Tito Flávio Sabino (pai de Vespasiano)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tito Flávio Sabino foi um nobre romano, nascido do matrimônio entre Tito Flávio Petro, natural de Reate,[Nota 1] [1] e Tértula.[2] Assim como seu pai, trabalhou como coletor de impostos em várias cidades da Ásia, onde, segundo Suetônio, foram erigidas estátuas na sua honra, com a inscrição "A um coletor de impostos honesto".[1]

Posteriormente foi banqueiro na Helvécia, local no que faleceu. Com a sua esposa, Vespásia Pola, teve três [Nota 2] filhos: o cônsul Tito Flávio Sabino, o futuro imperador Vespasiano,[3] e uma menina, morta durante a sua infância.[carece de fontes?]

Notas e referências

Notas

  1. A moderna cidade de Rieti.
  2. O texto de Suetônio só menciona os dois filhos.

Referências

  1. a b Suetônio, A Vida dos Doze Césares, Vida de Vespasiano, 1.2 [em linha]
  2. Suetônio, A Vida dos Doze Césares, Vida de Vespasiano, 2.1
  3. Suetônio, A Vida dos Doze Césares, Vida de Vespasiano, 1.3

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências