amigos, e tribo, além de reunir os jogos da Atelier 801 (Aaaah, Forteresse, Bouboum e o Transformice) e integrar a conta do Transformice a todos os outros jogos.[9]

Ao lançar a tal plataforma comunitária, em setembro do mesmo ano,[10] muitos bugs foram relatados em relação à nova interface e às novas funcionalidades. Alguns jogadores reclamaram de que todos ou boa parte dos amigos foram excluídos da nova lista, e de que suas tribos foram "deletadas", outros reclamaram de que não conseguiam ver sua lista de amigos ou a tribo.[11] Após vários pedidos, as tribos do jogo, que antigamente possuíam cargos fixos, puderam ter os mesmos editados, excluídos e até mesmo outros poderiam ser criados.[10] [12]

No dia 14 de setembro de 2013, a versão 1.102 foi lançada com o propósito de alterar certas funções já existentes e adicionar diversos comandos para as novas funções que vieram com a plataforma comunitária.[13] Na mesma semana foi esclarecido que a plataforma comunitária "está caindo toda hora" e de que está reiniciando a cada sete minutos, e isso esse era o motivo de usuários estarem com problemas ao conversar com amigos, e interagir com a tribo.[14] Foi em 20 de setembro do mesmo ano que o chat recebeu novas atualizações: um botão para expandir o chat, e a aba "Sala" só apareceria se fosse aberto uma outra aba.[15] Pode-se dizer que 2013 foi um ano de diversas mudanças no Transformice, tais como a saída do CCM Kura[16] , dos novos recursos na tribo, e na lista de amigos.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O conceito do Transformice é bem simples: você é um rato e deve obter o queijo e levá-lo à toca. No jogo, há diversos mapas, com vários obstáculos diferentes pelo qual os ratos devem passar para chegar ao seu objetivo. Para ajudá-los nessa tarefa, há o Shaman, que é um rato com poderes mágicos e que pode invocar diversos objetos, como pedaços de madeira e caixas, para levar os ratos até o queijo e trazê-los de volta. O Shaman é trocado a cada rodada, e é substituído pelo jogador com mais pontos na sala. O jogo é prejudicado somente pelos hackers (cheaters).

Detalhes básicos[editar | editar código-fonte]

A interface do jogo é bem simples. Há um chat, bem embaixo, em que você pode interagir com os demais usuários (há chats diferentes para cada modo, como tribo, cochicho, dentre outros). Também há duas áreas, que definem o ranking dos usuários da sala e, o da direita, dos usuários do turno (rodada). Na barra superior, é possível conferir dados como nome do mapa, número de jogadores na sala, nome da sala etc.

Também é possível utilizar emoções (também conhecido como emoticons ou smiles) para que o rato as reproduza, tais como rir, chorar, dançar, "facepalm", sentar, etc. Há dois botões em que você pode visualizar a ajuda, regras e o "fullscreen" (tela cheia). Há também um menu, em que você pode acessar a maioria das funções disponíveis do jogo, como salas, tribo, lista de amigos etc.

Shaman[editar | editar código-fonte]

Como já mencionado, o Shaman é o personagem que ajuda os ratos (discípulos) a pegar o queijo e irem direto para a toca, embora haja mapas que não o necessite. O Shaman tem vários itens para ajudar os ratos, como tábuas, caixas, balões, o gelo, dentre outros. Alguns itens como as tábuas, as caixas e o balão precisam de pregos, que podem ser utilizados através de botões do teclado, como B, C ou N.

Existem três tipos de Shaman, o Shaman no modo normal, que pode usar o prego vermelho e usar o espírito, o Shaman Hard Mode (Modo Difícil) que não tem a opção de conjurar prego vermelho e espírito, mas é possível criar um totem, um tipo de construção pré-construída onde pode-se utilizar um prego vermelho e o Divine Mode (Modo Divino) Onde o rato não pode contar com a ajuda dos pregos, spirit, e nem com a nuvem, para conquistar o Divine Mode é necessário 5.000 ratos salvos no modo normal e 2.000 no Hard Mode. Com mil ratos salvos, o Shaman poderá desbloquear a função Hard Mode. Qualquer tipo de Shaman, seja Hard Mode ou não, pode trocar a cor de suas tatuagens (desenhos da pele) colocando códigos hexadecimais na opção correspondente.

Existem salas que tenham 2 shamans, o padrão azul, e o rosa, nessa sala também há 2 tocas, uma de cada shaman, você pode fazer paz ou guerrear shaman contra shaman e fechar a toca do outro shaman, impedindo que venham salves para esse shaman.

