Things to Come (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Things to Come
A vida futura (PT)
Daqui a cem anos (BR)
 Reino Unido
1936 • P&B • 117m 13s min 
Direção William Cameron Menzies
Produção Alexander Korda
Roteiro H. G. Wells/ Lajos Biro
Elenco Raymond Massey
Ralph Richardson
Margaretta Scott
Cedric Hardwicke
Gênero ficção científica
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Things to Come (br: Daqui a Cem Anos, pt: A vida futura) é um filme inglês de ficção científica, produzido em 1936 por Alexander Korda, sob a direção de William Cameron Menzies. O roteiro foi escrito por H. G. Wells e Lajos Biro, em uma adaptação de duas obras de Wells: The Shape of Things to Come, de 1933, e um trabalho não-ficcional que escreveu em 1931, The Work, Wealth and Happiness of Mankind. O filme tem sido considerado, pela crítica, como a primeira superprodução no gênero ficção científica, com cenários grandiosos, efeitos especiais e figurino detalhado.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Características da filmagem[editar | editar código-fonte]

Wells escreveu o roteiro aos 69 anos e supervisionou pessoalmente muitos aspectos do filme. Originalmente com 130 minutos, a versão submetida ao British Board of Film Censors possuía 117m 13s. Na Inglaterra ele estreou com 108m 40s (após cortes ficou com 98m 06s), e nos Estados Unidos com 96m 24s.

O responsável pela parte musical era Arthur Bliss. Wells originalmente procurou construir o filme sobre uma música, mas isto foi considerado muito radical, e o filme seguiu um formato mais tradicional.

Os efeitos especiais ficaram ao encargo de Ned Mann, Edward Cohen e Harry Zech e a fotografia, de George Perinal. O artista plástico abstrato húngaro László Moholy-Nagy foi contratado para produzir alguns dos efeitos especiais para a construção da cidade fictícia de Everytown. Sua intenção era tratar as cenas como um show de luzes abstratas, mas apenas 90 segundos de seu trabalho foram aproveitados. Em 1975, um pesquisador encontrou quatro sequências descartadas na ocasião.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Things to Come relata uma história futura da humanidade, e se ambienta na cidade inglesa fictícia de Everytown (baseada em Londres). Inicia-se na véspera de Natal de 1940, com o estouro da Segunda Guerra Mundial, que dura duas décadas e deixa a terra desolada. Em 1966, a terra está reduzida a um período obscuro semelhante à Idade Média, perdendo toda a tecnologia e sendo dominada por um chefe cruel, Rudolph, que o povo denomina apenas de "O Chefe".

Em 1970, repentinamente, um avião aterrissa na cidade de Everytown, e dele sai, ante o espanto da população, o piloto John Cabal, ex-engenheiro da aviação, líder dos Wings over the World (traduzido como "Asas pelo Mundo" ou "Homens do Ar"), um grupo de cientistas que se dedicou a preservar o conhecimento da humanidade através dos tempos obscuros, com base em Basra, no Iraque. Cabal é preso e seu avião é confiscado pelo Chefe, que pretende utilizá-lo com propósitos bélicos. A cidade, porém, acaba invadida pelos "Wings over the World", que dominam a população com a utilização de gás anestésico e conquistam a cidade.

Os cientistas reconstróem a cidade e, em 2036, Everytown se torna uma cidade subterrânea, sob a direção do neto de Cabal, Oswald. A primeira viagem espacial está sendo planejada, com a montagem de um "canhão espacial", capaz de lançar uma nave à lua. Surge então a figura de Theotocopulos, simpatizante do antigo regime, que pretende destruir a nave. Um casal (a bisneta de Cabal e o namorado) consegue chegar à nave antes de sua destruição, e a nave é disparada rumo ao espaço. O filme termina embalado pela esperança de que o os dois possam construir uma nova sociedade, mais equilibrada, entre as estrelas.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

  1. FRAYLING, Christopher(1995)

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • GONÇALVES, Sylvio. Seção Túnel do Tempo: os Clássicos do Cinema Fantástico Revisionados. [S.l.: s.n.], 1990. ISBN Cinemin n. 60, p. 34.
  • FRAYLING, Christopher. Things to Come. [S.l.: s.n.], 1995. ISBN pp. 72-73. ISBN 0-85170-480-8.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]