Tomás Wolsey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tomás Wolsey
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de York
Primeiro-Ministro do Reino da Inglaterra
Legado Pontíficio na Inglaterra

Título

Cardeal-bispo de Diocese de York
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 10 de março de 1498
Arcebispo de York
Nomeado arcebispo 15 de setembro de 1514
Cardinalato
Criação 10 de setembro de 1515, pelo Papa Leão X
Brasão
Wolsey banner.jpg
Dados pessoais
Nascimento Ipswich, Suffolk
1471
Morte Leicester
29 de novembro de 1530 (59 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Tomás Cardeal Wolsey, (Ipswich, Suffolk, março de 1471Leicester, 29 de novembro de 1530), foi um poderoso estadista, Cardeal da Igreja Católica e Lord Chanceler da Inglaterra ao tempo de Henrique VIII.

Em 26 de Março de 1514 foi ordenado bispo de Lincoln e em 1515 tornou-se cardeal da Igreja Católica e arcebispo de York. Contra o magistério da Igreja e a sua doutrina sabida, inutilmente, tentou obter junto ao Papa o divórcio do rei. Não teve sucesso, e caiu em desgraça perante o soberano. Foi sucedido na chancelaria por Sir Thomas More.

O Cardeal Thomas Wolsey conheceu o rei Henrique VIII de Inglaterra quando trabalhava como capelão pessoal ao governador de Calais, depois se tornou capelão do rei e mais tarde decano de Lincoln. Quando o Henrique subiu ao trono, o seu poder cresceu e, ao ser nomeado cardeal, organizou o Campo do Manto do Senhor (perto de Calais), tentando fazer as pazes com a França cerca de cinco anos depois, e em 1523 foi designado bispo-príncipe de Hampton e teve um extraordinário poder que não servia aos nobres da corte.

Wolsey não quis, porém, apoiar o rei no seu pedido de anular o casamento com a Catarina de Aragão, e viu-se numa situação diplomática e política complexa, já que nem o Papa nem os parentes de Catarina concordavam com o divórcio.

Com essa postura, o Cardeal desagradou o rei, que o fez inimigo da sua amante, que mais tarde seria a rainha, Ana Bolena, e todo o seu poder e adornos foram destruídos. Wolsey permaneceu arcebispo de York, mas em Yorkshire foi acusado de traição, sendo assim chamado de volta a Londres e morreu no caminho em 1530.

Encontra-se sepultado na Abadia de Leicester, Leicester, Leicestershire na Inglaterra.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.