Todd Duffee

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2013).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Todd Duffee
Data de nascimento 6 de Dezembro de 1985 (28 anos)
Local de nascimento Estados Unidos Evansville, Indiana
Nacionalidade Americano
Altura 1.91 m
Peso 113 kg
Divisão Peso Pesado
Envergadura 198 cm
Posição Destro
Luta por San Jose, Califórnia
Equipe American Kickboxing Academy (AKA)
Treinador Javier Mendez
Anos ativo 2007-presente
Cartel no MMA
Total 10
Vitórias 8
Por nocaute 8
Derrotas 2
Por nocaute 2
Outras informações
Universidade Universidade da Geórgia
Página Oficial http://www.toddduffeemma.com/
Todd Duffee no Sherdog

Todd Duffee (Evansville, 01985-12-06 6 de dezembro de 1985) é um lutador Americano de Artes marciais mistas, atualmente ele compete no Peso Pesado do Ultimate Fighting Championship. Ele treina na renomada American Kickboxing Academy em San Jose, Califórnia. Além da carreira no MMA, Duffee participou do filme Never Back Down 2.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Duffee era esperado para fazer sua estréia no UFC contra Mostapha Al Turk no UFC 99 porém o UFC tirou Duffee da luta. Duffee foi substituído por Mirko Filipović.[1] Foi anunciado em seguida que Duffee enfrentaria o estreante no UFC Mike Russow, porém Duffee foi retirado da luta para enfrentar Tim Hague.[2]

Duffee lutou no UFC 102 contra Tim Hague, Duffe marcou o recorde de nocaute mais rápido da história do UFC ao nocautear Hague em sete segundos. Após nocautar Hague, ele celebrou dizendo para a câmera "Isso foi um aperitivo, eu quero comer agora Dana, me deixe comer!"

Duffee era esperado para enfrentar Paul Buentello no UFC 107, porém foi retirado da luta com uma lesão.[3]

Duffee enfrentou Mike Russow no UFC 114, ele perdeu por Nocaute no terceiro round. Depois de dominar os dois primeiros rounds, utilizando o boxe, Duffee parecia estar a caminho de uma vitória por Decisão Unânime, quando do nada, Russow acertou Duffee com dois diretos seguido de um hammerfist que levaram o árbitro a parar a luta com Duffee inconsciente na tela. Joe Rogan afirmou que a natureza do nocaute foi "como algo saído de um filme" e era "uma das maiores reviravoltas da história do UFC". Russow quebrou a ulna esquerda, enquanto desviava dos socos de Duffee no final do primeiro round.[4]

Duffee era esperado para enfrentar Jon Madsen em 23 de Outubro de 2010 no UFC 121, porém Duffee foi forçado a se retirar novamente alegando uma lesão e foi substituído por Gilbert Yvel.

Em 7 de Setembro de 2010, Duffee foi surpreendentemente liberado da promoção do UFC por motivos desconhecidos.[5] Há rumores de que Duffee pediu ajuda financeira para pagar por uma cirurgia no joelho que ele não poderia pagar, mas quando o UFC disse que ele deve pagar por si mesmo haveria uma briga entre as duas partes. Duffee falou publicamente sobre lutadores de MMA serem mal pagos e que ele precisava para ter um segundo emprego apenas para pagar a seu treinamento. Dana White disse mais tarde em uma entrevista com Ariel Helwani que ele tinha um problema de atitude e que lhe parecia que "ele não quer estar no UFC, ele não gosta de estar no UFC." Ele também disse que ele poderia trabalhar o seu caminho de volta para a organização através de lutas em organizações menores. Depois de sua liberação Duffee disse que não conseguia entender a sua liberação e nunca foi dito porque, embora ele não guarde amargura do presidente do UFC ou da empresa.

Dream[editar | editar código-fonte]

Após ser liberado do UFC, Duffee era esperado para lutar no Titan Fighting Championships no começo de 2011. Porém quando o Dream, uma promoção com base fora do Japão, foi incapaz de encontrar um adcersário para o ex-Campeão Peso Pesado do Strikeforce Alistair Overeem na primeira luta de Peso Pesado do Dream, no Dynamite!!. Faltando menos de duas semanas para a luta, Duffee aceito a luta contra Overeem, valendo o título, deixando-o com muito pouco tempo para se preparar, mas com a oportunidade de enfrentar um grande nome do esporte. No começo, Duffee mostrou bastante agressividade com socos sem sucesso, o veterano Overeem manteve a calma soltou uma joelhada que atordoou Duffee seguido por socos que nocautearam Duffee aos 19 segundos do primeiro round. Duffee disse após a luta que ele respeitava a habilidade de Overeem, mas sentiu que se ele tivesse tempo suficiente para treinar e se preparar, teria sido um resultado completamente diferente. Overeem trouxe Duffee para treinar em seu campo de treinamento em preparação para sua estréia no UFC contra Brock Lesnar no final de 2011 para que Duffee para ajudá-lo com sua defesa de quedas.

Duffee era esperado para enfrentar Nick Gaston em 16 de Julho de 2011 no Dream 17, porém foi forçado a se retirar da luta devido a uma lesão.

Retorno ao UFC[editar | editar código-fonte]

Duffee fez sua volta ao UFC contra Phil De Fries em 29 de Dezembro de 2012 no UFC 155, substituíndo Matt Mitrione. Ele venceu a luta por Nocaute Técnico no primeiro round.[6] Sua performance lhe rendeu o prêmio de Nocaute da Noite.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 8–2 Phil De Fries Nocaute Técnico (socos) UFC 155 29/12/2012 1 2:04 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Nocaute da Noite
Vitória 7–2 Neil Grove Nocaute Técnico (socos) SFL 2 07/04/2012 1 0:34 Índia Chandigarh
Derrota 6–2 Alistair Overeem Nocaute (joelhada & socos) Dynamite!! 2010 31/12/2010 1 0:19 Japão Saitama Pelo Título Peso Pesado do DREAM.
Derrota 6–1 Mike Russow Nocaute (soco) UFC 114 29/05/2010 3 2:33 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 6–0 Tim Hague Nocaute (socos) UFC 102 29/08/2009 1 0:07 Estados Unidos Portland, Oregon Nocaute mais rápido da hisótia do UFC (:07 segundos)
Vitória 5–0 Assuerio Silva Nocaute Técnico (socos) Jungle Fight 11 13/09/2008 2 1:17 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 4–0 Josh Bennett Nocaute (socos) Alianza National Full Contact 2 08/08/2008 1 1:25 República Dominicana Santo Domingo
Vitória 3–0 Mark Honneger Nocaute Técnico (socos) Crazy Horse Fights 11/12/2007 1 3:22 Estados Unidos Miami, Flórida
Vitória 2–0 Mike Walbright Nocaute Técnico (socos) Beatdown Fight Party: Head On Collision 01/06/2007 1 0:16 Estados Unidos Kennesaw, Georgia
Vitória 1–0 Jonathan Spears Nocaute Técnico (socos) Beatdown Fight Party: Invasion 09/02/2007 1 0:15 Estados Unidos Kennesaw, Georgia

Referências[editar | editar código-fonte]