Thomas Wolfe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thomas Wolfe
Thomas Wolfe em 1937, foto de Carl Van Vechten
Nome completo Thomas Clayton Wolfe
Nascimento 3 de Outubro de 1900
Asheville, Carolina do Norte
 Estados Unidos
Morte 3 de outubro de 1938 (38 anos)
Baltimore, Maryland
 Estados Unidos
Nacionalidade Norte-americano
Ocupação escritor
Principais trabalhos Look Homeward, Angel
You Can't Go Home Again
O Lost
Movimento literário Ficção, drama

Thomas Clayton Wolfe (3 de outubro de 1900 – 15 de setembro de 1938) foi um importante romancista estadunidense do início do século XX.[1]

Thomas escreveu quatro longos romances, além de vários contos, trabalhos dramatúrgicos e novelas. É conhecido por misturar prosa extremamente original, poética, musical e impressionista com a escrita autobiográfica. Seus livros, escritos e publicados dos anos 20 aos anos 90, refletem vividamente sobre a cultura americana e demais temas do período, embora filtrados pela perspectiva sensível, sofisticada e super-analítica de Thomas. Ele se tornou muito famoso em vida.[1]

Depois da morte de Wolfe, seu principal contemporâneo, William Faulkner, disse que Thomas poderia ter sido o melhor talento de sua geração.[1] [2] A influência de Wolfe estende-se aos escritos do famoso autor beat Jack Kerouac, Ray Bradbury e Philip Roth, entre outros. Ele continua a ser um dos mais importantes autores na literatura americana, pois foi um dos primeiros mestres de ficção autobiográfica. Ele é considerado o escritor mais famoso da Carolina do Norte.[3]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Look Homeward, Angel (1929)
  • Of Time and the River (1935)
  • From Death to Morning (1935)
  • The Story of a Novel (1936)
  • The Lost Boy (1937)
  • The Web and the Rock (1939)
  • You Can't Go Home Again (1940)
  • The Hound of Darkness
  • The Hills Beyond (1941)
  • Mannerhouse: A Play in a Prologue and Four Acts (1948)
  • A Western Journal: A Daily Log of the Great Parks Trip, June 20-July 2, 1938 (1951 pela editora da Universidade de Pittsburgh)
  • The Letters of Thomas Wolfe (1956)
  • Short Novels of Thomas Wolfe (1961)
  • The Mountains: A Play in One Act; The Mountains: A Drama in Three Acts and a Prologue (1970)
  • Welcome to our City: A Play in Ten Scenes (1983)
  • Beyond Love and Loyalty: The Letters of Thomas Wolfe and Elizabeth Nowell editado por Richard Kennedy (1983)
  • My Other Loneliness: Letters of Thomas Wolfe and Aline Bernstein (1983)
  • The Party at Jack's (1995)
  • The Collected Stories (Francis E. Skipp, ed.) (1987)
  • To Loot My Life Clean: The Thomas Wolfe-Maxwell Perkins Correspondence (2000)
  • O Lost: A Story of the Buried Life (2000)

Referências

  1. a b c Reeves Paschal. Thomas Wolfe, The Critical Reception. [S.l.]: Ayer Publishing, 1974. p. xvii. ISBN 0891020500
  2. Thomas Wolfe’s Final Journey. Virginia Quarterly Review (14). Página visitada em 11/10/2009.
  3. Prêmio Thomas Wolfe 2008. Cornell University (09/09/2008).