Theodor Curtius

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Theodor Curtius, approx. 1880

Theodor Curtius (Duisburg, 27 de Maio de 1857 - Heidelberg, 8 de Fevereiro de 1937) foi um químico alemão. Descobriu a hidrazina, os compostos diazóicos e o ácido hidrazóico HN3

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Curtius escreveu mais de 300 artigos e publicações. As mais importantes foram:

  • Diazo- und Azoverbindungen der Fettreihe, Barth, Leipzig (1888)
  • Studien mit Hydrazin, Barth, Leipzig, Bd 1,2 (1896), Bd 3,4 (1918)
  • Einwirkung von Basen auf Diazoessigester, Berlin (1911)
  • Die reduktion der aromatische Aldazine und Ketazine, Barth, Leipzig (1912)
  • Hydrazide und Azide der Azidofettsäuren, Berlin (1912)
  • Die Einwirkungen von Hydrazin auf Nitroverbindungen, Barth, Leipzig (1913)
  • Berichte, 1885, 18, 2373
  • Berichte, 1890, 23, 3023
  • J. Prakt. Chem.[2], 1894, 50, 275
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.