Titanotylopus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde novembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaTitanotylopus
Camelidae - Titanotylopus.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Camelidae
Género: Titanotylopus

Titanotylopus é um gênero extinto de herbívoros terrestres. O camelo gigante (Titanotylopus nebraskensis), que viveu entre o Mioceno e o Pleistoceno e era endêmico do continente norte americano. Os fósseis foram encontrados no Texas, Kansas, Nebraska, Colorado e Arizona, foi um parente das espécies de camelos atuais, a sua extinção do Pleistoceno se deve há predação humana.

Aparência[editar | editar código-fonte]

Titanotylopus possuíam membros longos e fortes, uma caixa craniana relativamente pequena, e uma encosta convexa entre os olhos. Sua altura média era de 3,5 metros (11 pés), e seu peso médio era de 2000 kg, sendo assim o maior membro da família Camelidae já descoberto.

Como camelos modernos, que possuía uma corcova para o armazenamento de gordura; prova disso é fornecida pelos espinhos neurais nas suas vértebras torácicas. Além disso, ao contrário do camelo moderno, o camelo gigante não tinha vacuidades lacrimal: não podia chorar.

Ícone de esboço Este artigo sobre Paleontologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.