Habilidades do Shaman[editar | editar código-fonte]

Na atualização 1.82 [hoje na versão 1.146] do jogo, em 28 de junho de 2013, foi adicionado um sistema de habilidades para os shamans, em que trazia muitos recursos como asas, teleportadores, aumento de tamanho do shaman e do queijo, um anti-espírito, etc[17] . O tal sistema de experiência é constituído de níveis (ou levels) que são alcançados coletando queijos e salvando ratos. Atualmente, o sistema de habilidades possui três "árvores", denominadas Guia Espiritual, Mestre do Vento, e Mecânico, e as habilidades que o usuário pode usar variam de acordo com a árvore. Contudo, não é possível utilizar todas as habilidades completas, pois o último nível disponível é o nível cem, e para utilizar todas as habilidades disponíveis ao mesmo tempo é necessário ter no mínimo o nível 165. Ao entrar na toca, o jogador ganha vinte pontos de experiência, independentemente de entrar por primeiro, segundo ou terceiro; e ao salvar ratos, o jogador ganha cinco pontos (sem hard mode) ou dez pontos (com hard mode)[18] .

Regras[editar | editar código-fonte]

Como todos os outros jogos, o Transformice tem uma lista de regras que deverá ser seguida. Caso você não seguir uma ou várias regras propostas pelo jogo, acarretará banimento. Xingamentos levará a ban temporário ou somente será "mutado" (não poderá falar no chat). Os moderadores só podem banir por no máximo 2 semanas (360 horas) e se voltarem a jogar depois de um banimento com hacker ou algo do tipo, os moderadores poderão enviar relatos sobre o jogador, podendo ser banido permanentemente. Um banimento de 0 hora é considerado como kick/advertência (neste caso, o jogador é desconectado).[19]

Conteúdo do jogo[editar | editar código-fonte]

Sendo o objetivo do jogo simples - e por isso tão maleável e repleto de possibilidades -, ele apresenta um pouco mais de conteúdo para os jogadores terem acesso a outras opções de diversão. Alguns conteúdos só chegaram após a evolução do jogo, porém outros já estavam desde o início[20] . Os conteúdos principais do jogo são os perfis, os títulos, a tribo e a loja.

Perfil[editar | editar código-fonte]

Cada jogador possui um perfil. Nele é registrado as ações que o usuário faz em quanto joga, como os "firsts" (cada vez que chega em primeiro à toca), queijos, ratos salvos etc. Nele também são colocados todos os títulos que o jogador ganha.

Títulos[editar | editar código-fonte]

No decorrer do jogo, os usuários desbloqueiam títulos, que podem ser selecionados e utilizados com /title. O Título aparece abaixo do nome do rato. Para desbloquear os mesmo, os ratos devem realizar tarefas, como coletar queijos em primeiro, coletar queijos, salvar ratos como modo normal ou hardmode e alguns se ganha através de eventos. Todos os títulos que o camundongo possuí são mostrados no seu perfil.

Tribo[editar | editar código-fonte]

No jogo tem um grupo de camundongos chamado tribo. É possível participar de alguma tribo através de convites ou o próprio usuário criar a sua própria tribo (que custa 500 queijos). Na tribo, existem cargos, que definem o limite de cada jogador de o que poder fazer na tribo, como por exemplo mudar o texto de boas-vindas da tribo, expulsar ou convidar pessoas, etc. Além das atividades criadas pelo jogo, os próprios jogadores podem fazer as suas, como faz war (competir entre duas tribos) com outra tribo, fazer eventos entre os integrantes da tribo, etc.

Loja[editar | editar código-fonte]

No jogo, os camundongos podem ter suas próprias roupas, entre elas: chapéus, óculos, brincos, acessórios para a boca e para o pescoço, para o rabo, entre outros. Mas para liberar cada um deles, há um custo, os queijos e morangos, que são as moedas utilizadas no jogo. Para conseguir os queijos, basta completar os mapas com sucesso. Para conseguir os morangos, terá de pagar com dinheiro. Não existem roupas exclusivas pagas unicamente com morangos, sendo assim o morango um substituto do Queijo. Os preços dos itens em Queijos, são no momento entre 20 a 10000. Há itens que não custam nenhum queijo, que podem ser desbloqueados através de eventos, como Natal, Halloween, Páscoa, Dia da mentira, Carnaval etc.

Medalhas[editar | editar código-fonte]

No evento de carnaval de 2014, foi lançada uma nova atualização no jogo em que os jogadores agoras podem conquistar medalhas, para conquistar as medalhas, geralmente você tem que completar eventos, ou você pode comprar pelos.

Mapas[editar | editar código-fonte]

Usando o editor de mapas, qualquer jogador com mais de mil queijos pode criar um mapa (pagando 40 queijos, por defeito), este será representado por um código começado por uma arroba (@), exemplo: @123456.

