Thor: The Dark World

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Thor: O Mundo Sombrio)
Ir para: navegação, pesquisa
Thor: The Dark World
Thor: O Mundo das Trevas (PT)
Thor: O Mundo Sombrio (BR)
Pôster do filme.
 Estados Unidos
2013 • cor • 112 min 
Direção Alan Taylor
Produção Kevin Feige
Produção executiva Nigel Gostelow
Stan Lee
Alan Fine
Victoria Alonso
Craig Kyle
Louis D'Esposito
Roteiro Christopher Yost
Christopher Markus
Stephen McFeely
Don Payne (história)
Robert Rodat (história)
Baseado em Thor de Stan Lee
Larry Lieber
Jack Kirby
Elenco Chris Hemsworth
Natalie Portman
Tom Hiddleston
Anthony Hopkins
Stellan Skarsgård
Idris Elba
Christopher Eccleston
Adewale Akinnuoye-Agbaje
Kat Dennings
Ray Stevenson
Zachary Levi
Tadanobu Asano
Jaimie Alexander
Rene Russo
Gênero Ação
Aventura
Fantasia
Idioma Inglês
Música Brian Tyler
Cinematografia Kramer Morgenthau
Edição Dan Lebental
Wyatt Smith
Estúdio Marvel Studios
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento Portugal 31 de outubro de 2013
Brasil 1 de novembro de 2013
Estados Unidos 8 de novembro de 2013
Orçamento US$ 170 milhões
Receita US$ 644 783 140 (em abril de 2014)[1]
Cronologia
Último
Último
Thor
(2011)
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Thor: The Dark World (no Brasil, Thor: O Mundo Sombrio; em Portugal, Thor: O Mundo das Trevas) é um filme estadunidense, continuação de Thor, baseado no herói homônimo da Marvel Comics, produzido pela Marvel Studios e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures. É o segundo filme de Thor depois de 2011 e a oitava produção do Universo Marvel Cinematográfico. Foi dirigido por Alan Taylor,[2] roteirizado por Christopher Yost, Christopher Markus e Stephen McFeely,[3] e estrelado por Chris Hemsworth, Natalie Portman, Tom Hiddleston, Stellan Skarsgård, Idris Elba, Kat Dennings, Ray Stevenson, Tadanobu Asano, Jaimie Alexander, Rene Russo e Anthony Hopkins reprisando seus papéis do primeiro, com os recém-chegados Christopher Eccleston, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Zachary Levi e Clive Russell que se juntam ao elenco.

A produção de Thor: The Dark World começou em abril de 2011, quando o produtor Kevin Feige anunciou planos para uma sequência acompanhando a linha do tempo com Os Vingadores. Em julho de 2011, Kenneth Branagh, o diretor do primeiro filme, Thor, se afastou do projeto. Brian Kirk e Patty Jenkins foram considerados para dirigir o filme antes de Taylor ser contratado em janeiro de 2012. A contratação do elenco foi encerrada em agosto de 2012, com a contratação de Eccleston, Dennings e Akinnuoye-Agbaje. A filmagem principal começou em Surrey, Inglaterra, com as filmagens continuando na Islândia e em Londres, tendo sido encerradas em dezembro de 2012. Thor: The Dark World foi convertido para 3D na pós-produção.

Thor: The Dark World estreou em Odeon Leicester Square em Londres, no dia 22 de outubro de 2013, com o lançamento no Brasil em 1º de novembro de 2013 e em 8 de novembro de 2013 nos Estados Unidos.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Há muitos anos, Bor, pai de Odin, derrotou o exército dos Elfos Negros liderados por Malekith, que, com a ajuda de um elemento chamado Éter, queria fazer o Universo voltar a ser o que era antes de sua criação: pura escuridão. Após derrotar os Elfos, Bor ordena que o Éter seja enterrado em um local profundo, já que não pode ser destruído. Sem que Bor soubesse, Malekith, seu braço-direito Algrim e alguns outros Elfos escapam.

De volta aos dias de hoje, em Asgard, Loki é condenado à prisão perpétua por Odin. Enquanto isso, Thor e seus amigos Fandral (Zachary Levi), Volstagg (Ray Stevenson) e Sif (Jaimie Alexander) combatem seres de Vanaheim; é a última batalha de uma série para trazer paz para os Os Nove Reinos.

