The Year of Living Dangerously

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Year of Living Dangerously
O Ano de Todos os Perigos (PT)
O Ano em que Vivemos em Perigo (BR)
 Austrália
1982 • cor • 115 min 
Direção Peter Weir
Roteiro C.J. Koch
Peter Weir
David Williamson
Elenco Mel Gibson
Sigourney Weaver
Linda Hunt
Género drama
Idioma inglês / filipino / tagalo
Página no IMDb (em inglês)

The Year of Living Dangerously (br: O ano em que vivemos em perigo / pt: O ano de todos os perigos) é um filme australiano de 1982, do gênero drama, dirigido por Peter Weir e baseado em livro de C.J. Koch.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A ação do filme transcorre no ano de 1965, em meio a uma revolução na Indonésia. Guy Hamilton é um ambicioso correspondente australiano em sua primeira missão internacional: cobrir os últimos momentos do regime de Sukarno. Em Jacarta, ele se envolve romanticamente com uma funcionária da embaixada britânica e recebe ajuda de Billy Kwan, um fotógrafo anão.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

  • Mel Gibson .... Guy Hamilton
  • Sigourney Weaver .... Jill Bryant
  • Linda Hunt .... Billy Kwan
  • Bembol Roco .... Kumar
  • Domingo Landicho .... Hortono
  • Hermano de Guzman .... oficial da imigração
  • Michael Murphy .... Pete Curtis
  • Noel Ferrier .... Wally O'Sullivan
  • Paul Sonkkila .... Kevin Condon
  • Bill Kerr .... coronel Ralph Henderson
  • Kuh Ledesma .... Tiger Lily

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1984 (EUA)

Globo de Ouro 1984 (EUA)

  • Indicado na categoria de melhor atriz coadjuvante (Linda Hunt).

Australian Film Institute 1983 (Austrália)

  • Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Linda Hunt).
  • Indicado nas categorias de melhor fotografia, melhor figurino, melhor edição, melhor produção de arte, melhor som, melhor ator (Mel Gibson), melhor diretor, melhor filme, melhor trilha sonora, melhor roteiro adaptado e Prêmio do Júri (Linda Hunt e Peter Weir).

Festival de Cannes 1983 (França)

Prêmio NYFCCA 1984 (New York Film Critics Circle Awards, EUA)

  • Venceu na categoria melhor atriz coadjuvante (Linda Hunt).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • A atriz Linda Hunt, Oscar de melhor atriz coadjuvante, interpretou um personagem masculino e anão.
  • O filme foi censurado pelo antigo ditador da Indonésia Suharto, devido ao retrato que fez de sua sangrenta subida ao poder, nos anos 60.
  • O filme só foi exibido na Indonésia em 6 de novembro de 2000, dois anos depois de Suharto ter sido expulso do poder após 32 anos de ditadura.
  • Foi o primeiro filme com trilha sonora composta por Maurice Jarre a utilizar música totalmente produzida em sintetizadores. Jarre desenvolveu todos os temas nesse estilo a pedido do próprio diretor Peter Weir.
  • Nas cenas iniciais do filme é possível ouvir o tema "L'Enfant" de Vangelis, entretanto, este não foi creditado.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

The Year of Living Dangerously teve recepção geralmente favorável por parte da crítica especializada. Em base de 9 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 65% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 6.2, usada para avaliar a recepção do público.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Year of Living Dangerously (em inglês) Metacritic. Página visitada em 20 de junho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]