Existem ainda mapas que são feitos especialmente para salas do tipo vanilla, estes podem ser feitos pelos administradores, ou pelos próprios jogadores.

Os mapas são categorizados por diferentes categorias numeradas de P0 a P44. Cada categoria tem um nome e um propósito, como por exemplo: os mapas com categoria P1 são mapas protegidos.

Os jogadores que acumulam mapas permanentes, pagam menos queijos para cada vez que exportarem um outro mapa. A cada mapa permanente um jogador pagará menos quatro queijos. O mínimo de queijos que se paga para exportar um mapa é cinco (quando um jogador tem 9 mapas permanentes).

Número de mapas permanentes e queijos pagos para exportar outro mapa
0 - 4
1 - 36
2 - 32
3 - 28
4 - 24
5 - 20
6 - 16
7 - 12
8 - 8
9 - 5

Porém, um jogador que exporte um mapa como cafofo (P22) não pagará nenhuma quantia para a exportação, mas o mapa não ficará em rotação nas salas normais, apenas poderá ser jogado no cafofo da tribo. Esta é uma forma que os mappers (criadores de mapas) usam para exportar um mapa e enviá-lo para avaliação sem pagar queijos (depois de serem avaliados, deixaram de ser P22 e ficarão em rotação na sala normal, caso este seja aprovado por qualquer MapCrew).

Há uma seção no fórum oficial do Transformice em que os jogadores podem enviar mapas para avaliação do MapCrew, uma equipe especializada em avaliar mapas.

Estatísticas dos usuários[editar | editar código-fonte]

Dentro do jogo, é possível ver as estatísticas de cada um dos usuários, que se encontram no perfil dos mesmos. Dentre eles estão os queijos coletados, queijos coletados em primeiro, ratos salvos, bootcamps completadas, entre outros. Muitas vezes são usados para julgar, ou humilhar um usuário, ou até mesmo vários.

Estatísticas dos ratos[editar | editar código-fonte]

Queijos coletados[editar | editar código-fonte]

Os queijos — ou queijos coletados — são cada queijo que você coleta em qualquer mapa, isso dependerá de que tipo de sala o usuário joga, como por exemplo salas bootcamp. Cada vez que você entra na toca com o queijo, dependendo da sala, irá contar um queijo em seu perfil, e um queijo na loja. Se houver apenas um rato na sala, nenhuma estatística, independente do tipo de sala, não irá contar.

Queijos coletados em primeiro[editar | editar código-fonte]

Os queijos coletados em primeiro, popularmente chamados de "firsts", são cada queijo que você coleta em primeiro lugar na sala. Assim como os queijos coletados, para coletar os "firsts", irá depender da sala em que se está jogando. Os queijos coletados em primeiro serão apenas contados nos perfis se houver mais de onze usuários na sala. Os queijos coletados em primeiro são usados para julgar ou humilhar um usuário por ter uma quantidade menor, ou desproporcional à quantidade de queijos coletados.

Bootcamp[editar | editar código-fonte]

As bootcamps completadas são uma estatística baseada na quantidade de bootcamps que o usuário completou. Para esta estatística ser registrada no perfil é necessário que haja cinco ou mais usuários na sala e que esteja jogando desde o ínicio do mapa ou completar o mapa duas vezes para começar a contabilizar no perfil. Dependendo da opinião do usuário, bootcamps completadas podem ser mais, ou menos valorizadas do que os queijos coletados em primeiros.

Ratos salvos com sucesso[editar | editar código-fonte]

Os ratos salvos com sucesso — também chamados de "saves" — são todos os ratos, com exceção do que coletou o queijo em primeira colocação, que coletaram o queijo durante a rodada; ou seja, se entraram nove ratos na toca, o Shaman terá nove ratos salvos registrados em seu perfil, lembrando também que o próprio Shaman também será registrado como um dos ratos salvos com sucesso se coletar o queijo. Há também os ratos salvos no modo Hard Mode (Modo Difícil), que será registrado apenas se o Shaman estiver com o Hard Mode ativado. Sendo assim, terá um número especial que indicará quantos ratos foram salvos neste modo, e será registrado em dobro nos números que indicam os ratos salvos no modo normal. Assim como ganhar vários titles .

Queijos coletados pessoalmente[editar | editar código-fonte]

Os queijos coletados pessoalmente são cada queijo que o Shaman coletou ao final da rodada. Para "coletar o queijo pessoalmente" é necessário que reste apenas o Shaman na rodada. Em caso de cooperação de Shamans, qualquer um dos dois Shamans pode entrar na toca, mesmo se restar apenas um único rato e o outro Shaman vivos na rodada.

