Tito Okello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tito Lutwa Okello
Presidente de Uganda
Mandato 29 de julho de 1985 - 26 de janeiro de 1986
Antecessor(a) Bazilio Olara-Okello
Sucessor(a) Yoweri Museveni
Vida
Nascimento 1914[1]
Kitgum, Uganda
Morte 3 de junho de 1996 (82 anos)
Kampala, Uganda
Dados pessoais
Profissão militar

Tito Lutwa Okello (19143 de junho de 1996[1] ) foi um comandante militar de Uganda, que serviu como presidente do país entre 1985 e 1986. Em 1971 quando Idi Amin assumiu o poder em seu país, ele exilou-se na Tanzânia. Ali, ele criou em 1978 o grupo Kikoosi Malum[1] , que junto com forças tanzanianas, lutou pela deposição de Idi Amim, ocorrida em 1979[1] . Depois disso, tornou-se comandante das Forças Armadas da Uganda entre 1980 até 1985.

Em 1985 junto com Bazilio Olara-Okello ele preparou na Costa do Marfim a deposição de Milton Obote, a qual ocorreu em julho daquele ano, tornando-se o presidente de Uganda. Ele seguiu nos seis meses unido publicamente com a Força Nacional da Resistência operado com o seu companheiro e futuro presidente, Yoweri Museveni.

Referências

Precedido por
Bazilio Olara-Okello
Presidente de Uganda
1985 - 1986
Sucedido por
Yoweri Museveni
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.