Tiarajudens

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaTiarajudens
Ocorrência: Pérmico Médio
Crânio de Tiarajudens eccentricus

Crânio de Tiarajudens eccentricus
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Synapsida
Ordem: Therapsida
Subordem: Anomodontia
Família: Anomocephaloidea
Género: Tiarajudens
Cisneros et al., 2011.
Espécies
  • T. eccentricus Cisneros et al., 2011.

Tiarajudens (Dente de Tiaraju) é um gênero extinto de Anomodontia herbívoro que viveu durante o período Permiano médio (Capitaniano) em São Gabriel (Rio Grande do Sul), Brasil. É conhecido a partir do holótipo UFRGS PV393P, um crânio quase completo. A espécie tipo Tiarajudens eccentricus foi nomeada em 2011.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Tiarajudens eccentricus

Tiarajudens é conhecida a partir de um crânio holótipo único fragmentado. O crânio é curto e robusto com cerca de 22,5 centímetros de comprimento. À primeira vista, as características mais proeminentes da Tiarajudens são os seus dois grandes dentes caninos em forma de sabre. Estes dentes são diferentes dos dentes dos dicinodontes, um grupo posterior de anomodontia.[2] 21 dentes de alta coroa estão presentes em ambos os lados da mandíbula superior, incluindo os incisivos em forma de colher. Ainda, dentes em forma de molar no palato estão presentes[3] .

História[editar | editar código-fonte]

A espécie tipo de Tiarajudens eccentricus, foi descrita na revista Science em 2011. Foi nomeado por Juan Carlos Cisneros, Fernando Abdala, S. Bruce Rubidge, Paula Camboim Dentzien-Dias e Ana de Oliveira Bueno. O crânio foi encontrado em depósitos do Permiano Médio. Paleontólogos encontraram o local usando fotografias de satélite do Google Earth.[4] A localidade, situada no distrito de Tiaraju, em São Gabriel (Rio Grande do Sul), foi identificada como uma clareira em uma área densa vegetação. O grau de erosão e as cores das rochas eram uma indicação da idade da localidade e da probabilidade de preservação de fósseis.

Filogenia[editar | editar código-fonte]

Cladograma por Cisneros, 2011:[1] .

Therapsida

Tetraceratops




Raranimus




Lycosuchus





Biarmosuchus




Gorgonops



Herpetoskylax







Estemmenosuchus




Tapinocaninus




Titanophoneus



Syodon





Anomodontia

Biseridens



Anomocephaloidea

Tiarajudens



Anomocephalus





Galechirus


Venyukovioidea

Otsheria




Suminia



Ulemica






Patranomodon




Galeops




Eodicynodon




Diictodon



Robertia














Paleobiologia[editar | editar código-fonte]

Os dentes de sabre do Tiarajudens são únicos entre os Anomodontia, um grupo de terapsídeos totalmente herbívoros. Apesar dos caninos grandes serem freqüentemente encontrados em carnívoros, os dentes do Tiarajudens indica que era um herbívoro. Tiarajudens é um dos primeiros herbívoros a possuir caninos em forma de sabre; conhecidos como os mais velhos herbívoros com dentes de sabre, eram sabres grandes como no mamíferos extintos, como Titanoides, que viveu cerca de 60 milhões de anos[5] [2] Os dentes são ainda maiores do que os do Inostrancevia carnívoros terapsida, um dos maiores membros dos Gorgonopsia, um grupo caracterizado pela presença de caninos longos[2] . Os caninos grandes Tiarajudens provavelmente foram utilizados como defesa contra predadores ou como um meio de lutar por seus companheiros mamíferos vivos, como o veado almiscareiro que usa seus dentes de sabre para esses fins.[2] Os dentes palatinos são largos e têm evidência de desgaste nas coroas, o que mostra que eram utilizados para consumir plantas fibrosas. Essa variação na forma do dente, conhecida como dentição heterodonte, é comum em mamíferos modernos. Enquanto a maioria dos outros terapsídeos do Permiano tinha dentições de tipo homodonte (dentes da mesma forma), Tiarajudens é um dos primeiros terapsídeos em ter uma dentição heterodonte[1] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Cisneros, J.C.; Abdala, F.; Rubidge, B.S.; Dentzien-Dias, D.; Bueno, A.O.. (2011). "Dental Occlusion in a 260-Million-Year-Old Therapsid with Saber Canines from the Permian of Brazil". Science 331: 1603-1605. DOI:10.1126/science.1200305.
  2. a b c d Harmon, K. (25 March 2011). What was a South American herbivore doing with saber teeth? Observations Scientific American. Visitado em 25 March 2011.
  3. Viegas, J.. "Saber-Toothed Vegetarian Had Threatening Mouthful", 24 March 2011. Página visitada em 25 March 2011.
  4. Choi, C.Q.. "Odd Ancient Beast Was Saber-Toothed Vegetarian", 24 March 2011. Página visitada em 25 March 2011.
  5. Handwerk, B.. "Odd Saber-Toothed Beast Discovered—Preyed on ... Plants?", 24 March 2011. Página visitada em 24 March 2011.