Tony Bizarro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Tony Bizarro, nascido Luiz Antônio Bizarro (São Paulo, 1948) é um cantor, compositor e produtor brasileiro. Iniciou a carreira em 1970[1] ao lado de Frank Arduini com a dupla "Tony & Frankye". Eles lançaram apenas um álbum, "Tony & Frankye", em 1971. Tony também participou de álbuns de diversos artistas da música brasileira como Tim Maia, Lincoln Olivetti, Robson Jorge, Almir Ricardi, entre outros.

Com a dissolução da dupla "Tony & Frankye", Bizarro produziu álbuns de vários artistas como Cassiano, Odair José, Diana, Sidney Magal, César Sampaio, todos pelo selo Polydor. Nesse selo ele também foi produtor dos projetos "Cem Anos de Samba" e "Cem Anos de Carnaval".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • Tony & Frankye (LP, 1971)
  • Nesse Inverno (LP, 1977)
  • Alma Negra (LP, 1988)
  • Estou Livre (LP, 2008)

Compactos 7”[editar | editar código-fonte]

  • Adeus, amigo vagabundo – Tributo a Brian Jones (Tony / Frankye / Adriano) – 1970
  • O Carona (Tony / Frankye) – 1972
  • Que se faz da vida (Tulla / Yara) / Não Vale a Pena (Robson Jorge / Adolfo da Modinha / Rosa Maria) – 1976
  • Apenas Uma Vez – 1976
  • Quando você voltar (Cassiano / Paulinho Motoca / Betinho) / Súplica Cearense (Gordurinha / Nelinho) – 1979
  • Estou Livre (Lincoln Olivetti / Robson Jorge / Tony Bizarro) / Viu Menina (Franckye / Tony Bizarro) – 1983
  • Tempo de Sonhar / Ganhei Você – 1985

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]