Anexo:Lista de personagens da Turma da Mônica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Titi (Turma da Mônica))
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este anexo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Turma da Mônica, ou Turminha, mora no fictício "baimoeiro". Em 2011, em uma conversa pela internet, o desenhista Maurício de Sousa revelou que o bairro do Limoeiro foi inspirado no bairro do Cambuí, na cidade de Campinas, bairro no qual o desenhista morou durante alguns anos[1] . Inicialmente, o bairro da Turminha se chamava "Bairro do Tamarindeiro". Nas historinhas atuais, há várias referências a esse bairro. É possível que o nome tenha mudado porque a primeira árvore que nasceu lá foi um limoeiro. Ela está lá até hoje, como mostrado na história "Pega pra mim?". É um local com muitas plantas e árvores, um campinho (onde os meninos brincam), um lixão, outrora muito visitado pelo Cascão (que não vai mais lá pois o lixão transmite muitas doenças), e quase nenhum asfalto. Mônica é conhecida pelos meninos como a "dona da rua", título que Cebolinha tenta usurpar com "planos infalíveis".

Protagonistas[editar | editar código-fonte]

  • Mônica -(1963) É uma Menina meiga, mas se algum menino a irritar, ela da uma coelhada principalmente em Cebolinha e Cascão.Sua melhor amiga é a Magali, sempre usa um vestidinho vermelho.Seu verdadeiro nome é Mônica Moreira de Sousa.Ganhou sua própria revista em maio de 1970.Foi criada em 1963.
  • Cebolinha -(1960) É um menino que troca o R pelo L, vive levando coelhada da Mônica, gosta de dar nós nas orelhas do coelhinho da Mônica e fazendo desenhos dela, seu melhor amigo é o Cascão.Seu verdadeiro nome é Cebolácio Jr. Menezes da Silva ou Lúcio Jr. Menezes da Silva.Teve sua revista em 1973.Foi criado em 1960.
  • Cascão -(1961) É um menino sujinho pois ele não gosta de tomar banho, namora a Cascuda, sempre estraga os planos infalíveis do Cebolinha, seu melhor amigo é o Cebolinha.Seu nome verdadeiro é Felipe Marques de Araújo ou Cassio Marques de Araújo.Ganhou sua própria revista em 1982.Foi criado em 1961.
  • Magali -(1963) É uma menina comilona, sua fruta predileta é melancia, usa um vestido amarelo porem antigamente era verde.A melhor amiga dela é a Mônica, namora o Quinzinho.Seu verdadeiro nome é Magali Fernandes de Lima Moraes.Ganhou sua revista em 1989.Foi criad

Crianças do Bairro do Limoeiro[editar | editar código-fonte]

