This Ain't a Scene, It's an Arms Race

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"This Ain't A Scene, It's An Arms Race"
Single de Fall Out Boy
do álbum Infinity On High
Lançamento Estados Unidos 21 de Novembro de 2006
Formato(s) CD, Download digital, LP
Gênero(s) Pop Punk
Duração 3:32
Gravadora(s) Fueled by Ramen
Island Def Jam
Certificação(ões) Platinum.png Platina (RIAA)
Platinum.png Platina (ARIA)
Cronologia de singles de Fall Out Boy
Último
Último
"A Little Less Sixteen Candles, a Little More 'Touch Me'"
(2006)
"The Carpal Tunnel of Love"
(2007)
Próximo
Próximo

"This Ain't a Scene, It's an Arms Race" é o primeiro single da banda Fall Out Boy pro álbum Infinity On High. Foi tocada pela primeira vez em 16 de Novembro de 2006 em na estação de rádio Indianopolis, 93,1 e vazou na internet um pouco depois. Estreou oficialmente em 21 de Novembro no AMA e enviada para as rádios naquela noite(sendo 5 de Dezembro a data de impacto nos Estados Unidos). Essa música está na #42 posição das melhores canções de 2007 de acordo com a lista da revista Rolling Stone.

A música fala sobre a insatisfação do compositor/baixista com a crescente "cena emo". Ele disse a Rolling Stone: "Há outras faixas do álbum que fariam mais sucesso nas rádios, mas essa aqui passa a mensagem certa." Wentz pegou a metáfora "Vendedor de Armas" do filme "O Senhor das Armas" com Nicolas Cage (Lord Of War, 2005).

O termo "Arms Race" (Corrida armamentista) também pode ser entendido com um trocadilho com o termo da indústria fonográfica A&R (Artists and Repertoire) que é a pessoa que faz a conexão entre o artista e a gravadora, seleciona produtores, escolhe músicas a serem gravadas entre outras coisas. Logo "This Ain't a Scene, It's an Arms Race" poderia ser entendido como "Isso não é uma cena, e sim algo pré-fabricado".

Antes de Infinity on High ser lançado, Fall Out Boy disse a algumas fontes um título em potencial para uma das faixas do álbum que seria ""You Can't Spell Star Without A&R". A faixa com esse título não aconteceu e no lugar dela ficou "This Ain't a Scene, It's an Arms Race".

A música também começou a ser bastante notada em sites como o YouTube pela sua letra de difícil entendimento, gerando muitos vídeos de paródia com palavras parecidas na letra. Um exemplo são as palavras "Arms Race" que podem ser mal interpretadas como "Arse Face" (cara de bunda) ou "Ass Rape" (bunda estuprada).

O Website que o baixista Pete Wentz promove, FriendsorEnemies.com, deixou "This Ain't a Scene, It's an Arms Race" disponível para os internautas em 17 de Novembro, logo após que a música estreou em Indianapolis.

O single foi lançado em CD e também em vinil. Há um remix da canção oficial com Kanye West.

Faixas[editar | editar código-fonte]

CD single
  1. "This Ain't a Scene, It's an Arms Race"
  2. "The Carpal Tunnel of Love"
Vinil Azul de 7"
  1. "This Ain't a Scene, It's an Arms Race"
  2. "It's Hard To Say I Do, When I Don't"
Vinil Roxo de 7"
  1. "This Ain't a Scene, It's an Arms Race"
  2. "G.I.N.A.S.F.S."

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]