Tommy Loughran

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tommy Loughran Boxing pictogram.svg
Informações pessoais
Apelido Phantom of Philly
Categoria Meio-Pesado & Peso-Pesado
Nacionalidade Estados Unidos Americano
Data de nascimento 29 de novembro de 1902
Cidade natal Filadélfia, Pensilvânia
Data de falecimento 7 de julho de 1982 (79 anos)
Local de falecimento Altoona, Pensilvânia
Estilo Ortodoxo
Cartel
Lutas 172
Vitórias 94
Vitórias por nocaute 17
Derrotas 24
Empates 9

Thomas Patrick Loughran (Filadélfia, 29 de novembro de 1902 - Altoona, 7 de julho de 1982) foi um pugilista americano, campeão mundial dos meios-pesados entre 1927 e 1929.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Considerado um dos boxeadores mais talentosos de todos os tempos, precursor de um estilo de boxe que privilegia a rapidez no jogo de pernas e acurácia nos contra-golpes, Tommy Loughran lutou contra diversos campeões mundiais ao longo de sua bela carreira.

Iniciando sua carreira em 1919, com uma vitória por nocaute, Loughran somente começou a enfrentar adversários mais qualificados a partir de 1922, quando enfrentou em sequência Jimmy Darcy, Brian Downey e o futuro campeão dos meios-pesados Mike McTigue.[1]

Apesar de Loughran não ter conseguido uma vitória oficial em nenhum desses combates, nas três ocasiões os jornais apontaram uma vitória para Loughran, que então seguiu encarando adversários altamente conceituados, tais como Harry Greb e Gene Tunney, ambos futuros campeões mundiais.[1] [2]

Posteriormente, em 1923, quando Mike McTigue já havia capturado o título mundial dos meios-pesados para si, Loughran tornou a fazer mais dois combates contra ele. As duas lutas terminaram sem um vencedor oficial, contudo, segundo os jornais Loughran foi declarado o vencedor do primeiro combate, ao passo que o McTigue o vencedor do segundo.[2]

No início de 1923, antes de seus duelos contra McTigue, Loughran também havia tornado a enfrentar o temível Harry Greb, que à época detinha o título de campeão americano dos meios-pesados. Loughran e Greb fizeram duas lutas, em um perído de quinze dias, sendo que Greb obteve a vitória nos pontos no segundo confronto, após um impasse no primeiro.[1]

Posteriormente, quando Greb já havia conquistado o título mundial dos pesos-médios, Loughran tornou a enfrentar Greb mais três vezes, tendo vencido um dos duelos, perdido outro e empatado um terceiro. Apesar do título mundial de Greb não ter sido colocado em jogo nesses combates subsequentes, a rivalidade acirrada entre esses dois boxeadores foi a razão para tantos embates.[1] [2]

Mas além de Greb, Loughran também criou uma outra grande rivalidade contra Young Stribling, de quem Loughran perdeu duas lutas, entre 1924 e 1925, antes de finalmente conseguir derrotá-lo em 1927. Nesse período, Loughran também conseguiu obter vitórias sobre o ex-campeão mundial dos médios Johnny Wilson e o ex-campeão mundial dos meios-pesados Georges Carpentier.[1]

Finalmente, em outubro de 1927, Loughran conquistou seu primeiro título, quando derrotou Mike McTigue, que havia sido restabelecido à condição de campeão mundial dos meios-pesados pelo Estado de Nova Iorque, depois que Jack Delaney havia abdicado de seu título.[3]

No entanto, poucos meses antes da luta entre McTigue e Loughran ocorrer, de acordo com a Associação Nacional de Boxe, Jimmy Slattery havia conquistado, diante Maxie Rosenbloom, o título mundial dos meios-pesados que estava vago.

Desta forma, a indefinição sobre quem era o legítimo campeão mundial dos meios-pesados somente pôde ser desfeita em dezembro de 1927, quando Loughran derrotou Slattery, em uma decisão unânime nos pontos.[3]

Uma vez tendo se tornado o campeão inconteste dos meios-pesados, entre 1928 e 1929, Loughran fez cinco bem sucedidas defesas de seu título, suplantando adversários como o ex-campeão mundial dos meios-médios Pete Latzo, o campeão vigente na época dos pesos-médios Mickey Walker e o futuro campeão dos pesos-pesados Jim Braddock.[3]

Então, logo após sua vitória contra Braddock, Loughran decidiu abdicar de seu título dos meios-pesados, no intuito de subir de categoria e se transformar em um boxeador peso-pesado. Assim sendo, após conquistar importantes vitórias sobre Max Baer, Paulino Uzcudun e o ex-campeão mundial Jack Sharkey, Loughran conseguiu o direito de desafiar o campeão Primo Carnera[1] [3]

Ocorrida em 1934, a luta entre Loughran e o gigante Carnera, que media cerca de 2,05m de altura, contra os 1,82m de Loughran, acabou terminando com a vitória de Carnera nos pontos, em uma decisão unânime dos jurados, após quinze rounds de uma luta que aos olhos dos críticos não pareceu ter sido tão favorável assim ao campeão.[3]

Terminado seu sonho de se tornar campeão mundial dos pesos-pesados, Loughran seguiu lutando até 1937, quando parou de lutar aplicando um revide contra Sonny Boy Walker, que o tinha derrotado em sua luta imediatamente anterior.[3] Loughran faleceu em 1982, aos 79 anos.

Em 1991, Tommy Loughran foi incluído na galeria dos seletos boxeadores imortalizados pelo International Boxing Hall of Fame.[4]

Referências

  1. a b c d e f g Tommy Loughran no Cyber Boxing Zone (em Inglês). Página visitada em 20 de julho de 2011.
  2. a b c Tommy Loughran no BoxRec (Cartel) (em Inglês). Página visitada em 20 de julho de 2011.
  3. a b c d e f Tommy Loughran no BoxRec (Cartel) (em Inglês). Página visitada em 20 de julho de 2011.
  4. Tommy Louhgran no International Boxing Hall of Fame (em Inglês). Página visitada em 20 de julho de 2011.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jack Delaney
Campeão dos Meios-Pesados
1927 - 1929
Sucedido por
Jimmy Slattery