Tony Jannus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tony Jannus em 1914 no voo histórico da aviação comercial

Antony Habersack Jannus (Washington, 22 de julho de 1889 - Mar Negro, em território russo, 12 de outubro de 1916) foi um piloto de avião norte-americano, considerado o primeiro piloto comercial da história da aviação1 .

Filho de um advogado e neto do ex-prefeito de Washington (Roger Chew Weightman), Tony Jannus interessou-se pela aviação ao assistir um show aéreo em Baltimore, em 1910, e assim, iniciou um curso de pilotagem no College Park Airport em Maryland. Junto com o irmão, que também fez o curso de pilotagem, tornou-se piloto de teste do construtor de aeronaves Thomas W. Benoist, no final do ano de 1911.

Em 1° de março de 1912, Jannus participou do voo, como piloto, do primeiro salto de para-quedas a partir de um avião (voo este registrado e documentado), quando o capitão do Exército dos Estados Unidos, Albert Berry, recebe os créditos pelo evento2 .

Em 1913, o piloto participou de alguns eventos aéreos como uma exposição patrocinada pelo The New York Times, uma corrida aérea e uma busca de resgate ao colega Albert Jewell, que desapareceu com o seu avião no sul de Long Island. Em uma das decolagens para esta busca, Jannus sofreu um acidente, mas saiu ileso do desastre.

No dia 1° de janeiro de 1914, foi escalado para ser o piloto em uma viagem comercial entre as cidades de Tampa e São Petersburgo (duas cidades da Florida) e esta evento é considerado como a primeira viagem comercial da história da aviação, quando o prefeito de São Petersburgo, Abram Phell, pagou a quantia de US$ 400,00 para ser levado a Tampa. O aparelho utilizado foi um hidroavião marca e modelo Benoist XIV de apenas dois lugares, da companhia áerea St. Petersburg-Tampa Airboat Line e de propriedade de Percival Fansler3 .

Em 1915, Tony Jannus tornou-se piloto de teste da empresa Curtiss Aeroplane Company para aeronaves de guerra, e assim, foi enviado para Moscou como instrutor para os pilotos da aviação russa. Foi nesta função que em outubro de 1916, pilotando um Curtiss H-7 e acompanhado de dois cadetes, caiu em pleno Mar Negro. Seu corpo nunca foi recuperado.

Em 1963, foi criada a The Tony Jannus Distinguished Aviation Society para gerenciar o Prêmio Tony Jannus e perpetuar o nome do primeiro comandante da história da aviação comercial.

Referências