Tom Pryce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tom Pryce
Informações pessoais
Nome completo Thomas Maldwyn Pryce
Nacionalidade País de Gales Galês
Nascimento 11 de Junho de 1949
Ruthin, em Gales
Morte 5 de Março de 1977 (27 anos)
Kyalami, África do Sul
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1974-1977
Equipes 2 (Token e Shadow)
GPs disputados 42
Títulos 0 (10º em 1975)
Vitórias 0
Pódios 2
Pontos 19
Pole positions 1
Voltas mais rápidas 0
Primeiro GP Bélgica GP da Bélgica de 1974
Último GP África do Sul GP da África do Sul de 1977

Thomas Maldwyn Pryce ou apenas Tom Pryce (Ruthin, em Gales, 11 de Junho de 1949Kyalami, África do Sul, 5 de Março de 1977) foi um piloto britânico de Fórmula 1 nascido em Gales.

Pryce teve sua passagem por esse esporte caracterizada por um dos acidentes mais trágicos e bizarros de sua história. O acidente ocorreu na pista de Kyalami, na África do Sul, no dia 5 de março do ano de 1977.

Pryce, então com 27 anos, conduzia um carro da equipe Shadow, com o número 16. Após um acidente com outro Shadow, do italiano Renzo Zorzi, alguns fiscais de pista buscam auxiliar o piloto. Dois fiscais cruzam a pista. O primeiro consegue se livrar, mas o segundo é atropelado violentamente pelo carro de Pryce, que estava a quase 280 km/h, e o extintor por ele segurado atinge a cabeça do piloto, arrancando o capacete de sua cabeça, que perde o controle do carro e bate forte. Pryce não resiste e morre instantaneamente. O fiscal, Jansen Van Vuuren, então com apenas 19 anos, morreu. Ele só foi identificado por exclusão, pois seu corpo ficou irreconhecível. O Shadow de Pryce ainda foi atingir o Ligier do francês Jacques Laffite, não tendo no entanto causado mais danos físicos.

Tom foi substituído na Shadow pelo Australiano Alan Jones, que venceu ainda em 1977 o Grande Prêmio da Áustria e veio a ser Campeão do Mundo em 1980 pela Williams.

Tom Pryce iniciou sua carreira na Fórmula 1 em 1974, no Grande Prêmio da Bélgica, em Nivelles, atuando em 42 corridas. Acumulou na carreira 19 pontos, conseguindo ir ao pódium duas vezes — dois terceiros lugares —, além de ter conseguido uma pole-position.

Todos os Resultados de Tom Pryce na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(legenda) (Corridas em negrito indica pole position)

Ano Equipe Chassis Motor Pneus 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 Pontos Posição
1977 Shadow Racing Team Shadow DN8 Ford Cosworth V8 G ARG
NC
BRA
Ret
AFS
Ret
0 NC
(43º)
1976 Shadow Racing Team Shadow DN5B Ford Cosworth V8 G BRA
AFS
USW
Ret
ESP
BEL
10º
MON
SUE
FRA
GBR
10 12º
Shadow DN8 HOL
ITA
CAN
11º
USE
Ret
JAP
Ret
Shadow Racing with Tabatip ALE
AUT
Ret
1975 UOP Shadow Racing Team Shadow DN3B Ford Cosworth V8 G ARG
12º
BRA
Ret
8 10º
Shadow DN5 AFS
ESP
Ret
MON
Ret
BEL
SUE
Ret
HOL
FRA
Ret
GBR
Ret
ALE
AUT
1
ITA
EUA
NC
1974 Token Racing Token RJ02 Ford Cosworth V8 F BEL
Ret
1 19º
UOP Shadow Racing Team Shadow DN3 G HOL
Ret
FRA
Ret
GBR
ALE
AUT
Ret
ITA
10º
CAN
Ret
EUA
NC

↑1 Foi atribuído metade dos pontos, porque o número de voltas não alcançou 75% de sua distância percorrida.