Tommy Seebach

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tommy Seebach
Tommy Seebach.jpg
Informação geral
Nome completo Tommy Seebach Mortensen
Nascimento 14 de setembro de 1949 em Copenhaga, Dinamarca
 Dinamarca
Data de morte 31 de março de 2003 (53 anos)
Klampenborg, Região da Capital (Dinamarca), a 10 quilómetros de Copenhaga
 Dinamarca
Gênero(s) Pop
Instrumento(s) vocal
piano
teclado
órgão
guitarra
Período em atividade 1963-2003
Outras ocupações compositor
cantautor
produtor musical
Afiliação(ões) Sir Henry & His Butlers
Los Valentinos
Rasmus Seebach
Seebach Band,

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tommy Seebach Mortensen (14 de Setembro de 1949 - 31 de Março de 2003) foi um cantor, compositor, organista, pianista e produtor dinamarquês. Foi considerado como o "Rei do Pop Dinamarquês". Casou com Karen e teve 3 filhos.

Tommy Seebach nasceu em Copenhaga (København). Iniciou a sua carreira como organista num grupo formado por ele The colours aos 14 anos de idade e nos anos seguintes foi tocando em vários grupos. Tocou piano em várias orquestras e grupos, muitas vezes tomando o nome de "Boogie-Woogie-Tommy" Em 1965, tornou-se membro do grupo Sir Henry and his Butlers em que escreveu muitas canções de sucesso na Dinamarca. Em 1976, iniciou a sua carreira a solo e com muito êxito no seu país natal.

Em 1979 ganhou a Dansk Melodi Grand Prix organizado pela televisão estatal dinamarquesa DR, com a canção Disco Tango (letra em dinamarquês [1] que alcançou o 6º lugar no Festival da Eurovisão da Canção e foi um grande sucesso em toda a Europa Ocidental, graças à versão em inglês.

No ano seguinte participou novamente no Dansk Melodi Grand Prix, com a canção Bye-Bye, mas não o venceu. Mas em 1981 tornou a vencer com a canção Krøller eller ej que interpretou em duo com a cantora norte-americana Debbie Cameron. A letra da canção em português quer dizer "Cabelo encaracolado ou não", que transmite a ideia que as crianças são todas iguais independentemente da sua cor, cabelos, etc. A letra em dinamarquês [2] . A canção era de sua autoria e de Keld Heick.

Tornou a vencer Dansk Melodi Grand Prix, em 1993 com a canção Under stjernerne på himlen ("Debaixo das estrelas do céu") [3] de sua autoria e de Keld Heick. Esta canção não teve grande sucesso no Festival da Eurovisão, obtendo apenas o 22º lugar entre 25 países participantes. A pobre classificação levou que a Dinamarca fosse desclassificada no ano seguinte. Tommy sofreu muito com a situação, visto que foi severamente criticado pela imprensa do seu país que não perdoou a fraca classificação.

Tommy Seebach devido ao fa(c)to de não ser tão popular tanto na Europa como no próprio país natal, envolveu-se ainda mais no álcool (ele já havia começado a beber em excesso anteriormente, devido a críticas ao seu tipo de música) foi a queda lenta do cantor. Primeiro o divórcio e depois a morte.

Em 2003, com a idade de 53 anos, morreu vítima de um ataque cardíaco no parque de diversões Bakken (em Copenhaga).

O seu filho Rasmus Seebach, nascido em 1980 é também cantor com muita popularidade na Dinamarca

Discografia[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

  • 1975: Wheels
  • 1976: Lucky Guy
  • 1977: Tommygum
  • 1979: Disco Tango (Album)
  • 1981: Love On The Line
  • 1983: Den Med Gyngen
  • 1983: Tommy Seebach Instrumental
  • 1986: Pop-korn
  • 1989: Tommy Seebach (album)
  • 1993: Under stjernerne på himlen
  • 1993: Instrumental Megahits 1
  • 1994: Instrumental Megahits 2

Compilações[editar | editar código-fonte]

  • 1989: Glædelig jul
  • 1993: Tommy Seebach - Volume 1
  • 1993: Tommy Seebach - Volume 2
  • 1999: 15 sprøde fra Tvebach
  • 2004: 100 Go'e Med Tommy Seebach
  • 2007: Hip Hurra
  • 2007: Glade jul
  • 2010: Komplet & rariteter: De samlede værker

Com Sir Henry & His Butlers[editar | editar código-fonte]

Com Los Valentinos[editar | editar código-fonte]

Referências