Tomazina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Tomazina
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 12 de março
Fundação 1913 quando é elevado a cidade[1]
Gentílico Não disponível
Prefeito(a) Guilherme Cury Saliba Costa ([(PPS)])
(2009–2012)
Localização
Localização de Tomazina
Localização de Tomazina no Paraná
Tomazina está localizado em: Brasil
Tomazina
Localização de Tomazina no Brasil
23° 46' 40" S 49° 57' 00" O23° 46' 40" S 49° 57' 00" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Norte Pioneiro Paranaense IBGE/2008[2]
Microrregião Wenceslau Braz IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Siqueira Campos, Wenceslau Braz, Arapoti, Pinhalão, Jaboti, Conselheiro Mairinck, Guapirama, Quatiguá
Distância até a capital 298 km
Características geográficas
Área 591,436 km² [3]
População 8 788 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 14,86 hab./km²
Altitude 541 m
Clima subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,716 alto PNUD/2000[5]
PIB R$ 68 988,354 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 7 734,12 IBGE/2008[6]
Página oficial

Tomazina[nota 1] é um município brasileiro do estado do Paraná.

Nesta cidade foi o início da idealização de uma das maiores empresas brasileiras, o Banco Bamerindus, fundado por Avelino Antônio Vieira. O nome Bamerindus quer dizer Banco Mercantil Agrícola e Industrial do Paraná, tendo sido comprado pelo HSBC.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Homenagem ao major Thomaz Pereira da Silva, pioneiro, desbravador e fundador do município. A denominação "Tomazina" é a junção do termo "Thomaz" e do sufixo "ina". Etimologicamente o termo "Thomaz" vem do aramaico "Toma"...gêmeo, e do latim "Thomas".

História[editar | editar código-fonte]

O município de Tomazina tomou emprestado seu nome do major Thomaz Pereira da Silva, que foi seu grande benemérito. No ano de 1865 adquire uma gleba de terras que abragia a margens direita e esquerda do Rio das Cinzas, e em novembro de 1867 parte em comitiva da cidade de Itajubá, da então Província de Minas Gerais, com destino ao sertão do norte pioneiro paranaense.

O major Thomaz leva em sua bagagem numerosa família, parentes, amigos, escravos e agregados. Depois de mais de um mês de difícil viagem, finalmente chegam ao ponto desejado. O lugar, ermo e inóspito, não assustou aos intrépidos viajantes, que não vislumbravam outro caminho senão a picada aberta na mata que estavam atravessando. A esta época, poucas eram as localidades habitadas na região, não muito distante ali florescia São José do Cristanismo e São José da Boa Vista.

A numerosa comitiva vinda de Itajubá, e foi estrategicamente distribuída de forma a que todos pudessem viver com tranquilidade, em razão da grande área de terras oferecida.

A fertilidade do solo foi fator preponderante para atrair novos colonizadores, o que se efetivou em pouco tempo.

Em 1878 o major Thomaz e sua mulher doaram área de terras para que se iniciasse um povoado sob a invocação de Nossa Senhora de Aparecida, e o autor foi o padre Antonio Camargo, numa justa homenagem ao desbravador daqueles sertões.

A Lei nº 923, de 6 de setembro de 1888 eleva a freguesia à categoria de vila, sendo que ano seguinte, no 8 de maio, a Lei nº 322, eleva a vila à condição de município emancipado, com território desmembrado de São José da Boa Vista.

A instalação se deu em 7 de janeiro, quando foram empossados os membros da primeira Câmara de Vereadores, os senhores Elias Xavier da Silva, José Albano Pereira, tenente João José Ribeiro, capitão Cândido Antonio Pereira e o major Thomaz Pereira da Silva, que foi eleito presidente daquela Casa de Leis. Posteriormente assumiu o cargo de primeiro prefeito de Tomazina.

Na época o município pertencia à Comarca de São José da Boa Vista, possuindo área de 6.050 quilômetros quadrados, que em face dos numerosos desmembramentos que se sucederam, para a criação de novos municípios, tais como Ibaiti, Wenceslau Brás, foi sensivelmente reduzido, o que efetivamente não lhe tirou o mérito do progresso alcançado.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área é de 591 km² representando 0,2967 % do estado, 0,1049 % da região e 0,007 % de todo o território brasileiro. Localiza-se a uma latitude 23°46'40" sul e a uma longitude 49°57'00" oeste, estando a uma altitude de 541 metros. Sua população estimada em 2005 era de 8.690 habitantes.[carece de fontes?]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 8920 hab

  • Urbana: 4.286
  • Rural: 4.645
  • Homens: 5.091
  • Mulheres: 4.840

Densidade demográfica (hab./km²): 13,10 hab/km² (IPARDES/2005)

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,716

  • IDH-M Renda: 0,640
  • IDH-M Longevidade: 0,706
  • IDH-M Educação: 0,802

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Tomasina.

Referências

  1. Histórico da Cidade IBGE
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.