  • Franjinha (1959) - O cientista mirim da turma que possui o cabelo loiro com uma franja escura. Originalmente era o protagonista das tirinhas antes mesmo do surgimento de Mônica e Cebolinha, sendo o dono do cachorrinho Bidu além de ter sido mais gordo em suas primeiras aparições. No começo Franjinha não era gênio, sendo apenas um menino encrenqueiro que convivia com seus amigos no bairro do Limoeiro. Após o surgimento de novos personagens ele chegou a ser esquecido durante algum tempo, mas depois voltou nos gibis ocupando o lugar de gênio que pertencia a Zé Luis. Após se tornar cientista ele passou a ganhar tanta importância quanto os protagonistas os ajudando e também as vezes causando problemas com suas invenções malucas. Quando Marina foi introduzida a primeira vista passa a se apaixonar por ela permanecendo com esse amor secreto desde então algumas vezes chegando a ser recompensado.
  • Xaveco (1963) - É um menino loiro e de pouca sorte que é amigo do Cebolinha. É considerado o garoto menos popular e de baixa carisma a ponto de frequentemente ser atormentado pelos protagonistas (de preferência o Cebolinha) que o rejeitam por ser um "personagem secundário". É um dos garotos que mais estão presentes nos planos infalíveis para derrotar a Mônica geralmente servindo de cobaia juntamente ou no lugar de Cascão. Durante algum tempo Xaveco junto de Denise passou a ganhar mais foco protagonizando histórias próprias sem perder a fama de ser secundário. Tem como irmã mais velha Xabéu e possui os pais divorciados. Até os fatos ocorridos na história "Barraco entre Famílias" seus pais estavam juntos e Xaveco e sua família acabam por ganhar uma mansão que fica de posse da mãe de Xaveco enquanto o pai fica com a velha casa no bairro do Limoeiro.
  • Zé Luís (1962) - Um dos mais velhos da turma, de óculos grossos e que teve muitas aparições nas primeiras tiras. Originalmente surgiu como o intelectual da turma, mais velho e estudioso sempre servindo como o gênio no clube dos meninos. A princípio ele chegava a tratar e chamar Mônica como sua irmã, mas com o tempo ele passou a chamá-la apenas de vizinha, separando-se de sua árvore genealógica. Ele junto do Cascão era o principal coadjuvante do Cebolinha nas primeiras tiras de jornal, porém foi substituído por Franjinha nos gibis que acabou por ser o novo gênio e cientista da turma. Desde então Zé Luís passou a ser um personagem secundário de poucas aparições, passando a ser um dos que menos aparecem em histórias atuais.
  • Anjinho (1965) - O anjo da guarda do bairro do Limoeiro. Ele é um garoto que foi mandado dos céus com a missão de proteger Cebolinha e seus amigos, a princípio tendo sido um anjo muito arteiro. Quase sempre ele tende a ser a voz da razão, mas muitas vezes é ignorado e acaba por sofrer em suas tentativas de salvamento das crianças sempre salvando as crianças, mas no final nunca sendo recompensado e as vezes até atormentado algumas vezes a ponto de se apanhar. Por conta disso muitas vezes ele se mostra nervoso e estressado facilmente perdendo a paciência e gritar, apesar dele ser um anjo. Já foi revelado uma vez dele ser assexuado por conta da mitologia dos anjos embora pareça um garoto. Em algumas histórias antigas é mostrado que se ele não cumpre com seu dever de anjo da guarda ele é capaz de ser castigado, uma vez chegando a virar um garoto humano, mas isso passou a ser ignorado em histórias recentes. Em uma história não canônica foi mencionado que somente crianças podem enxergá-lo, porém este fato passou a ser ignorado pelo fato de os adultos também o enxergá-lo.
  • Denise (1989) - É uma garota amiga de Mônica e Magali, mas que por vezes também é amiga e cúmplice da Carminha Frufru. Originalmente era uma figurante nas histórias que vivia aparecendo em várias histórias com as meninas da turma e nunca tinha seu visual definido já sendo loira, ruiva, morena, com olhos azuis e diversos vestidos. É revelado em uma história "O Concurso das Denises", que o motivo disso acontecer é que a Denise era interpretada por várias atrizes nas histórias que simplesmente desistiam da vaga facilmente, no entanto ainda na mesma história passa a ser definida a Denise atual de cabelos castanhos e vestido roxo. Durante algum tempo ela junta de Xaveco passaram a se destacarem mais nas histórias ganhando personalidade de uma menina atrevida e fofoqueira que adora esnobar suas amigas, constantemente sendo sarcástica. Por essa razão ela aparenta gostar do Xaveco, mas nada confirmado como um namoro como Mônica e Cebolinha.
  • Dudu (1989): Primo e vizinho da Magali, que é claramente o oposto dela: um menino que detesta comer, mas que mesmo assim come algumas vezes. Tem 5 anos. Está sempre perseguido pelos pais para comer mesmo lanches como pizza e cachorros-quentes, mas sempre dá um jeito de enrolar e não comer. Antigamente se desconhecia seu parentesco com a Magali tendo apenas tido como um amigo dela até ser revelado por Denise (mais precisamente em 2003) que o pai da Magali era irmão da mãe dele. Muitas vezes ele se demonstra ser mimado e egoísta muitas vezes irritando seus amigos, de preferência o Cebolinha. Também é dono de uma inteligência invejável (e cômica) para sua idade.
  • Marina (1995): Baseada em uma filha homônima de Mauricio, assim como Mônica, Magali e Mariângela (Maria Cebolinha) assim como sua inspiração, tem uma exímia habilidade de desenhar e, mesmo no gibi é filha do Mauricio, de quem ganhou um lápis mágico que é capaz de dar vida aos desenhos e, que já lhe causou inúmeras encrencas, principalmente porque vive perdendo este, mas quando necessário, faz uso de uma borracha mágica para apagar os erros cometidos. Ela parece ser bem amiga do Franjinha, que é apaixonado por ela. Tem um medo tremendo de cachorros, especialmente do Monicão.
  • Do Contra (1994): O personagem Do Contra, a exemplo de outros personagens da Turma, é baseado em um filho de Maurício, homônimo ao pai. O personagem possui uma "aura" de contradição que, aparentemente funciona com animais, diz amar a Mônica mas o Cebolinha já conseguiu fazê-lo participar de um plano infalível, indiretamente. Nas historinhas ele é irmão mais velho de Nimbus, que também é baseado em um dos filhos do Mauricio, Mauro. Na Infância, o Mauricinho costumava ter alguns hábitos estranhos, como mostra o "Mônica 40 anos", ele comia arroz com melancia e não torcia para o Brasil nas Copas. Do Contra demonstra gostar da Mônica. Tanto que em uma historinha ele se declarou, mas Mônica não sabia se ele estava falando ao contrário ou de verdade.
  • Carminha Frufru (1990) - Uma garota rica, metida e um tanto esnobe. É alvo de paixão de quase todos os meninos do bairro e se mostra como uma rival pra Mônica e suas amigas. Muitas vezes incomoda a Mônica a desprezando embora em casos raros elas demonstrem amizade. Sua melhor amiga é a Denise que muitas vezes age como sua cúmplice apesar dela também ser amiga da Mônica. Nunca foi vista namorando ninguém apesar de algumas vezes ser vista junta dos garotos galãs do bairro.
  • Jeremias (1960) - Por muito tempo, foi o único menino negro da turma. Sempre usa boné pensando que era para esconder o fato de que ele é careca, embora todos saibam disso; mais tarde foi revelado que o boné era de um avô. Assim como Franjinha e Titi, ele é mais velho que os personagens principais da Turma e hoje faz parte da Turma do Bermudão. Hoje, ele é pintado de marrom, mas antigamente (mais precisamente no anos 1970) ele era pintado de preto. Seu tataravô, o príncipe Jeremim, foi trazido para o Brasil na época da escravidão e ajudou inúmeros escravos a fugir.
  • Maria Cascuda (1975) Chamada somente de Cascuda na maioria das vezes, é a namorada do Cascão. Nas primeiras histórias era uma garota sujinha, exatamente uma versão feminina do Cascão, mas com o tempo ela foi passando a ser uma garota limpa e correta. Muitas vezes ela demonstra não suportar o hábitos de seu namorado, embora que no fim eles sempre se entendam. Ela também é vista andando com outras meninas como Mônica e Magali e como elas também não gosta da Carminha Frufru. Seu nome verdadeiro é Maria Cassandra.
  • Quinzinho (1989) Namorado da Magali. Trabalha com os pais em uma padaria e sempre leva alguns quitutes para ela. Ele, por namorar a Magali, é alvo dos ciúmes do Mingau e do Dudu, uma vez em que a Magali dá mais atenção a ele do que a eles. Seu pai, o Seu Quinzão não aprova seu namoro, pois pensa que isso um dia o poderá levar a falência. Porém, ele acaba sempre cedendo à felicidade do filho, e o deixa continuar o namoro.
  • Humberto (1960) - Não fala, pois nasceu com um tipo raro de paralisia cerebral, mas escuta tudo perfeitamente, contrariando uma recente citação de ser surdo. Comunica-se com a linguagem de sinais, que é representada por um balão de fala em formato de mão - ou por meio de murmúrios "hum-hum" na tentativa de se expressar verbalmente com quem estiver próximo a ele. Quando alguém pergunta algo a ele, nem sempre entende a resposta.
  • Titi (1960) - Timóteo, chamado pela Turma de Titi, é um menino dentuço como a Mônica, vive dando em cima de outras garotas apesar de ter uma namorada, a Aninha. Recentemente, passou a integrar a Turma do Bermudão. Se sente excluído da turminha, às vezes.
  • Aninha (1970) - Namorada do Titi. Muito ciumenta, odeia quando o namorado paquera outras garotas e faz o maior escândalo quando o pega no flagra ou vê pistas de suas paqueras, mas sempre se reconciliam. Na Turma da Mônica Jovem, as coisas parecem se inverter, e Titi é quem demonstra sérios ciúmes dela, como visto no Turma da Mônica Jovem Nº12.
  • Maria Cebolinha -(anos 70) Irmã caçula e mimada de Cebolinha, o centro das atenções na casa é amada por todos.
  • Xabéu (1989) A irmã mais velha de Xaveco, não gosta muito das brincadeiras do irmão, pois se acontece algo mais grave, ela acaba levando a culpa. Seu nome completo é Xabéu Lorota. A princípio deveria ser Loreta, mas o escrivão se enganou. Ela é uma adolescente cheia de atitude, roqueira, tem uma tatuagem no braço direito e não gosta de se misturar com meninas fúteis e patricinhas. Xabéu, por ser bonita, faz todos os meninos do bairro se apaixonarem por ela. Ela também trabalha como babá da turma (Dudu, Cebolinha, Mônica, etc.) de vez em quando para juntar uma graninha. Ela substituiu o irmão do Xaveco que ele havia mencionado numa tira, mas nunca apareceu. Xabéu é loira, geralmente está de rabo de cavalo, e quase sempre traja um jeans azul claro.
  • Manezinho -(1960) É um garoto descendente de portugueses e um dos amigos do Cebolinha. Ele apareceu nas primeiras histórias, mas depois desapareceu por vários anos até retornar como secundário, revelando estar fora do Brasil. Assim como Franjinha, Titi e Jeremias ele se torna membro da Turma do Bermudão ganhando mais importância. Mais tarde é revelado que ele tem um irmão mais novo António Alfacinha. Atualmente não tem feito mais aparições nas revistas.
  • Nimbus (1994) - Este, que é o irmão mais novo de Do Contra, também é baseado em um filho de Mauricio, Mauro. É muito amigo do Cascão por possuir medo de trovões, mas, não de água. Sabe fazer a previsão do tempo e truques de magia, o que às vezes o metem em sérias enrascadas e que também agrada as meninas.
  • Bloguinho (2004) - É o irmão mais novo do Teveluisão. Um garoto que assim como seu irmão é obcecado por televisão ele é obcecado por computadores. É um dos mais espertos da turma depois do Franjinha e Zé Luís, sabendo inúmeras coisas sobre computadores e internet. Frequentemente fala em internetês tendo sempre suas falas em negrito e uma legenda de cada palavra que ele diz. Seu cabelo é igual ao de seu irmão, porém com uma "anteninha" com um @ no topo.
  • Dorinha (2004) - É uma menina cega, que desenvolveu seus outros sentidos (como o olfato, audição e tato) e usa-os em suas brincadeiras. Tem como cão-guia o labrador Radar, e usa sempre uma bengala. Apesar de cega, participa ativamente das brincadeiras com os demais personagens, sem restrição nas suas atividades. Está sempre por dentro das novidades da moda.
  • Luca (2004) - Seu apelido é Da Roda por andar em cadeira de rodas, mas nem por isso deixa de se comportar como uma criança normal. Sua cadeira (motorizada) tem funções especiais criadas pelo Franjinha. Seu nome de trabalho era "Paralaminha" (referência a Herbert Vianna de Os Paralamas do Sucesso)e no início tinha o apelido de "Da Roda". Ele sabe nadar muito bem e é um ótimo jogador de basquete. As meninas o consideram o "maior gatinho", como a Mônica. Ele aparece no filme Turma da Mônica - O Filme: Uma Aventura no Tempo
  • António Alfacinha (2007) - É o irmão caçula de Manezinho também vindo de Portugal e que veio morar no Brasil. Ele frequentemente fala com seu sotaque português e é um grande amigo de Cebolinha, pois como seu irmão diz "Verdurinhas se entendem!". Ele também tem um amor platônico pela Mônica chegando até a ter rivalizado com o Cebolinha por isso. Aparentemente ele é chamado de alfacinha por causa de sua ascendência lusitana. Atualmente não tem feito mais aparições nas revistas.
  • Teveluisão (1963) - O nome já diz tudo: é um menino que adora ver televisão. Ele é irmão do Bloguinho, e participa de histórias que levam as crianças a ver que o mundo é bem mais legal do que ficar trancafiado em casa apenas assistindo televisão. Em uma revista do Cebolinha mostra ter uma certa paixão por Dorinha.
  • Louco -(1973) O nome já diz ele é LOUCO, e faz coisas absurdas. Aparece mais nas histórias do Cebolinha a qual é a principal vítima de suas loucuras.
  • Nico Demo (1966) - O pestinha da turma. É um garoto levado com um humor sarcástico que tinha um cabelo em forma de chifres e roupas pretas bem formais. Frequentemente tenta ajudar as pessoas como um bom garoto, mas por azar sempre as prejudicando sem querer, em outras vezes ele se mostrava egocêntrico e egoísta, mas sempre se fazia do inocente. Suas histórias geralmente são mudas embora ele saiba falar, mas não com tanta frequência. Ele era considerado um personagem politicamente incorreto tanto que com a censura suas tirinhas deixaram de ser publicada logo no começo dos anos 70. Mesmo assim chegou a fazer aparições em antigos comerciais da Cica. O personagem só voltou a ser relembrado a partir da década de 2000 com relançamentos de suas tirinhas além de diversas participações especiais junto de outros "personagens esquecidos". Em 2009 voltou a ter seus quadrinhos publicados, mas foi por pouco tempo. Ele não é necessariamente um personagem da Turma da Mônica apesar do constante contato.
  • Niquinho - É um garoto bondoso oposto do Nico Demo. Ele apareceu durante as tirinhas dos anos 60 e 70, mas assim como muitos dos personagens ficou esquecido. Ele ainda estrelou um livro ilustrado lançado em 1966 chamada "A Caixa da Bondade". Em aparições mais recentes ele só apareceu em crossovers junto dos demais personagens antigos do Mauricio sem protagonizar nenhuma história.
  • Garotão (1962) - É um garoto gigante amigo do Cebolinha maior que a altura das nuvens. Nunca teve seu rosto mostrado além de pelo tamanho frequentemente era visto com brinquedos gigantescos. Inclusive já chegou a ser motivos de ciúmes do Cascão por achá-lo um substituto pra seu melhor amigo. Era muito visto nas primeiras tirinhas, porém foi esquecido com o tempo.
  • Boa Bola - Surgido nos anos 60 e deixado de lado nos anos 70, Boa Bola foi o primeiro personagem ligado ao futebol. Era irmão do Cascão, mas acabou esquecido com o tempo.
  • Tikara Sasaki (2008) - Personagem criado por Mauricio de Sousa para as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa. Já apareceu no gibi da Mônica nº18 – junho de 2008. Até hoje não reapareceu em nenhuma outra história. Ele é vizinho de Keika Takeda.
  • Keika Takeda (2008) - É a amiguinha de Tikara, que cujo nome significa "aquele que acrescenta bravura, pureza, integridade e honestidade". Também não apareceu novamente ainda e é vizinha de Tikara Sasaki.

Vilões[editar | editar código-fonte]

Vilões principais[editar | editar código-fonte]

  • Capitão Feio (1970) - O vilão que aparece mais nas historinhas. Ele quer sujar o mundo e fazer dele o seu parque particular de poluição e sujeira, além de querer que Cascão seja seu herdeiro, pois sabe que o garoto também adora sujeira. Cascão, apesar de em várias histórias, aparecer como fã do Capitão Feio, é contra sujar o mundo. Seu quartel-general se localiza embaixo do Parque da Mônica, lugar que o Capitão Feio odeia e que tenta destruir. Na Turma da Mônica Jovem, passa a se chamar "Poeira Negra" e torna-se mais poderoso. Foi revelado em Cascão Nº37/Janeiro de 2010/Editora Panini, que o Capitão Feio é tio do Cascão.
    • Seres do Esgoto - Os lacaios do Capitão Feio. São feitos de sujeira, e, no geral, são meio burrinhos. Só fazem o que o Capitão Feio manda, nada mais. Em algumas histórias eles demonstram serem sarcásticos e fazerem sua própria vontade.
  • Lorde Coelhão - Dono de um exército de coelhos androides, Lorde Coelhão era conselheiro do rei de Cenourando, e tentava casar com Mimi, princesa do planeta. Conta com uma nave gigantesca chamada "Nave Mãe" de onde comanda seu terrível exército. Tem ainda como aliado, o espião Zoiudo. Lorde Coelhão é um vilão inspirado em Darth Vader. Mas atualmente ele quer destruir o Planeta Terra. Lorde Coelhão fez sua 1ª aparição no longa-metragem de 1982 "As Aventuras da Turma da Mônica", A Princesa e o Robô, onde foi dublado por Arakén Saldanha. Recentemente, ele apareceu na Turma da Mônica Jovem.
    • Coelhóides - Integrava o exército do Lorde Coelhão. Existiam os Coelhoides do bem e do mal.
    • Zoiúdo - O lacaio do Lorde Coelhão, uma minhoca alada e um tanto puxa-saco. Desempenha atividades de investigação para seu mestre por todo o universo.
  • Prof. Spada/Dr. Spam - De um lado está o Professor Spada, que é um simpático professor e técnico em informática. Este, quando é atingido por um curto circuito, se transforma no diabólico Dr. Spam, que tem o poder de se dissolver fisicamente em informações digitais para assim invadir sistemas eletrônicos e navegar na internet como vírus/spam. O personagem foi baseado em mais um filho do Mauricio.
  • Tonhão da Rua de Baixo - O menino que espalha o terror nos garotos do Bairro do Limoeiro. Implicante, mal humorado e grosso frequentemente está atrás dos garotos (principalmente o Cascão), porém sempre perde uma briga pra Mônica. O motivo por ser chamado assim é por haver um outro valentão chamado Tonhão da Rua de Cima, que apareceu apenas na história "Tikara e Keika chegam ao Limoeiro". Em Turma da Mônica Jovem ele retorna como um jovem magro e atlético de cabelos compridos que passa a estudar na escola do Limoeiro sendo rival do Cebolinha.
  • Meninas do Bairro da Pitangueira - são as principais arqui-inimigas da turma que vivem no bairro das Pitangueiras. São formadas por :
    • Penha: Garota que apareceu primeiramente em “As meninas do bairro das Pitangueiras” em Mônica nº 14, na revista do Cebolinha nº 32 namorou com o Cebolinha e matou a Mônica de ciúmes e tem um “poder” conhecido como “Olhar de desprezo” Que pode deixar qualquer menina em depressão. Em sua aparição na Turma da Mônica Jovem é revelado que viajou para a França durante todos estes anos. Ela volta para tentar destruir a Mônica e seu relacionamento com Cebola, mas falha. possui um "olhar do desprezo", que, segundo Sofia "faz você se sentir um lixo, até que você concorde com ela".
    • Agnes: Garota que acha que sempre vai ficar doente e prende os passarinhos em gaiolas, como visto em “O sumiço dos passarinhos”. É órfã e vive com os fantasmas dos pais. Na Turma da Mônica Jovem é revelado que morreu de depressão por sentir-se só, e seu fantasma vagava por aí. Voltou após ser invocada por Penha para ajudar a derrotar a Mônica. Mesmo estando morta ainda possui pavor a sujeira. Foi derrotada por Ângelo (Anjinho), que a levou para o além dizendo que seu tempo na Terra já havia acabado.
    • Sofia: Garota mais gorda que a Mônica que quase nunca fala, fica quietinha lambendo o pirulito como em “ Tem uma pedra no meio do campinho”, é do bairro das Pitangueiras e quando a Mônica bateu nela, o coelhinho voltou para a própria mônica. Voltou na edição 51 da Turma da Mônica Jovem, após matricular-se no Colégio do Limoeiro. Mostra-se gentil e amiga, mas na verdade é uma espiã de Penha, infiltrada para espionar Mônica. Na edição 52, percebe que Penha nunca foi uma boa amiga e a trai, contando seus planos para Mônica e ajudando-a a vencer Penha. Não se sabe ainda se será personagem frequente da revista.
  • Doutor Olimpo - Principal vilão do Cascão (é interessante que todos os vilões têm o Cascão como alvo principal), mas esse, em vez de sujar o mundo, quer limpá-lo, incluindo o Cascão, o que faz de Olimpo um vilão.
    • Sapóleo - É o ajudante burro do Dr.Olimpo, que sempre leva culpa dos planos falhados. No começo, O Doutor Olimpo o chamava de Zé.
  • Cremilda e Clotilde (1982) - São um par de irmãs gêmeas, que assim como Dr. Olimpo são neuróticas por limpeza. No começo apareciam como babás do Cascão que viviam tentando lhe dar banho fracassadamente, sendo que posteriormente passavam a aparecer com mais frequência nas histórias do Cascão ainda querendo limpá-lo, sendo assim consideradas como vilãs do Cascão. No entanto ao contrário dos demais vilões da Turma da Mônica que possuem poderes e querem dominar o mundo, elas não são necessariamente más, apenas querem limpar o Cascão, porém são vistas com bastante frequência do lado de outros inimigos do Cascão como o Dr. Olimpo e o Capitão Feio, segundo elas numa tentativa de arranjar um namorado.
  • Bruxa Viviane - É uma bruxa que vive em uma caverna em baixo da Rua do Limoeiro. Ela sempre tenta dominar o mundo com os poderes da lua, sendo sempre atrapalhada por Magali. Aparenta ser jovem e é muito bonita. Tem um assistente gato chamado Boris. Aparece na TMJ 26, 27 e 28, onde está mais velha e tem uma filha chamada Ramona que adora plantas e a terra e não quer ser uma bruxa má como a mãe deseja. Menciona-se que o pai de Ramona foi para a selva Amazônica e adora plantas e terra como a filha. Na TMJ 26, 27 e 28, a bruxa Viviane tenta pegar as habilidades da turma para dar a filha para que ela se torne a maior bruxa de todos os tempos.
    • Bóris - O gato preto encantado ajudante da Bruxa Viviane. Ele na verdade é humano, mas prefere ser gato. Foi transformado em gato pela bruxa Viviane.

Vilões secundários[editar | editar código-fonte]

  • Capitão Picolé - Foi o primeiro personagem de Maurício de Souza, que o criou quando criança, ao ver que a turma ficou mais conhecida que ele, decidiu se vingar, levou toda a turma da Mônica para uma ilha em LOSTINHO - PERDIDO NOS QUADRINHOS e era o líder dos vilões em Os Doze Símbolos Natalinos.
  • Alienígenas do Planeta Tomba - São extraterrestres que vivem tentando "dominar" o planeta Terra. Já apareceram algumas vezes no gibi do Cascão e inclusive deixaram um clone em seu lugar. Eles compram presentes para tentar conquistar os terráqueos conforme disse Do Contra em uma das historinhas de Mônica Especial de Natal - n° 1 em que ele não acredita em Papai Noel. Apareceram mais fortes na Turma da Mônica Jovem 3.
  • Lobo Mau - Um lobo vilão dos contos de fadas que algumas vezes faz aparições nas histórias. Baseando frequentemente nas histórias dos contos ele é visto como um lobo guloso que apenas gosta de comer doces e capturar porquinhos. Por conta disso muitas vezes ele se encontra com Cascão achando ele ser um porquinho pela sua sujeira, ou então briga com a Mônica devido seu vestido vermelho a fazer lembrar Chapeuzinho Vermelho. Na história "Chapeuzinho Vermelho 2" ele foi atormentado pela Magali quando esta se tornou substituta da chapeuzinho e comeu todos os doces. Algumas vezes o Lobi da Turma do Penadinho também chega a ser considerado um lobo mau, mas no entanto existe uma organização de lobos maus como visto na história "L.O.B.O.S.".
  • Rei do Fogo/Pitoco - Um terrível deus pré-histórico, senhor das chamas e labaredas. É um vilão cruel e malvado. Sua primeira aparição foi no filme Uma Aventura no Tempo (2007). No filme, ameaçou incendiar a Aldeia de LEM, se a Thuga não fosse sua esposa.
  • Cabeleira Negra - Soberana de todos os piratas espaciais, extremamente linda, cruel e sedutora. Cabeleira Negra é uma mulher aventureira, corajosa e imbatível como espadachim. Sua maior paixão é saquear naves interplanetárias em busca de tesouros para aumentar a sua fortuna. A 1ª aparição foi no filme Uma Aventura no Tempo. No filme ela chegou a transformar o Cebolinha em rato, mas este foi salvo pelo Cascão. Recentemente, também apareceu na Turma da Mônica Jovem. Seu nome é Shirley. Na verdade é careca.
    • Piratas Siderais - Gangue de piratas mesquinhos, malvados e gananciosos do espaço sideral. Na verdade, são um bando de robôs, androides e alienígenas fora-da-lei que, no filme Uma Aventura no Tempo, agiam sob o comando da Rainha Cabeleira Negra.
  • Dente-de-Ouro - Bandeirante do mal, regenerado, que descobriu um amuleto mágico capaz de controlar a água. Assim como Deus do Fogo e Cabeleira Negra, sua 1ª aparição foi no filme "Uma Aventura no Tempo".
  • Bruxa Xanda - Bruxa que mora no Bairro do Limoeiro. Apareceu na revista Magali n° 24 (Editora Globo),na Cascão Nº 18 no final da história de de abertura e já transformou a Mônica numa gatinha na história de abertura da revista Mônica n° 19 (Editora Panini).
  • Lara e Luísa (2007) - São as sobrinhas da Cremilda e Clotilde. Também chamadas de Lá e Lú, elas também têm mania de limpeza (para azar e pavor do Cascão). Apareceu pela primeira vez na história "As Gêmeas Lá e Lú".
  • Cumulus, o homem-nuvem (2010) - Um homem que teve seu emprego perdido como homem-da-previsão-do-tempo na televisão por causa de Cascão, então ele fez uma poção que o transformou em vapor. Pesquisou sobre o passado de Cascão e resolve dar um banho nele, porém é impedido por um ventilador. Apareceu pela primeira vez na história "É o Cúmulo, Mesmo!".

Adultos[editar | editar código-fonte]

  • Seu Juca (1982) - Aparecia sempre de emprego novo nas historinhas da Turma e acabava enlouquecendo e fugindo quando Mônica e seus amiguinhos apareciam para "ajudar". E em cada "ajuda" Seu Juca acabava severamente encrencado e tinha como consequência principal nova demissão por justa causa (que de justa, pelo menos para ele, não tinha nada). De tanto perder empregos, ficou com medo da Turma e frequentemente é visto internado em hospícios, embora algumas vezes tenha escapado de enlouquecer. Uma vez já foi para roça do Chico Bento. Já exerceu inúmeras profissões, sendo limpador de muros e vidraças na sua primeira aparição (Cascão número 3, Abril).
  • Carmem da Esquina - É uma dona gordona e emburrada que usa um coque horrível no alto da cabeça e mora no casarão da esquina. Ela não precisa trabalhar porque é dona de metade das casas do Bairro do Limoeiro. Ela odeia crianças e principalmente a turminha. Por se tratar de uma personagem secundária, vive tendo se nome mudado, como Lurdes ou Estela.
  • Xavecão - É o pai do Xaveco e Xabéu Lorota. Ele e sua mulher são separados e moram em casas separadas, mas se dão bem. Está pouco adaptado a nova vida de solteiro e não sabe realizar as tarefas caseiras mais simples. Os filhos (Xaveco e Xabéu) sempre passam o final de semana em sua casa. compete com o pai do cebolinha e o pai do Cascão como o pai mais atrapalhado da turma da Monica.
  • Cecília e Durval - Pais do Dudu. A mãe, é dona de casa e tem como desgosto, tentar fazer o Dudu comer, mas sem grandes resultados e em uma de sua primeira aparições, foi chamada de Leonor. E o pai, de sobrenome Moreno, tenta ludibriar o garoto com as histórias mais absurdas. Ambos sofrem nas mãos do peste.
  • Carlos e Elza - Pais do Franjinha, conhecem e incentivam o gosto do filho pela ciência, embora não saibam o tipo de experiências que ele faz no laboratório, acreditando que ele apenas brinca com seus conjuntinhos de química. Ele é um advogado criminalista e ela é uma típica dona de casa.
  • Nimbão e Keiko - Pais dos irmãos Nimbus e Do Contra. O pai é meteorologista e a mãe é uma dona-de-casa.
  • Tiazinhas Politicamente Corretas - São "tiazinhas" que às vezes aparecem nas histórias. Elas sempre fazem críticas das historinhas da Turma. Elas mandam cartas ou falam com o pessoal do estúdio.
  • Seu Jura do Armazém - Ele é dono de um armazém. Nunca apareceu numa historinha, apenas foi mencionado várias vezes pelos personagens. Sua loja é apresentada na revista Mônica Nº35 - Aventuras das Arábias!, da Editora Panini.
  • Madame Creuzodete - É uma vidente que aparece de vez em quando no Bairro do Limoeiro dando previsões para os moradores, principalmente as crianças.
  • Mauricio de Sousa - É o criador da Turma da Mônica e o pai da Marina. Ele aparece diversas vezes nas histórias fazendo quebras da quarta parede se interagindo com seus próprios personagens. Muitas vezes ele é visto trabalhando no seu estúdio junto de vários outros desenhistas e por vezes personagens andando por lá.

Animais[editar | editar código-fonte]

  • Chovinista - É o porco de estimação do Cascão. Nas primeiras histórias era retratado sendo sujinho e tendo medo de água tal como seus dono, porém nas histórias atuais é um porco limpo que adora tomar banho mostrando ser tão esperto quanto um humano. Mesmo assim ele diferente dos demais personagens não demonstra querer dar banho no Cascão chegando até a protegê-lo de vez em quando. Diferente dos demais animais da turma ele não fala ou se comunica por pensamentos falando apenas "oic".
  • Floquinho - É o cachorro de estimação do Cebolinha. É um Lhasa Apso verde e coberto de pelos sem os rosto ou as patas visíveis e tendo o rabo similar a cabeça. As vezes ele é mostrado sendo capaz de guardar vários objetos dentro de seus pelos e até mesmo pessoas sendo muito maior por dentro dos pelos do que por fora, apesar de no episódio "Bichinhos sem Pelúcia" mostrar ele sem os pelos no lombo sendo magro com pernas finas.
  • Mingau (1987) - É o gato de estimação da Magali. É preguiçoso e folgado sempre armando brincadeiras com sua dona e sendo alvo de ódio do pai dela devido a sua alergia. Ele vem de uma família de 6 gatinhos que fora ele são na verdade 5 (Matias, Tita, Nestor, Lili e Percival) que são seus irmãos que ocasionalmente aparecem em algumas histórias. Ele rivaliza com o Dudu e também o Quinzinho na atenção da Magali. Assim como Bidu ele exibe uma inteligência descomunal chegando até a roubar cena de vez em quando embora diferente dele se comunique apenas por pensamentos.
  • Monicão (1994) - É o cachorro de estimação da Mônica. Ele é muito semelhante a dona tendo os mesmos cachos de cabelo e também sendo dentuço. Ele apareceu primeiramente como um presente dado pelo Cebolinha e o Cascão numa tentativa de fazer uma brincadeira com ela embora dando errado. Ele é muito agitado e brincalhão também tendo um gênio e força extremamente grandes como o de sua dona. Antes dele a Mônica já teve outro cachorro chamado Napoleão, porém ele desapareceu nas histórias com o tempo. Sua raça é desconhecida.
  • Napoleão - Era o cachorro de estimação da Mônica que apareceu nas primeiras histórias. Ele era um cachorro laranja e roliço com orelhas grandes e um focinho redondo. Assim como a dona ele era dono de uma imensa força. Desapareceu das histórias com o passar do tempo sendo mais tarde substituído pelo Monicão.
  • Radar (2013) - Cão-guia muito bem treinado da Dorinha, a personagem cega.
  • Rúfius - Cahamado de "o cão mais bravo da rua", Rúfius surge quando os meninos chutam a bola na casa onde ele mora. Diferente de outros personagens animais, ele não fala e não pensa, apenas rosna e late.

Personalidades da mídia[editar | editar código-fonte]

  • Ursinho Bilu - Personagem de revistinhas e programa de televisão - A Hora do Ursinho Bilu. As meninas os adoram falando que ele é cuti-cuti,os meninos também assistem, mas não com tanta frequência, em algumas histórias é motivo de gozação, mas todos gostam do Ursinho Bilu. É uma paródia ao Ursinho Pooh ou Ursinhos Carinhosos.
  • Capitão Pitoco - Personagem de gibi e programa de televisão, adorado pelos meninos do bairro. Tem superpoderes e um inimigo: Doutor Borboleta. Aparentemente, tem como maior fã, o Cascão. Em uma história de Natal recém-publicada, o ator que representa o Capitão se casou com uma tia do Cascão. É uma paródia do Superman e do Batman.
  • Montanha Suja - É um lutador que apareceu nas primeiras revistas do Cascão. Ele tinha esse nome por viver jogando "sujo" sempre perdendo as lutas e tendo como único fã o Cascão. Ele aparece em um dos episódios do desenho animado onde chega a se tornar um lutador correto, mas depois volta a lutar sujo pelo Cascão. Posteriormente foi retirado dos quadrinhos por ser um personagem incorreto e substituído por outros personagens no gosto do Cascão como Ursinho Bilu e Capitão Feio.
  • Tauó - Berro nas Estrelas - É uma paródia a série de filmes Star Wars - Guerra nas Estrelas. Comumente mencionada nos quadrinhos tem como maior fã o Cascão. A série também já foi parodiada pelos personagens em alguns episódios dos Clássicos do Cinema. Vários de seus personagens tem seus nomes parodiados como Luqui Iscaiualca, Darti Vesgo, Princesa Véia, além dos nomes dos filmes como "O Império Contra a Vaca" ou "O Retorno de Jegue".

Recorrentes[editar | editar código-fonte]