Apesar dos "Títulos desbloqueados" estarem no perfil, eles não são estatísticas, e sim conquistas que foram alcançadas por conseguir um certo número de queijos coletados, queijos coletados em primeiro, ratos salvos com sucesso, entre outros.

Editor de mapas e mapas de usuários[editar | editar código-fonte]

No modo editor de mapas, os jogadores podem fazer seus próprios mapas (também conhecidos como fases ou níveis) e enviá-los para a rotação normal, onde irão ser jogados por outros usuários, que avaliarão o mapa, votando "Sim" ou "Não". Caso o mapa atinja mais de 50% de votos negativos, ele será deletado. (Apenas se ele tiver mais de 100 votos, se não houver, o mapa continuará até chegar a 100 votos).

Como o editor de mapas abrange uma grande técnica e dificuldade para muitos usuários, é necessária uma experiência relativamente alta (1000 Queijos coletados no total) no jogo para poder utilizá-lo de forma eficiente.

Técnicas[editar | editar código-fonte]

Apesar da visível simplicidade do jogo, alguns jogadores com o tempo desenvolvem algumas técnicas que, dependendo da finalidade, podem ajudá-lo a completar um mapa em primeiro ou passar os ratos que estão na frente. "Wall Jump" (em português: escalar paredes), por vezes abreviado como "WJ", "quina" (conseguir impulso através da extremidade de algum piso) e "supah" são os nomes de algumas técnicas utilizadas no jogo.

Wall Jump[editar | editar código-fonte]

Esta técnica consiste em escalar paredes, como o próprio nome diz. Os ratos usam uma combinação de teclas que variam de acordo com o tipo de Wall Jump, algumas escaladas podem ser mais rápidas ou lentas. A mais rápida, chamada de "escalada racing" (devido à sala do jogo em que ela surgiu; consiste em correr contra a parede, soltar esta primeira tecla — direita () ou esquerda (), dependendo do lado no qual a parede se encontra — pular, voltar e repetir o processo até que alcance seu objetivo primário) é a mais difícil e há uma maior probabilidade de erro. A normal, utilizada pela maioria dos jogadores, consiste em usar as setas do teclado de moto que o rato escale paredes gradativamente — O conceito é simples: correr contra a parede, voltar e, quando estiver no ar, pular e repetir o procedimento. Requer muito treinamento. É recomendado ver vídeos ou tutoriais sobre o tema — Há também tipo de Wall Jump utilizado no chocolate, provavelmente o mais fácil de todos os modos. Este consiste em correr contra a parede que deseja escalar, soltar esta primeira tecla e depois repetir o processo até que chegue ao fim da escalada. O mesmo tipo de Wall Jump foi aperfeiçoado, onde é possível escalar pisos normais com a fricção (aderência) reforçada e em paredes de gelo inclinadas.

Trampolim WJ[editar | editar código-fonte]

É a prática de fazer o Wall Jump em em um piso trampolim. Ele será arrastado para o lado oposto, por isso deverá apertar o tempo todo a tecla para cima ( ) durante o wall jump. Para isso, é necessário que o trampolim tenha fricção ou esteja um pouco inclinado

Gelo WJ[editar | editar código-fonte]

Técnica mais complicada de todas. É preciso usar o mesmo estilo de jogo usado no Trampolim WJ, só que o gelo escorrega, e além disso você, além de pressionar a tecla para cima ( ) durante a escalada, é preciso pressionar intensamente para a direita () e pressionar levemente a tecla para baixo ( ). Para isso, é necessário que o gelo esteja um pouco inclinado.

Quina[editar | editar código-fonte]

O próprio nome já diz. No jogo, há pisos em que, caso você pule de uma altura considerável na quina dos mesmos, poderá pegar impulso maior do que conseguiria correndo. Muito usado para conseguir vantagens entre os demais jogadores.

Supah[editar | editar código-fonte]

É uma técnica relativamente fácil. É um truque usado, geralmente, em salas "bootcamp" (que rodam mapas que, quase sempre, possuem pisos com tais possibilidades). Consiste em, através de um piso "fino" com a ponta de um piso de chocolate (um dos pisos em que há maior aderência do jogo), com a mesma aparência de um palito de fósforo de cabeça para baixo. No caso, o jogador deve "andar" na parte em chocolate e, quando o rato começar a cair, pular para o outro lado. Há também a possibilidade de realizar a mesma técnica em outros pisos, desde que estes tenham ao menos a quantidade mínima de fricção (aderência), que é o decimal 0.1.

Curiosidade: o nome da técnica vem do nick "Supahfly", de propriedade do criador de tal truque.

Lava[editar | editar código-fonte]

É a técnica de andar/pular em cima da lava. Consiste em apertar o botão para cima ( ) enquanto pula sob a lava, e continuar apertando. Precisa de um certo tempo de treino até ser dominada.

