Toph Beifong

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Toph Bei Fong)
Ir para: navegação, pesquisa


Toph Bei Fong
Personagem de Avatar: A Lenda de Aang
Toph erguendo o cinturão do Torneio de Dobra de Terra

Toph erguendo o cinturão do Torneio de Dobra de Terra
Nacionalidade Reino da Terra
Notavéis apelidos Bandida Cega
A Fugitiva (Apenas No Episódio "A Fugitiva"
Sexo Feminino
Cor dos cabelos Preto
Cor dos olhos Verde Cinzento (Cega)
Posição Mestra da Terra
Filha Única da Família Bei Fong
Invetora da Dobra de Metal
Parentesco Lao Bei Fong (Pai)
Poppy Bei Fong (Mãe)
Lin Bei Fong (Filha) Su Bei Fong (Filha)
Estilo (s) de Luta Dobra de Terra
Dobra de Metal
Arma (s) de Escolha Terra
Profissão Ex-Lutadora Profissional dos Dobradores de Terra
Instrutora da Dobra de Terra
Afiliação Reino da Terra
Equipe Avatar
Família Bei Fong
Técnicas e Habilidades Geocinésia
Ferrocinésia
Sentidos Sísmicos
Primeira aparição "O Pântano" (numa visão de Aang)
"A Bandida Cega" (aparição oficial)
Dublado por Estados Unidos Jessie Flower
Brasil Ana Lúcia Menezes
Projeto Televisão
Portal Televisão

Toph Bei Fong, ou simplesmente Toph, é um personagem fictício da série animada Avatar: A Lenda de Aang[1] [2] , produzida e exibida pelo canal norte-americano Nickelodeon. O personagem foi criado por Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko, e dublada (no original, em inglês) por Jessie Flower.[3] . Ela tem 12 anos e é uma mestra cega na dobra de terra, que concorda em ensinar Aang para que ele possa concluir sua tarefa como Avatar e trazer a paz de volta ao mundo após derrotar a imperialista Nação do Fogo. A personagem apareceu em 36[4] de um total de 61 episódios[5] da referida série, tendo sua primeira aparição no episódio 26.

História[editar | editar código-fonte]

Toph desenvolveu a técnica da dobra metal percebendo que este é apenas uma forma purificada da terra.

Toph é a única filha da rica família Bei Fong, que reside na cidade de Gaoling, no Reino da Terra. Seus pais eram superprotetores e tratavam sua cegueira como um defeito, no pior sentido da palavra. Eles a julgavam frágil e extremamente vulnerável, e para evitar riscos à sua saúde, mantinham guardas vigiando-a de perto e mesmo sua existência era completo segredo do público.

Para escapar do excessivo controle de seus pais, concordou em unir-se a Aang e seus amigos. Nos primeiros episódios em que aparece, ela dizia odiar sua família, mas depois, às lágrimas, confessou a Katara que provavelmente deve tê-los magoado muito ao fugir de casa. Mais tarde, Katara enviou uma mensagem de bem-estar aos pais de Toph.

Apesar de sua deficiência, Toph desenvolveu técnicas especiais que fazem dela uma formidável dobradora de terra. Certa vez, quando ainda era muito pequena, fugiu de casa e se escondeu nas cavernas. Lá, encontrou criaturas que habitavam as cavernas, cegas como ela, as Toupeiras-Texungo são os dobradores de terra originais na natureza. Com elas Toph aprendeu a "enxergar" sentindo as vibrações da terra e conseguiu desenvolver e suas próprias técnicas de dobra da terra, tornando-se uma mestra autodidata. Escondendo seu verdadeiro potencial de seus pais e do Mestre Yu, seu professor de dobra da terra, Toph lutava secretamente na Arena da Terra de Xin Fu, usando o pseudônimo "A Bandida Cega".

Durante suas viagens com o Avatar, sua atitude social muda consideravelmente tornando-se menos esnobe e reservada, embora continue muito convencida. Suas habilidades de dobra também aumentam na segunda temporada, quando ela aprende a dobrar areia e metal percebendo que este é apenas uma forma purificada da terra sendo a única dobradora de terra conhecida a ter essa habilidade.[2] É ela que ensina a dobra de terra para Aang.[2]

Na batalha final, Toph, Sokka e Suki tinham a missão de impedir que os dirigíveis do Senhor do Fogo sobrevoarem o Reino da Terra, pois este estava prestes a queimar a nação. Eles conseguiram impedir os dobradores de Fogo que estavam nos dirigíveis, continuassem a atirar Fogo nas margens do Reino da Terra, além de conseguirem derrubar os dirigíveis graças a dominação de metal de Toph. Ao final da guerra, Toph está com seus amigos, na casa de chá do tio Iroh, tirando férias e comemorando o fim da Guerra.

Em Avatar: A Lenda de Korra, ela teve uma filha chamada Lin, que é um dobradora de terra e metal, é a chefe de polícia e vive na Cidade da República.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Ao ingressar no grupo de Aang, traz uma personalidade totalmente nova ao grupo, pois, diferente da maternal Katara, do distraído Aang ou do cômico Sokka, Toph é totalmente independente, sarcástica, franca e desafiadora. Tem a mesma personalidade despreocupada e aventureira de Aang, e é muito masculina no modo de agir e se vestir, o total oposto da imagem de fragilidade como seus pais a vêem. Porém, ao contrário de Aang, que evita lutas sempre que possível, Toph adora batalhas e tem grande orgulho de suas habilidades em dobra da terra.

É embaraçosamente honesta ao criticar os outros. Ela não poupa ninguém de suas opiniões, independente de idade ou status social, provavelmente por ter sido muito mimada por seus pais ricos. Graças ao seu período como competidora nos torneios de luta, ela também se especializou em provocar e insultar seus oponentes, e em algumas ocasiões até mesmo seus amigos, especialmente Sokka. Mas, por baixo da aparência bruta, Toph carrega inseguranças por causa de sua cegueira. Ela tem dúvidas quanto à sua aparência, já que é incapaz de saber como é seu próprio visual. Por ter sido excessivamente protegida por seus pais, odeia ser guiada. Sua ânsia em demonstrar sua força e independência leva a vários maus-entendidos com Aang e os outros no começo. Ela insiste que pode carregar suas próprias coisas e quase sempre confunde uma simples gentileza com um ato de piedade. Mas após um encontro com Iroh, Toph percebe que Aang, Katara e Sokka se importam com ela porque são seus amigos, não por pena.

Uma das características mais óbias de Toph é seu descaso com a higiene. Ela é acostumada a deitar no chão e andar sempre descalça, o que deixa as solas de seus pés sujas, o que é bastante comum entre os dobradores de terra, já que eles precisam sempre estar em contato direto com seu próprio elemento. Toph também costuma arrotar alto, cutucar o nariz, cuspir e viver coberta de poeira, ou como ela mesma diz, "uma saudável cobertura de terra". Apesar de seus hábitos grosseiros, Toph é na verdade muito bem educada nas boas maneiras e etiquetas da alta sociedade - ela apenas simplesmente as ignora. Algumas atitudes de Toph ao longo de sua participação na série sugerem que ela goste de Sokka, como sentar-se perto dele, quando não está próxima à terra, ou sentir a falta do rapaz, não assumir e ficar corada como no episódio O Mestre de Sokka, apesar de aparentemente sentir algo parecido por Zuko, como em A Chegada do Cometa Sozin, Parte 1, tanto que ela se apressa em juntar-se a ele para procurar Aang.

Referências


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote