Tiziu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTiziu
Tiziu macho em Jaú, Estado de São Paulo, Brasil

Tiziu macho em Jaú, Estado de São Paulo, Brasil
Tiziu fêmea em Manduri, Estado de São Paulo, Brasil
Estado de conservação
Status iucn3.1 LC pt.svg
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Thraupidae
Género: Volatinia
Espécie: V. jacarina
Nome binomial
Volatinia jacarina
(Linnaeus, 1766)

O tiziu (Volatinia jacarina) é uma ave da família Thraupidae que ocorre em todas as regiões do Brasil, sendo muito comum principalmente em áreas de vegetação alterada, como capinzais. Esta ave é sexualmente dimórfica (machos diferentes de fêmeas), sendo que os machos apresentam uma plumagem nupcial pretoazulada com manchas subaxilares brancas, enquanto as fêmeas e os jovens apresentam uma coloração parda.

Sua estação reprodutiva no cerrado coincide com a estação chuvosa, de novembro a março, onde a disponibilidade de recursos é maior, principalmente insetos, fonte essencial de proteínas para o crescimento dos filhotes, e sementes de gramíneas, principal fonte de alimento dos adultos. Ao final da estação reprodutiva, a maioria dos indivíduos se retira da região, retornando apenas na próxima estação reprodutiva (Antas & Cavalcanti 1988). Entretanto, no Pará, por exemplo, a reprodução pode durar o ano todo (Sick 1997, Carvalho 1956).

Durante a estação reprodutiva, machos são facilmente visualizados fazendo “displays”, saltos verticais durante o qual batem as asas, mostrando as manchas brancas e emitindo um som bastante característico, cuja onomatopéia deu origem ao nome Tiziu. Esses saltos parecem ter uma função tanto na seleção inter-sexual (corte de fêmeas) quanto na intra-sexual (competição entre machos), sendo a proporção entre machos e fêmeas um fator altamente relacionado ao investimento em saltos por parte dos machos (Veloso 2007).

Ouça o canto do Tiziu

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Antas, P. de T. Z.& Cavalcanti, R. B. 1998. Aves comuns do Planalto Central. Editora UnB,

Brasília, DF. 238 p.

  • Carvalho CT, 1957. Notas ecológicas sobre Volatinia jacarina (Passeres, Fringillidae). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi 2: 1-10.
  • Sick H, 1997. Ornitologia Brasileira. 2ª ed. Editora Nova Fronteira S.A., Rio de Janeiro, RJ. 912p.
  • Veloso H, 2007. Análise Espacial e Temporal da Atividade de “Display” de Machos de Tiziu (Volatinia jacarina, AVES: EMBEREZIDAE). Projeto de PIBIC edital 2006/07 UnB.
Ícone de esboço Este artigo sobre aves passeriformes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.