Em Londres, a astrofísica Jane Foster, que não vê Thor desde os eventos do primeiro filme, tenta realizar um encontro com um homem chamado Richard (Chris O'Dowd), mas é interrompida por sua estagiária Darcy Lewis (Kat Dennings). Ela leva Jane a uma fábrica abandonada onde as leis da física ficam irregulares em alguns pontos. Jane acaba sugada por um vórtice e é levada para o local onde o Éter ficou guardado por milhares de anos. O elemento entra em seu corpo e a deixa exponencialmente mais forte que um ser humano comum.

Os Asgardianos descobrem que um raro alinhamento dos Nove Reinos está prestes a ocorrer, e nos pontos onde os mundos se tocam, como na fábrica, portais são criados. Quando Heimdall (Idris Elba) conta a Thor que Jane sumiu da Terra, ele faz uma busca por ela até encontrá-la na fábrica. Percebendo que ela está dotada de uma força incomum, ele decide levá-la para Asgard, mas os médicos de lá não conseguem remover o elemento de seu corpo. Odin revela a Thor e Jane que o fato de ela ter sido apoderada pelo Éter confirma uma antiga profecia catastrófica. Frigga (Rene Russo), esposa de Odin e mãe de Thor, acolhe Jane como sua protegida.

Malekith e seu exercito, despertados pelo lançamento do Éter, transformam Algrim em um Kursed hiperdesenvolvido e atacam Asgard. Malekith e Algrim matam Frigga enquanto procuravam Foster, mas escapam quando Thor chega. Odin ordena que seu filho permaneça em Asgard para proteger o reino em vez de partir em busca de vingança. Contudo, após o funeral de sua mãe, Thor decide levar Jane para longe de Asgard para que Malekith não ataque o reino. Sabendo da existência de uma passagem secreta para o mundo sombrio de Malekith, Thor se alia a Loki, oferecendo-o uma chance de vingar a morte de sua mãe adotiva. Os dois escapam com Jane em uma das naves dos Elfos e chegam ao mundo sombrio, com a ajuda de Sif e Volstagg.

Na Terra, Lewis descobre que Erik Selvig (Stellan Skarsgård) enlouqueceu e foi internado em um manicômio. Com a ajuda de seu estagiário, Ian (Jonathan Howard), ela tira Erik do manicômio. Enquanto isso, Thor, Jane e Loki confrontam Malekith e Algrim. Loki apunhala Thor e entrega Jane a Malekith, mas era tudo um truque para surpreender Malekith e impedí-lo de se apoderar do Éter. Thor e Loki enfrentam Algrim, que mata Loki, mas não antes que ele conseguisse preparar uma granada, que destrói Algrim segundos depois. Enquanto isso, Malekith consegue, de fato, se apoderar do Éter. Thor e Jane deixam o corpo de Loki e vão à Terra através de um portal que encontraram. Em Londres, a nave mãe de Malekith estaciona nos jardins do Velho Real Colégio Naval, em Greenwich. É lá o local onde os Nove Reinos irão convergir, e é o ponto onde Malekith pretende usar o poder do Éter para destruir o Universo e fazê-lo voltar a ser pura escuridão. Enquanto Thor e Malekith brigam, Jane e Erik usam seus equipamentos científicos para lidar com os portais, e conseguem transportar Malekith e sua nave para o mundo sombrio no último segundo, onde o vilão é esmagado pela própria nave.

De volta a Asgard, Thor recusa o convite de seu pai para ser rei, dizendo que prefere continuar trabalhando para o reino fora do Trono. Quando ele deixa a sala do trono, a imagem de Odin se desfaz e é revelado que Loki se apoderou do trono.

Em uma cena em meio aos créditos, Volstagg e Sif visitam O Colecionador (Benicio del Toro) e confiam o Éter a ele, afirmando que, como o Tessaract já se encontra em Asgard, manter duas joias do infinito tão próximas seria perigoso. Quando eles deixam o local, o Colecionador afirma: "Uma já foi, faltam cinco". Na cena pós-créditos, Thor e Jane se reencontram na Terra.[5] [6]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Participações Especiais[editar | editar código-fonte]

  • Chris Evans como Capitão América, na verdade, parte de uma série de imitações rápidas que Loki faz logo ao ser libertado por Thor. A voz de Tom Hiddleston foi sincronizada com a boca de Chris na curta aparição que ele faz no filme.
  • Benicio Del Toro como Taneleer Tivan / Colecionador, em uma cena em meio aos créditos
  • Ophelia Lovibond como a Ajudante do Colecionador, em uma cena em meio aos créditos

Produção[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

"Quando voltei para fazer Os Vingadores, eu já tinha feito F. Scott Fitzgerald (Meia-Noite em Paris), Capitão Nicholls (Cavalo de Guerra) e Freddie Page (Deep Blue Sea) e quando voltei a ser o Loki foi tipo "E aí, cara, como vai?".

