The Washington Times

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Washington Times
Tipo Jornal diário
Formato Standard
Editor Sam Dealey
Fundação 1982 (33 anos)
Orientação política Conservador
Sede Washington, D.C.
Página oficial www.washingtontimes.com

The Washington Times é um jornal diário americano, publicado no formato standard em Washington, D.C., capital do país. Foi fundado em 17 de maio de 1982 pelo fundador da Igreja da Unificação, o coreano Sun Myung Moon (Reverendo Moon),[1] e até 2009 foi subsidiado pela comunidade de fieis desta igreja. O Times, como é conhecido, é célebre por ser uma alternativa socialmente e politicamente mais conservadora ao Washington Post, socialmente e politicamente mais esquerdista.

No dia 7 de agosto de 2002, Constantine Menges publicou uma teoria conspirativa contra o Brasil no jornal The Washington Times, fazendo parecer que o Brasil era uma republiqueta na qual o presidente poderia atacar os Estados Unidos.[2] Constantine Menges foi diretor para assuntos latino-americanos do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos em 1983. Anteriormente, entre 1981 e 1983, foi analista de informações da Central Intelligence Agency (CIA) para a América Latina. Desde esta época já pertencia ao Hudson Institute, think tank sediado em Washington, D.C. que reúne a nata do conservadorismo estadunidense.[3]

Referências

  1. AROUND THE NATION; Sun Myung Moon Paper Appears in Washington, The New York Times
  2. Terrorista Mr. Silva planeja dramático ataque. 9 de fevereiro de 2002.
  3. Joel Conrado (21 de agosto de 2002). Lula, o bin Laden do reverendo Moon Observatório da Imprensa. Visitado em 2 de janeiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.