Tomahawk (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tomahawk (DC Comics)
Comic image missing-pt.png
País de origem  Estados Unidos
Língua de origem Inglês
Editor DC Comics
Primeira edição junho de 1947
Primeira publicação Revista "Star Spangled Comics"
Género(s) Faroeste
Autor Joe Samachson
Desenho Edmund Good
Personagens principais Tomahawk (Thomas Hawkins)
Hawk Haukins (filho)
Rangers de Tomahawk
Título em português Tomahawk

Tomahawk é um personagem fictício de história em quadrinhos publicado pela DC Comics entre as décadas de 1940 a 1960 como aventuras complementares nas revistas Star Spangled Comics e World's Finest Comics e também em título próprio. Ele foi criado por Joe Samachson e o desenhista Edmund Good. Sua estréia foi na revista Star-Spangled Comics número 69 (junho de 1947). Tomahawk é notabilizado por ser um personagem típico de faroeste mas com suas aventuras se passando na época da Revolução Americana. A Ebal lançou uma série na revista "Juvenil Mensal", a partir de novembro de 1971.[1]

História da públicação[editar | editar código-fonte]

Depois de sua estréia em Star Spangled Comics em 1947, as aventuras de Tomahawk continuaram até o número 130 (julho de 1952). Em World's Finest Comics as publicações com o herói foram desde a revista número 33 de março de 1948 até a de número 101 de maio de 1959.

A revista Tomahawk durou 140 números, de 1950 até 1972. A maioria das histórias desse período foram escritas por France Herron e desenhadas por Fred Ray. As últimas dez revistas foram estreladas por "Hawk, o filho de Tomahawk" (Hawk Haukins).

Biografia ficcional[editar | editar código-fonte]

Conhecido como Tom Hawk ou Thomas Haukins, dependendo de qual das séries nas revistas o leitor preferia, "Tomahawk" era um soldado a serviço de George Washington na Guerra contra os britânicos, franceses e Iroqueses durante a Revolução Americana. Seu apelido veio do hábil manuseio de uma arma tornada conhecida pelo índios iroqueses, o "tomahawk" (uma espécie de machadinha).

Ele ganhou fama como um dos mais capazes operativos do General Washington durante a guerra, liderando com sucesso um bando de soldados que ficaram conhecidos como os "Rangers de Tomahawks".

Nas revistas 35 e 36 (setembro-novembro de 1955), Tomahawk encontrou-se com o jovem Davy Crockett, que era um personagem popular na época. Contudo, foi um erro histórico dos roteiristas, pois Crockett (1786–1836) não havia ainda nascido na época da Revolução Americana.

Na revista número 81 foi apresentada a personagem "Miss Liberty" (Bess Lynn), uma das primeiras super-heroínas patrióticas na vaga cronologia do Universo DC, que voltaria a aparecer em outras séries. A personagem "Liberty Belle" é uma descendente dessa heroína.

Na minissérie Time Masters, ficou estabelecido que o aliado mirim de Tomahawk, Dan Hunter, é primo de Rip Hunter que viajou de volta no tempo para deter os Illuminati durante a Revolução e que decidiu permanecer no passado.

Em 1998, Tomahawk apareceu numa história da Vertigo escrita por Rachel Pollack, quando foi recontada a origem do personagem.

Em 2008, ele estrelou a aventura de Bruce Jones chamada The War that Time Forgot.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]