Fly[editar | editar código-fonte]

É uma técnica de shaman, que tem duas maneiras de ser feita, com espírito, ou com canhão. Para fazer com espírito é necessário que o shaman invoque vários deles repetidamente, sob os seus pés, isso vai impulsionando-o para cima. Para fazer com canhão, o shaman precisa acertá-lo em seus próprios pés, a cada impacto no lugar certo, o rato vai sendo impulsionando para cima, é muito mais difícil do que o fly com espírito.

Fly com asas[editar | editar código-fonte]

É uma técnica originada de uma das habilidades de Shaman, chamada Anjo. Ela permite que o Shaman plane por um certo espaço no ar. Para que isso aconteça, é preciso que ele tenha adquirido a habilidade com seus pontos de nível, e pressionado a tecla de cima ( ) para abrir as asas do anjo.

Foguete[editar | editar código-fonte]

Outra técnica de habilidade Shaman. Após adquirir o poder de Foguete, o Shaman precisa pressionar a tecla para baixo ( ) até um certo nível, e soltá-la, fazendo com que seja impulsionado para cima e consiga atingir pontos importantes no mapa de jogo.

Linguagem[editar | editar código-fonte]

Como em todo jogo online, os jogadores costumam se comunicar por uma série de abreviações e palavras específicas. As principais estão listadas abaixo:

  • Wj: Wall Jump. Técnica de escalar.
  • Sha/Sham: Abreviação de Shaman. Rato que tem todo o poder durante a rodada.
  • Cn: Canhão. Objeto de Shaman usado para repelir, ou impulsionar ratos/objetos.
  • Sp: Espírito. Poder de Shaman que ajuda a impulsionar ratos para o ar e vencer obstáculos.
  • Gelar: Poder de Shaman que transforma um rato numa pedra de gelo, eliminando-o do jogo.
  • Ty: Thank You. Usado para agradecer.
  • Gj: Good Job. "Bom trabalho", usado geralmente para parabenizar um rato que conseguiu um first.
  • First/Firstar: Pegar e levar um queijo até a toca em primeiro lugar.
  • Noob: Termo ofensivo para denominar jogadores iniciantes, inexperientes ou inescrupulosos.
  • Bug: Quando um objeto dá defeito, ou quando um mapa não funciona corretamente.
  • Lag: Atraso. Quando o jogo fica lento e/ou parado por vários segundos. O lag pode levar à desconexão do jogo.
  • Troll: Jogador que atrapalha o jogo.
  • Hack: Usado para acusar e apontar jogadores que usam programas e códigos ilegais no jogo.
  • Ban: Banir um jogador, geralmente por hack, palavrões ou divulgações de falsos eventos.
  • Net/Nasa: Termo usado para apontar que um jogador tem uma boa internet, fazendo com que ele tome uma certa vantagem sob outros jogadores.
  • x1: Usado para denominar uma competição separada com outro jogador.
  • Kinar/Quinar: Técnica de pular sobre um quina e ser impulsionado.
  • Mito/Mitar: Conseguir ultrapassar um obstáculo que os outros jogadores não conseguem, geralmente sem a ajuda do Shaman.
  • Supah: Técnica de escalar um objeto por um lado, pular por baixo da ponta e passar para o outro lado.
  • Delay: Quando os ratos entram na toca em tempos iguais ou quase iguais.
  • Mod: Moderadores do jogo. Eles têm o poder de banir jogadores que desrespeitam as regras.
  • Bot: Robô. Personagens criados pelo jogo que não são jogadores de verdade. Os mais famosos são Elise e Papaille.
  • Flood/Spam: Colocar várias mensagens constantes e iguais no chat. Isso atrapalha os jogadores e pode dar ban.
  • Speed: Técnica de ganhar velocidade ao kinar, ou usar um hack.
  • Pro: Jogador/Shaman experiente.
  • B: Prego vermelho.
  • C: Prego amarelo.
  • Cone: Errar alguma técnica no jogo, ou ser inexperiente.

