Timemania

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Túlio (ex-volante do Botafogo), Lula e Bebeto de Freitas, quando presidente do clube carioca, durante cerimônia de assinatura do decreto que regulamenta a Timemania.

Timemania é um jogo de loteria organizado pelo Governo Federal. É a segunda maior loteria do Brasil, perdendo apenas para a Mega-Sena.

Objetivo[editar | editar código-fonte]

A Timemania foi criada para ajudar os clubes participantes a pagarem as suas dívidas com o governo brasileiro. Do total arrecadado, os clubes recebem 22% que são destinados ao pagamento de dívidas com o INSS, FGTS, Receita Federal e outros impostos devidos à União.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

A timemania funciona como a Quina, porém em vez de escolher 5 numeros para acertar os 5, escolhe 10 para acertar 7, alem de ter um sorteio separado onde sorteia um time.

Probabilidade de acerto[editar | editar código-fonte]

A probabilidade de acerto é:

  • Time do Coração: 1 chance em 80
  • 3 números: 1 chance em 29
  • 4 números: 1 chance em 276
  • 5 números: 1 chance em 5.220
  • 6 números: 1 chance em 216.103
  • 7 números: 1 chance em 26.472.637

Distribuição da arrecadação[editar | editar código-fonte]

A quantia arrecadada nas apostas é distribuída da seguinte forma[1] :

  • 46% - Apostadores vencedores
  • 22% - Clubes que aderiram à loteria
  • 20% - Manutenção do serviço
  • 3% - Projetos esportivos na rede de educação básica e superior e para ações dos clubes sociais
  • 3% - Fundo Penitenciário Nacional
  • 3% - Santa Casa da Misericórdia
  • 2% - Lei Agnelo/Piva
  • 1% - Seguridade social

Clubes participantes[editar | editar código-fonte]

No total, 80 clubes participam da Timemania. Vinte da Série A e vinte da Série B do Campeonato Brasileiro, sendo que as restantes vagas são para clubes com maior número de títulos do Campeonato Brasileiro (Série A, B ou C), de estaduais, Taça Brasil ou Copa do Brasil. Têm também direito a participação clubes que tenham disputado, no mínimo, sete edições da Série A e de, no mínimo, cinco edições da Série B do Campeonato Brasileiro[2] .

O governo impôs ainda algumas regras para as inscrições. Os clubes deverão publicar balanços financeiros e os dirigentes não poderão ter nenhuma condenação por crime doloso.

Contudo a participação é voluntária, cabendo a cada clube apto a decisão de participar ou não.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. TIMEMANIA.
  2. Ministério divulga participantes da Timemania (23 de Agosto de 2007). Página visitada em 24 de Agosto de 2007.