  • Robertinho - Considerado pela Mônica, Magali e por algumas outras meninas como o mais fofo do bairro, o moreno de cabelos lisos (às vezes crespos) é um garoto educado, e diferente de Fabinho ou Ricardinho, não é arrogante. Muitas vezes inventa desculpas ou situações para disfarçar suas intenções, por mais que boas.
  • Reinaldinho - Loiro de cabelos cacheados, é outro galã da turma que mora na rua de baixo. É do tipo mais tímido e introvertido, e assim como Robertinho, é um garoto meigo e simpático, apesar de perder a paciência com as tentativas constantes de algumas meninas (como a Mônica) em conquistá-lo (geralmente o envolvendo nas situações mais loucas). Apareceu pela primeira vez na história Como atravessar a sala, onde é chamado de Ronaldinho, e tem uma personalidade finesse combinada com um ressaltado jeito afeminado.
  • Fabinho Boa Pinta - Um menino muito bonito e arrogante que mora na "rua de cima". Seu nome verdadeiro é Fábio Palhares da Fonseca. Mônica é apaixonada por ele e conta isso apenas para Magali, mas a rua inteira já sabe. No filme Cine Gibi 3, ele era Ricardinho. Ele fez uma aparição na Turma da Mônica Jovem, onde estava tentando destruir a reputação da turma por ao longo dos anos ter sido excluído.
  • Ricardinho - Outro galã da turma, e outro alvo constante das paqueras da Mônica, apesar de tomar esse fato como vantagem, muitas vezes esnobando-a, ou mesmo provocando-a de alguma maneira. Ricardinho não é amigo de Cebolinha ou de Cascão, mas indiretamente já se juntou a eles algumas vezes para provocar a Mônica. Se faz presente em Cine Gibi 3, contendo as mesmas características de Fabinho (loiro de cabelo liso), o que gera algumas dúvidas sobre quem é quem, uma vez em que aparecem os dois em algumas histórias (como em "Mônica apaixonada não liga pra mais nada!"), Ricardinho é muito mencionado, e Fabinho faz uma breve ponta no final. Aparentemente os dois são bons amigos um do outro. Ambos ainda não fizeram nenhuma aparição em "Turma da Mônica Jovem".
  • Estrelinha Mágica (1970) - É uma estrela falante amiga de Mônica e sua turma. Ele teve sua primeira aparição na história "A Estrelinha Perdida" publicada em Mônica N°8 (Editora Abril) onde revela ter sido a Estrela de Belém e pede ajuda a Mônica e seus amigos para poder voltar no tempo e fazer seu papel na história que não tinha conseguido antes. Mais tarde a personagem só retornou em 1988 através do filme "A Estrelinha Mágica" que foi uma animação baseada na primeira história, mas com algumas alterações. Após esse filme a personagem fez tanto sucesso que chegou a ter um brinquedo feito pela Tectoy e voltou a aparecer em várias histórias dos quadrinhos até ser esquecida com o tempo.
  • Sereia do Rio - É um jovem sereiazinha que apareceu pela primeira vez na história "A Sereia do Rio" publicada em Mônica Nº9 (Editora Abril). Na sua primeira aparição ela havia sido pescada por Mônica e depois descoberta por Cebolinha que queria fazer dela uma grande estrela até Mônica por fim decidir soltar ela deixando-a livre. Mais tarde sua história passou no filme Mônica e a Sereia do Rio em 1987 que foi um sucesso fazendo a personagem retornar em algumas poucas histórias, porém sem ter uma aparência fixa constantemente mudando.
  • Bicho Papão - É um monstrinho filhote que apareceu em algumas histórias antigas da Turma da Mônica e no desenho animado. Ele é dócil e não assusta ninguém.
  • Leleala - A Legião dos Leitões Alados (Leleala) são 3 porquinhos anjos absolutamente anormais que estão aí para proteger qualquer animal que esteja em perigo. Nessa roubada já entraram o Chovinista, o Torresmo e o próprio Cascão. Fizeram sua estréia nos anos 90 na revista do Cascão. Eles voltam para as histórias na revista da Mônica nº3 da Editora Panini. Em Mônica 12 da Panini são revelados seus nomes: Pierre, Pablo e Sebastian.
  • Massaro Sasaki (1972) - É outro personagem descendente de japoneses. Ele apareceu primeiramente na revista Mônica nº31, no ano de 1972. Mais tarde ele apareceu num almanaque especial de esportes em 2002, e a seguir em 2008, na Mônica nº18, na 1ª revista de Tikara e Keika. É primo do Tikara, e diferente deste, não consegue falar sem ter um sotaque japonês.
  • Soninha - É a irmã caçula da Denise, apareceu na revista Magali N°19 (Editora Panini)- Julho de 2008 e foi falado na edição Mônica Nº16 (Editora Panini) - Abril de 2008.
  • Tati - Menina portadora de Síndrome de Down que fez uma participação especial numa revista do Você Sabia. Ela é muito positiva e amigável sempre a procura um mundo melhor.
  • André - Menino com autismo. Já saiu em um gibi antigo.
  • Boa-Bola - Jogador de futebol primo do Cascão. Foi o primeiro personagem representante de futebol da Turma da Mônica.
  • Alvinho - É o primo do Cascão sendo praticamente o oposto do mesmo. É neurótico por limpeza assim como o Dr. Olimpo e está frequentemente limpado as coisas além de demonstrar um tremendo nojo por sujeira. Aparecia bastante nas tirinhas antigas, mas ultimamente só fez uma aparição numa revista. Seu nome completo é Alvim Alvo Alvejante. Ele mora em Higienópolis.
  • Salsinha - Era o irmão bebê do Cebolinha que apareceu nos primeiros quadrinhos e tirinhas. Ele desapareceu com o tempo e depois foi substituído pela Maria Cebolinha.
  • Zé Munheca - Um sujeito muito avarento que faz questão de nunca querer gastar dinheiro com coisas caras. Apareceu nas tirinhas dos anos 60 e 70, mas assim como o Nico Demo foi esquecido por ser politicamente incorreto. Suas tirinhas eram geralmente mudas embora ele aparente ser capaz de fala. Voltou aos quadrinhos em 2009, mas por pouco tempo.
  • Os Amazônicos (2002) - São um casal de crianças indígenas que vivem em meio as matas indígenas. Eles foram criados pelo Mauricio com o propósito de formar uma franquia entre as crianças explorando a Amazônia além de um traço bem diferente dos demais personagens da Turma da Mônica.[2] No entanto o projeto não foi adiante embora os personagens chegassem a fazer aparições em imagens promocionais com os demais personagens da Turma da Mônica chegando até a aparecerem na revista Parque da Mônica N°42 (Editora Panini). Muitos chegam a confundi-los com outro personagem indígena da Turma da Mônica, Papa-Capim.
  • Os Souza (1968) - Era uma família típica de uma cidade grande que tiveram sua própria série de tirinhas nos anos 60. Seus personagens eram Seu Souza, sua esposa e seu irmão folgado Mano. As histórias giravam em torno do cotidiano trabalhador de Seu Souza e de seu irmão Mano que mora de favor na casa dele sendo desempregado e solteiro. Eles apareceram nas tirinhas dos anos 60 e 70 e também nos quadrinhos até o final dos anos 80. Em 2010 os personagens tiveram um relançamento das tirinhas em um pocket (renomeado como "Os Sousa") voltando assim a ser relembrados.
  • Rubão e Mariazinha (1984) - São um casal de namorados. Eles apareceram nas histórias durante os anos 80. Rubão era o namorado ciumento, machista e controlador, enquanto que Mariazinha era submissa a ele. As histórias deles giravam em torno do ciúme doentio de Rubão com Mariazinha e suas brigas sempre acabando com Rubão se saindo bem no final. Suas histórias deixaram de ser publicadas com o tempo devido os movimentos feministas na época fazendo eles pararem de ser publicados não mais voltando a ser lembrados desde então.

Sub-turmas[editar | editar código-fonte]

Além da turminha principal existem também algumas turmas derivadas, mas que mesmo assim continuem ligadas a Turma da Mônica. Entre elas:

Turma do Bermudão[editar | editar código-fonte]

É uma "turma" em que são: Jerê (Jeremias), Mané (Manezinho) e "Tigrão" (Titi). Quando o narrador diz seus nomes verdadeiros, eles sempre consertam. Na verdade, eles que inventaram essa turma. Nas primeiras aparições da turma, Franja (Franjinha) também aparecia como um dos membros.

Eles estão sempre por aí, usando bermudões, falando gírias de adolescentes e falando mal de quem é que está usando "shortinho" e fazendo coisas de nenem. Cebolinha e Cascão já tentaram entrar nessa turma, mas não deu muito certo.

Em contraponto a esta, tem uma "Turma do Shortinho", que seriam os garotos mais novos, que usam "shortinho", como o Cebolinha, Cascão, Xaveco, Dudu, Luca, dentre outros. Na revista Parque da Mônica em que eles apareceram no final, apareceu também a Turma da Calça Comprida formada por: Xábeu, Zé Luís e Jeremias, que agora faz parte da Turma do Bermudão.

Turma da Mônica Jovem[editar | editar código-fonte]

Um gibi mangá da Turma da Mônica Jovem lançado em agosto de 2008. Sucesso de vendas em bancas e também em livrarias. A Turma tem idade jovem/adolescente (provavelmente 15 anos) e retrata fatos normais na adolescência e juventude, além de aventuras fantásticas com temáticas voltadas ao público-alvo adolescente e na faixa dos 20 anos, como vilões de outras dimensões e aventuras no espaço.

Turminha Baby[editar | editar código-fonte]

Na turminha Baby, são colocados os principais personagens como bebês. Normalmente esta é uma forma usada mais para o merchandising do que para os quadrinhos, nos quais as versões baby são colocadas em edições especiais.

Referências