Cafofo da Tribo = Local de encontro dos membros da tribo.< Troll = Usuários que não conseguem firstar determinado mapa e acaba ''trollando'' para encher a paciência do shaman. Cn = Cannon ou Canhão, bola de canhão utilizada pra ''voar'' os ratos para matá-los ou concluir os mapas. Nb = Newbie ou Noob, iniciante no jogo. Language = Idioma. Sp = Spirit, luz branca utilizada pra ''voar'' os ratos. Lag = é o elevado período de tempo em que o computador do usuário fica atrasado em relação ao servidor principal, devido à baixa taxa de transferência da conexão ou excesso de pessoas no servidor. Perfil = Lá onde contém suas informações sobre o jogo. Título = Prêmio por determina conquista. Shaman = É um rato escolhido em cada partida para ajudar os outros a concluir o mapa. Bootcamp = Sala onde só existem mapas difíceis, apenas mitos conseguem firstar. Baffbotffa = Sala de luta onde você se abaixa e atira cannons, essa sala possui músicas. Tribo = É sua guild dentro do jogo. Queijo = É a moeda do jogo. Survivor = É uma sala e tipo de jogo, quando o shaman começa a matar seus súditos. Delay = É quando você entra na toca em primeiro ai trava seu rato e o ratinho que ta atrás firsta; AFK = Quando alguém ta fora do computador e ta impossibilitado de jogar no momento; Racing = Sala especial para você usar todo tipo de kina para pegar speed; Speed = É um modo de pegar Velocidade em kinas; Kinas = É um truque de pular na ponta de um piso para pegar velocidade; Hacker = Usúarios que usam sistemas proibidos para pegar queijo e entra na toca primeiro; Speed Hacker = Sistema proibido que da velocidade sobrenatural ao rato; (é diferente de speed) Omg = Frase em inglês com o significado de (Oh Meu Deus) usado muito quando algo acontece de errado; Forever alone = Frase em inglês com o significado de (Para sempre sozinho) usado muito quando você fica sozinho no mapa; Mod (Moderadores) = Usúarios com poderes para banir outro usúarios para impor a ordem no servidor; Servidores = Local aonde você joga ou se connecta ex: (EN,BR,FR...); Adm (Administradores) = Donos do jogo que administra os servidores; Flood = pessoas que manda a mesma mensagem varias vezes; Mitos = Jogadores que consegue fazer o inacreditavel em um mapa é e o unico a entra na toca (muitas vezes chamado de hackers) - mais não são; Pr0 = Jogadores experientes e viciados no transformice firsta muito muito; Nasa = Jogadores que possuem net's rapidas; Camper = Pessoas que trolla e fica atrás do shaman; Eventos = São datas especiais que são comemoradas dentro do jogo; x1 = São disputas entre jogadores para ver quem chegar em primeiro na maioria das vezes mostrando que sabe jogar melhor que o outro; C = Prego que usa como suporte para construções; B = Prego que usa como suporte para fixa algo no ar; Espaço = Usado para criar itens invisíveis; Ballon (Balão) = Iten usado para ajudar o shaman a fazer os ratos flutuarem no ar, tem que usar o prego (C);

Salas especiais (mini-games)[editar | editar código-fonte]

No jogo, você pode entrar ou criar uma sala existente. As salas comuns, são numeradas de 1 a qualquer número (infinito). Nestas salas, o jogador pode visualizar mapas permanentes (de desenvolvedores), fixos (de jogadores) ou mapas normais, também de jogadores, só que não passaram pelo processo de avaliação, exceto o de votos.

Porém, ainda há salas especiais, criadas para entreter os mais variados tipos de gostos. Há desde salas com mapas difíceis até mapas direcionado a "matar" os ratos.

  • Bootcamp - Muito famosa, a sala roda mapas considerados extremamente difíceis, que conseguem ser completados por jogadores experientes. Nesta sala, são usadas a maioria das técnicas citadas parágrafos acima. Em tradução rude, Bootcamp significa Campo de Treinamento.
  • Vanilla - Exibe mapas permanentes e de tradição, que foram criados por desenvolvedores do jogo.
  • Defilante - Nesta nova sala, o mapa é percorrido rapidamente, em modo panorâmico, e é repleto de poderes e armadilhas, como as molas e os "raios" de velocidade. É jogada com rodadas de 10, onde os jogadores precisam acumular pontos para vencer, e não simplesmente coletar queijos ou chegar em primeiro.
  • Survivor - O objetivo desta sala consiste em matar os ratos quando Shaman, assim como sobreviver às ofensivas do Shaman quando você não o for. Não há queijo nem toca, apenas um Shaman que, com o canhão (item do jogo) ou outro acessório/combinação de acessórios, deve matar todos ou o maior número de ratos que conseguir. O último rato a sobreviver conseguirá virar Shaman no próximo turno.
  • 801 - Essa sala contém dois NPCs jogo: Elise e Papaille,e sempre ficam parados, e se destacam por terem os nomes maiores e azuis.