Tom Hiddleston, sobre o retorno para o personagem Loki em Os Vingadores e Thor 2.

Em abril de 2011, antes do lançamento de Thor (2011), o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige declarou depois de Os Vingadores (2012), "Thor vai ter uma nova aventura".[7] Feige declarou mais tarde: "Don Payne está trabalhando em idéias da história para uma parte dois. Temos várias opções com Ken Branagh para discutir a voltar, mas agora o foco é sobre o primeiro.[8]

Em junho de 2011, a Walt Disney Pictures define a data de lançamento para 26 de julho de 2013, com Chris Hemsworth reprisando seu papel como o herói-título. Também foi relatado que Kenneth Branagh não voltaria como diretor, mas provavelmente seria envolvido, contribuindo na produção.[9] No dia seguinte, a Marvel formalmente contrata Payne, um dos escritores creditados do primeiro filme, para iniciar o script da sequência.[10]

Em agosto de 2011, Brian Kirk entrou em negociações iniciais para dirigir a continuação.[11] O filme seria a primeira vez que Kirk dirige um filme de grande orçamento, depois de ter dirigido a série Showtime para a BBC, e Game of Thrones da HBO. Idris Elba, que interpretou Heimdall no primeiro filme, afirmou que ele tinha planos para a sequência.[12]

Em setembro de 2011, Tom Hiddleston que interpreta Loki, confirmou que ele iria retornar na sequência, especulando que no filme, o seu personagem "tem que assumir a responsabilidade por aquilo que ele fez". Patty Jenkins, diretora de Monster lançado em 2003, entrou em negociações adiantadas com a Marvel Studios e Disney para dirigir o filme, depois de Kirk abandonou o projeto devido a pontos de atrito contratuais que surgiram durante as negociações.[13] [14] [15] Em 13 de outubro de 2011, a Disney mudou a data de lançamento do filme para 15 de novembro de 2013.[16]

Pré-produção[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2011, Jenkins saiu do projeto, citando "diferenças criativas".[17] Três dias depois, a revista The Hollywood Reporter informou que a Marvel estava olhando para Alan Taylor e Minahan Daniel como diretores para substituir Jenkins.[18] THR também informou que a Marvel estava no meio de contratação de um roteirista para reescrever roteiro de Don Payne e publicou uma lista de possíveis escritores, que consiste de John Collee, Robert Rodat e Avary Roger.[19] Em 24 de dezembro de 2011, Alan Taylor, mais conhecido por dirigir alguns episódios das séries da HBO, foi confirmado como diretor da sequência.[20] [21]

Em janeiro de 2012, Tom Hiddleston declarou que as filmagens está previsto para começar em Londres no verão de 2012.[22] [23] Também em janeiro, foi relatado que a Marvel Studios contratou o roteirista Robert Rodat para reescrever a sequência.[24] Logo depois Jaimie Alexander que interpretou Sif, declarou: "Eu tive poucas discussões sobre Thor 2. Definitivamente vou fazer parte do projeto, de modo que vai ser divertido. E nós temos Alan Taylor que vai dirigir, então estamos muito animados, quero ver o que ele trazer. Em maio de 2012, a Disney mudou-se a data de lançamento para o filme uma semana antes da data anterior a 08 de novembro de 2013.[25]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Thor: The Dark World foi lançado em 36 países no dia 1º de novembro, estreando nos Estados Unidos e Canadá somente no dia 8 do mesmo mês. Em 4 dias de exibição, o longa atingiu US$ 109,4 milhões.[26]

Fora da América do Norte[editar | editar código-fonte]

Em 30 de outubro de 2013, a abertura no meio da semana, o filme arrecadou US$ 8,2 milhões a partir de 33[27] , incluindo o Reino Unido e França, onde abriu mais elevado do que o seu antecessor.[28] Durante seus três primeiros dias, o filme arrecadou US$ 45,2 milhões,[29] e no final de semana, após a expansão para mais três territórios, totalizaram 109,4 milhões de dólares durante cinco dias, terminando em primeiro lugar em todos os 36 países.[29] Suas maiores aberturas foram registradas na China com US$ 21 milhões, Reino Unido, Irlanda e Malta com US$ 13,8 milhões e na França e na região do Maghreb com US$ 9,94 milhões.

