Therapsida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTherapsida
Ocorrência: Permiano Inferior - Cretáceo Inferior 275–100 Ma
O táxon descendente Mammalia sobrevive até o presente
Esqueleto montado de Lystrosaurus hedini

Esqueleto montado de Lystrosaurus hedini
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Synapsida
Ordem: Therapsida
Broom, 1905
Clados principais

Therapsida (aportuguesado para terapsídeos ou terápsidas), é um clado da classe Synapsida, tradicionalmente referido como ordem. Os terapsídeos são os ancestrais dos mamíferos.

Os terapsídeos surgiram no período Permiano, no final da era Paleozoica, sendo descendentes dos pelicossauros (Pelycosauria). A partir de meados do Permiano, tornaram-se o grupo de animais dominantes sobre a Terra, com várias subordens e famílias ocupando muitos nichos ecológicos. Muitas espécies desapareceram no evento de extinção em massa ocorrido no fim do período Permiano, mas as espécies sobreviventes conseguiram se adaptar e chegaram ao período Triássico, já na era Mesozoica, mais uma vez alcançando grande diversidade. Contudo, ao final do Triássico, houve uma outra grande extinção e os terapsídeos praticamente desapareceram e foram substituídos como grupo dominante pelos emergentes dinossauros (com quem não tinham parentesco direto). Algumas poucas espécies perduraram até o final do período Cretáceo, quando enfim desapareceram.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

Os terapsídeos possuíam características similares aos mamíferos. Entre elas se destacam a heterodontia (variações no formato dos dentes); mecanismos de regulação da temperatura (homeotermia) e em algumas espécies mais evoluídas, presença de pêlos. Os mamíferos surgiram a partir de espécies da subordem Cynodontia, no período Triássico.[2]

Ao contrário dos dinossauros, os terapsídeos são pouco conhecidos do público em geral, mesmo sendo os ancestrais diretos dos mamíferos e tendo um registro paleontológico bastante completo.

História evolutiva[editar | editar código-fonte]

A pista evolutiva do Terápsidas começou no início do Permiano, quando um grupo de pelicossauros, o Sphenacodontia, uma linhagem que incluiu o Dimetrodon e os seus parentes, deu origem aos terápsidas. A evidência foi as suas características anatômicas como o crânio, e as vértebras. Terápsidas foram os animais de terra dominantes no Permiano Médio, substituindo os pelicossauros que ficaram raros a partir do Permiano Médio. Os Terápsidas compõe-se de quatro clados principais, Dinocephalia, Anomodontia herbívoros, Theriodontia (maior parte carnívoro) e o Biarmosuchia carnívoro como uma assembleia parafilética de formas primitivas. Depois de um breve estouro da diversidade evolutiva, os Dinocephalia desapareceram no final do Permiano Médio (Guadalupiano) mas os Anomodontia, Dicynodontia, Gorgonopsia e Therocephalia floresceram.[1]

Como todos os animais de terra, os terápsidas foram seriamente afetados pelo evento da extinção do Permiano-Triássico, como os gorgonopsianos que desapareceram completamente. Dicynodontia, Therocephalia e algumas espécies de cinodontes, sobreviveram no Triássico. O Dicynodontia, agora representado por uma família única de grandes herbívoros, o Kannemeyeridae, e os Cynodontia de tamanho médio (tanto formas carnívoras como herbívoras), floresceram no mundo inteiro, em todas as partes do Triássico Inferior e Médio. Eles desapareceram na maior parte do Pangeia no fim do Carniano, embora eles continuassem durante algum tempo mais na região equatorial ao sul.

Algumas exceções foram os eucinodontes. Pelo menos três grupos deles sobreviveram. Todos eles no Triássico Inferior.

Algum não-eucinodontes cynodontia sobreviveram à extinção Permiano-Triássico, como o Thrinaxodon, mas só se extinguiram pelo Triássico Médio.

Os Therocephalia, parentes dos cinodontes, conseguiram sobreviver à extinção Permiano-Triássico e continuaram a diversificar-se na Primeira época Triássica. Aproximando o fim da época, contudo, os Therocephalia diminuíram e consequentemente extinguiram-se, possivelmente devido a modificações climáticas e competição de cinodontes e outros animais que lutavam para sobreviver.

Pensa-se que os Dicinodontes se extinguiram antes do fim do Triássico, mas há evidência de que eles sobreviveram à extinção. Os seus fósseis foram encontrados em Gondwana. Outros animais que foram comuns no Triássico também tomaram refúgio em Gondwana, como o Temnospondyli. Isto é um exemplo de táxon Lázaro.

Mamíferos, o único clado descendente dos terápsidas, desenvolveram-se no início do período Jurássico. Eles irradiaram-se de um grupo de Mammaliaformes que está relacionado ao Symmetrodontia. Os próprios Mammaliaformes desenvolveram-se de um Probainognathus, uma linhagem da subordem Eucynodontia.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Cladograma simplificado baseado em Rubidge e Sidor (2001):[3]

Synapsida 
 Sphenacodontia 

Sphenacodontidae


Therapsida

Tetraceratops




Biarmosuchia


Eutherapsida

Dinocephalia


Neotherapsida

Anomodontia


Theriodontia

Gorgonopsia


Eutheriodontia

Therocephalia


Cynodontia

Mammalia












Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b [1]
  2. Young, J. Z. 1977. La vida de los vertebrados. Editorial Omega, Barcelona, 660 pp. ISBN 84-282-0206-0
  3. RUBIDGE, B.S.; SIDOR, C.A.. (2001). "Evolutionary patterns among permo-triassic therapsids". Annual Review of Ecology and Systematics 32: 449-480.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Benton, M.J. (2004). Vertebrate Paleontology. 3rd ed. Blackwell Science Ltd
  • Carroll, R.L. (1988). Vertebrate Paleontology & Evolution. W.H. Freeman & Company, NY
  • Kemp, T.S. (2005). The origin and evolution of mammals. Oxford University Press
  • Romer, A.S. (1966). Vertebrate Paleontology. University of Chicago Press, 1933; 3rd ed.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Therapsida
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Therapsida
Ícone de esboço Este artigo sobre sinapsídeos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.