#deathmatch

#prophunt

#traitor

#fight

#ratapult

#pewpew

#elimination

#hidenseek

#football

#pictionary

#deploy

#powerup

#campal

#domination

#infected

#derby

#dancedance

  • # - Nesta sala é possível criar minigames com Lua Script, desde que saiba programar e tenha acesso à API do jogo. Dependendo da programação, os ratos podem voar, conjurar objetos, dentre outras possibilidades. Nesta sala, as estatísticas — queijos, ratos salvos, etc. — não são contados ao perfil. Antes de o nome da sala ser # era chamado debuglua, mas a partir da versão 1.78 do jogo, os minigames só poderão ser criados numa sala com este nome. Alguns exemplos de "minigames lua" são: dancedance, ratapult, bafflua, deathmatch, entres vários outros.

Função de cada equipe no jogo[editar | editar código-fonte]

Como todo famoso jogo, o Transformice não é uma exceção, possui sua própria equipe de voluntários, que é comporta pelos: Moderadores, sentinelas, MapCrew's, e os Helpers.

  • Moderadores: Responsáveis por banir hacks, "multar" floods, em geral, eles contribuem para o bom funcionamento do jogo;
  • Sentinelas: Responsáveis por cuidar do Fórum;
  • MapCrew: Responsáveis pela avaliação de todos os mapas (P1, P3, P4, P5, P6, P7, P8, P9, P10, P11, P13, P17, P18 E P44);
  • Helpers: Responsáveis por ajudar os jogadores online no jogo, no entanto, não possuem nenhuma relação oficial com o Atelier 801. São apenas voluntários.
  • CCM: Content Community Manager que quer dizer Gerente da Comunidade, os atuais são Sydoline (TFM), Galaktine (BR) e Vanlu (TR).

Servidores[editar | editar código-fonte]

O Transformice, ao longo dos meses, foi ficando cada vez mais famoso. Com isso, a globalização do jogo foi iminente. Pessoas de todos os países queriam jogá-lo. Com isso, houve a necessidade da criação de servidores (como se fossem "áreas") para que pessoas da mesma região pudessem jogar juntos. Até 2010, o jogo contava com seis servidores: EN1 (Inglês 1), EN2 (Inglês 2), FR (Francês), RU (Russo), BR1 (Brasileiro 1) e BR2 (Brasileiro 2). Em 2011, surgiram outros servidores. O servidor mais bem-sucedido no Transformice, foi o servidor brasileiro (BR), que antes da união de servidores, chegou a ter cinco servidores separados. O segundo, é o servidor inglês (EN), que chegou a ter dois servidores. Antes, os servidores mais lotados conviviam com uma quantidade absurda de lag e uma série de bugs pois os servidores tinham uma capacidade média de apenas 2.500 jogadores cada, sendo que o servidor inglês (EN1) chegava a até 3.200 jogadores e os quatro servidores brasileiros, BR1, BR2, BR3 e BR4 chegavam a 2.200 jogadores. Devido à enorme confusão e desagrado que esse sistema proporcionou aos jogadores conforme o jogo se expandia, foi proposta a fusão de todos os servidores em um só, com o objetivo de ter uma capacidade maior com 70.000 jogadores e a ideia funcionou.

Atualmente, há apenas um servidor central dividido em várias "comunidades", que são áreas com os nomes dos países. Dependendo da língua do Sistema operacional do computador do usuário ao acessar a página do jogo, o idioma será selecionado automáticamente. Transformice tem as comunidades: EN e EN2 (Ambas são comunidades Inglesas, porém o EN2 tem um filtro de línguas), BR (Brasileiro), FR (Francês), RU (Russo), TR (Turco), CN (Chinês), ES (Espanhol) e VK (Escandinavo) e DE (Alemão).[21] , há a comunidade PT (Portuguesa), mas esta somente direciona para a comunidade BR por ora, foram criadas recentemente as comunidades HU (Húngara), NL (Holandesa), PL (Polonesa), RO (Romena) e ID (Indonesa).

Doações[editar | editar código-fonte]

Os desenvolvedores do jogo já fizeram eventos com o objetivo de arrecadar dinheiro para desastres naturais .. Além de aumentar o número de usuários, tais ações fizeram o jogo ser reconhecido pelos atos de caridade. Tais eventos usaram, no caso do terremoto da Turquia, itens compráveis com queijo, embora não haja necessidade de adquiri-los com dinheiro real.

Brazil Cheese Day[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de janeiro de 2011, ocorreu o Brazil Cheese Day. Neste evento, o jogo tinha o objetivo de arrecadar dinheiro através da receita de todos os meios de anúncios do jogo para as enchentes que estavam acontecendo no Rio de Janeiro, que deixou milhões de pessoas desabrigadas. No entanto, não houve muita explicação do que seria necessário fazer in-game para que haja doações. De qualquer forma, foi o primeiro evento deste tipo no Transformice.