No Brasil, a sequência de Thor arrecadou US$ 8,1 milhões, o que representa a quarta melhor estreia atrás da Inglaterra, França e México.[30]

A partir de 17 de novembro de 2013, The Dark World torna-se a terceira maior arrecadação internacional do Universo Marvel Cinematográfico depois de Os Vingadores e Homem de Ferro 3.[31]

Em 21 de novembro de 2013, o longa arrecada meio bilhão de dólares em bilheteria. Os países que impulsionaram o filme do herói da Marvel a ultrapassar os US$ 500 milhões foram os Estados Unidos (US$ 151 milhões), China (US$ 46,1 milhões), Rússia (US$ 33,6 milhões), Brasil (US$ 22,2 milhões) e México (US$ 20,9 milhões)[32] .

América do Norte[editar | editar código-fonte]

Thor: Dark World fez uma estimativa de US$ 7,1 milhões nas apresentações da noite de quinta-feira, mais do que o dobro do bruto da meia-noite de seu antecessor.[33] Na sexta-feira, o filme liderou as bilheterias com uma estimativa de US$ 31,6 milhões (incluindo ganhos na noite de quinta-feira), o que é 24% maior do que o bruto do filme original no dia de abertura.[34] De sexta a domingo o filme manteve-se no 1º lugar com US$ 85,7 milhões, o que representa um aumento de 30% no fim de semana de abertura do seu antecessor. [35] Esta foi a maior abertura de novembro para um filme distribuído pela Walt Disney Pictures, superando Os Incríveis.[36]

Em sua segunda semana de exibição nos Estados Unidos, o filme do herói da Marvel continuou liderando em arrecadações. Foram US$ 38,4 milhões, fazendo com que o longa somasse US$ 147 milhões em bilheteria nos Estados Unidos e Canadá, 23 milhões de dólares a menos que seu orçamento. [37]

Lançamento em vídeo[editar | editar código-fonte]

Thor: O Mundo Sombrio foi lançado em DVD, Blu-Ray e Blu-Ray 3D no Brasil no dia 19 de fevereiro de 2014, distribuído pela Walt Disney Home Video.[38]