Help Turkey Weekend[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de outubro de 2011, ocorreu o Help Turkey Weekend. Neste evento, era possível comprar (com cem queijos) um chapéu com temática turca e, com isso, colaborar com a arrecadação de dinheiro para a ajuda na recuperação da Turquia após seu recente terremoto. O objetivo era "vender" 20 mil chapéus e arrecadar mil dólares. No entanto, foram vendidos mais de 84 mil e doados "apenas" 1 800 dólares. Muitos ficaram confusos com a diferença do objetivo principal.[22]

Haiyan Day[editar | editar código-fonte]

No dia 13 de novembro de 2013 ,para ajudar as vítimas do tufão Haiyan, os administradores do jogo decidiram organizar um dia de solideriedade. Todos os morangos comprados neste dia foram doados para a Cruz Vermelha, e o Atelier 801 irá multiplicar este número por dois.

Fórum[editar | editar código-fonte]

Para a informação, descontração, marcação de campeonatos, festas, e afins, foi criado o Fórum Transformice. O Fórum Transformice, atualmente, é dividido em 4 categorias: Anuncios, Comunidade, Grafismo e Discussão Técnica. A area brasileira do fórum, possui vários tópicos de diversão e informações, como o SAR (Serviço de Atendimento ao Rato), onde os moderadores respondem perguntas dos ratos[23] e outros tópicos. Já em diversão, há vários tópicos, e um dos principais é o Cafofo do Ratinho, uma espécie de chat. Existem os odiados users Wannabe do fórum, que querem ser sentinela, um tipo de moderador do fórum. No dia 8 de maio de 2012, o fórum foi hackeado. Normalmente, os administradores do jogo retiram imagens, denominadas Fanarts do fórum e exibem na página principal. No dia 9 de junho de 2012 foi inaugurado um novo fórum totalmente programado por Tigrounette na linguagem Flash - www.forums.transformice.com.[24]

Servidores piratas[editar | editar código-fonte]

Como não poderia deixar de ser, o Transformice atualmente tem imensos servidores piratas que estão cada vez mais evoluídos e por vezes oferecem mais funcionalidades do que o próprio jogo original.

Não se sabe ao certo o criador dos primeiros servidores piratas, porém sabe-se que um dos primeiros servidores lançados publicamente em fórums e comunidades brasileiras, limitava os usuários á versão 0.55 do game.

Os primeiros Public Server Files, arquivos necessários para o funcionamento do servidor e que vieram á publico possuía créditos atribuídos á um usuário anônimo chamado " ~ Seven ~ ".

A partir do desenvolvimento dos servidores, versões cada vez mais recentes foram distribuídas publicamente oque se tornou comum, os famosos "private - servers" espalhados pela internet.

Referências

  1. Galaktine. Standalone (em inglês). Site oficial do Transformice.
  2. Sucess Souris pour Transformice? (em francês). Maville.
  3. 40.000 players (em inglês). @transformods no Twitter.
  4. Shaman Showdow (em portguês). Transfor-Mice.
  5. Kura. Multithreading! (em inglês). Site oficial do Transformice.
  6. Galaktine. Standalone (em inglês). Site oficial do Transformice.
  7. No início: Extinction e Aaaah!. Transformice! Fansite.
  8. A origem do Transformice. Transformice! Fansite.
  9. Sydoline. The Community Platform is coming soon! (em inglês). Página visitada em 14 de setembro de 2013.
  10. a b Sydoline. Community Platform update (em inglês). Página visitada em 14 de setembro de 2013.
  11. Ninguem. Atualização 1.100 (what?) – Você ainda mais antissocial. Página visitada em 14 de setembro de 2013.
  12. Joaomanoel. A plataforma unificada está funcionando!. Página visitada em 7 de outubro de 2013.
  13. Joaomanoel. Atualização 1.102 – Novos comandos e correções. Página visitada em 17 de setembro de 2013.
  14. Joaomanoel. Por que minha tribo, lista de amigos e chat não funcionam?. Página visitada em 17 de setembro de 2013.
  15. Ninguem. Nova atualização no chat. Página visitada em 7 de outubro de 2013.
  16. Ninguem. Kura se despede da Atelier 801. Página visitada em 7 de outubro de 2013.
  17. Sydoline. Version 1.82: Shaman skills update!. Site oficial do Transformice.
  18. Ninguem. Atualização 1.82 – Novas habilidades para o Shaman!. Transformice Blog.
  19. Regras do jogo. Fórum Transformice.
  20. Versões antigas. New Transformice.
  21. Novidades da versão 1.8 e 1.9. Fórum Transformice.
  22. Version 1.18 (em inglês). Cheese for Mice Forum.
  23. SAR - Serviço de Atendimento ao Rato. Fórum Transformice.
  24. 'Cafofo do Ratinho'. Forum Transformice.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]