Referências

  1. Thor: The Dark World (2013) - Box Office Mojo (em inglês). Box Office Mojo. Página visitada em 11 de fevereiro de 2014.
  2. Belloni, Matthew (2011-12-24). 'Game of Thrones' Director Alan Taylor Chosen for 'Thor 2'. The Hollywood Reporter. Página visitada em 2011-12-26. Cópia arquivada em 2011-12-26.
  3. ‘Thor: The Dark World’ Official Synopsis Released. StitchKingdom.com (October 12, 2012). Página visitada em October 12, 2012. Cópia arquivada em September 19, 2013.
  4. Marcelo Hessel (09 de Janeiro de 2012). Thor 2 já tem previsão de filmagens (em Português).
  5. CraptainAmerica (22 de outubro de 2013). SPOILER: THOR: THE DARK WORLD Mid-Credit & After-Credit Scenes Revealed. Comic Book Movies. Página visitada em 2 de novembro de 2013.
  6. Notes, Jason (23 de outubro de 2013). SPOILER ALERT! Reports Of 'Thor: The Dark World' Post-Credit Sequences Emerge. ScienceFiction.com. Página visitada em 3 de novembro de 2013.
  7. Jim Vejvoda (19 de abril de 2011). Marvel: What's Next After Avengers?. IGN. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  8. Jen Yamato (1 de maio de 2005). Chris Hemsworth and Co. on Avengers Ego-Clashing and Thor Sequel Plans. Movieline. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  9. Mike Fleming (30 de junho de 2011). Marvel And Disney Setting ‘Thor 2′ For Summer 2013; Chris Hemsworth’s Back But Kenneth Branagh Won’t Return. Deadline. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  10. Mike Fleming (1 de julho de 2011). ‘Thor 2′ To Be Scripted By Don Payne. Deadline. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  11. Hell Benders (4 de agosto de 2011). Brian Kirk está negociando para dirigir "Thor 2". O Vício. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  12. Mike Fleming (30 de agosto de 2011). Marvel And Disney Setting ‘Thor 2′ For Summer 2013; Chris Hemsworth’s Back But Kenneth Branagh Won’t Return. Deadline. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  13. Patty Jenkins negocia direção de próximo Thor. Cine Click (30 de setembro de 2012). Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  14. Marcelo Hessel (29 de Setembro de 2011). Patty Jenkins assume que está negociando para dirigir o filme. Omelete. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  15. Redação (22 de setembro de 2011). Marvel negocia com diretora de "Monster" para assumir "Thor 2". Mundo POP. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  16. Kim Masters (13 de outubro de 2012). Official: Disney's 'Lone Ranger' Sets May 31, 2013 Release Date. Arquivado. Clique AQUI para o original. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  17. Wanderley Teixeira (7 de dezembro de 2011). Patty Jenkins abandona o comando de Thor 2. E agora, quem vai dirigir?. Cinema com Rapadura. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  18. Natália Bridi (10 de dezembro de 2011). Diretores disputam vaga deixada por Patty Jenkins. Omelete. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  19. Borys Kit e Kim Mestres (12 de setembro de 2011). 'Thor 2' Closing in on New Director and Writer (Exclusive). The Hollywood Reporter. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  20. Heitor Valadão (25 de dezembro de 2011). Alan Taylor é o novo diretor de THOR 2. Cinema em Casa. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  21. Matthew Belloni (24 de dezembro de 2011). 'Game of Thrones' Director Alan Taylor Chosen for 'Thor 2'. The Hollywood Reporter. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  22. Marcelo Hessel (11 de Janeiro de 2012). Thor 2 contrata roteirista de O Resgate do Soldado Ryan. Omelete. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  23. Jeremy Gordon (1 de outubro de 2012). Loki Will Keep People Guessing In 'Thor 2,' Says Tom Hiddleston. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  24. Empire. Robert Rodat vai reescrever Thor 2 - O escritor de O Resgate do Soldado Ryan aterra em Asgard. Zon - Lusomundo. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  25. Josh Wigler. Jamie Alexander Teases 'Thor 2' Romance, Possible 'Avengers' Appearance. Arquivado. Clique AQUI veja original. Página visitada em 12 de novembro de 2012.
  26. Bilheteria Mundial. VEJA, página acessada em 04 de novembro de 2013.
  27. Kay, Jeremy (31 de outubro de 2013). Thor 2 flies to $8.2m int'l start. Página visitada em 17 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2013.
  28. Finke, Nikki (31 de outubro de 2013). ‘Thor 2′ Begins International Rollout: Stronger Starts In UK & France Than First. Deadline.com. Página visitada em 17 de novembro de 2013.
  29. a b McClintock, Pamela (3 de novembro de 2013). Box Office: 'Thor: The Dark World' Opens to Huge $109.4 Million Overseas. Página visitada em 17 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2013.
  30. Bilheteria no Brasil. VEJA, página acessada em 04 de novembro de 2013.
  31. Arrecadação referente aos filmes do Universo Marvel Cinematográfico Box Office Mojo, página acessada em 18 de novembro de 2013.
  32. Bilheteria MundialVEJA, página acessada em, 21 de novembro de 2013
  33. ‘Thor: The Dark World’ Roars to $7.1M at Thursday Box Office. TheWrap.com (8 de novembro de 2013). Página visitada em 17 de novembro de 2013.
  34. Box office update: 'Thor: The Dark World' tops Friday with $31.6 million. Entertainment Weekly (9 de novembro de 2013). Página visitada em 17 de novembro de 2013 2013.
  35. Subers, Ray (10 de novembro de 2013). Título não preenchido, favor adicionar. Box Office Mojo. Página visitada em 17 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2013.
  36. Herndon, Jessica (10 de novembro de 2013). 'Thor: The Dark World' Bashes Box Office With $86M. ABC News. Página visitada em 17 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2013.
  37. Bilheteria Estados Unidos Terra, página acessada em 19 de novembro de 2013.
  38. Edições de Thor: O Mundo Sombrio já em pré-venda no Brasil E MUNDO! (em português). BJC (10 de janeiro de 2014). Página visitada em 29 de janeiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Thor: The Dark World