Torcida Organizada Império Alviverde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Torcida Organizada Império Alviverde, ou pelo acrônimo IAV, é uma torcida organizada de futebol do Coritiba Foot Ball Club.

A Império Alviverde surgiu em 2 de outubro de 1977, idealizada durante a disputa do Campeonato Paranaense.

Em 1991, a torcida rompe com a diretoria do Coritiba após discutir com Evangelino Neves, tornando-se independente. Na época, a Império Alviverde ainda não possuía sede e a venda de camisetas no valor de dez reais contribuiu para o aumento da adesão de membros. Foi a década dos “comandos gigantes”, grupos de torcedores de diversas regiões de Curitiba.

Em 2001, Luizão Stellfeld deixa a presidência da Império Alviverde. Quem assume então é Luiz Fernando Correa, o Papagaio. No mesmo ano, em um Atle-Tiba, houve a estréia de seu bandeirão, medindo 60x17m.

Em 2002, a Império lançou seu site na internet, e, em 2003, foi criado o estatuto oficial da Império. Somente após 26 anos, a mesma foi legalmente registrada.

No ano de 2004, na disputa da Copa Libertadores da América, a torcida inaugurou seu segundo bandeirão, medindo 50x12m, e renovou suas faixas (incluindo as verticais, que são esticadas do 2º ao 3º anel da curva de entrada do Couto Pereira), bandeiras e instrumentos.

Em novembro de 2006, a Império Alviverde criou o projeto Torcida Social, visando a prática de ações sociais. No mesmo ano, durante as comemorações do 29º aniversário, organizou um show com bandas no Espaço Callas, em Curitiba, proporcionando a gravação do primeiro DVD da Império Alviverde.

Em 7 de julho de 2007, após sete anos de proibição nos estádios, a Império voltou a usar bandeiras com mastros de bambu no Alto da Glória. Foi no jogo contra o CRB, com vitória do Coritiba por 2x1. Já no dia 12 de outubro de 2007, data do aniversário de 98 anos do Coritiba, a torcida estreou seu primeiro camisão. A estréia ocorreu no jogo contra o Criciúma, vencido pelo Coritiba por 1x0 perante 36 mil pessoas.

Em 31 de março de 2008, inaugurou sua loja de 600m2 em frente ao Estádio Couto Pereira. Em 2009, a Império lançou um novo site com loja virtual.

Em 2010, a diretoria do Coritiba decretou a proibição de materiais das torcidas organizadas em estádios onde o clube fosse mandante, em virtude dos tumultos causados na partida entre Coritiba e Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro do ano anterior.1 Em 4 de maio do mesmo ano, a Império Alviverde foi desalojada do espaço que ocupava no Estádio Couto Pereira, que só foi retomado mediante a Justiça. A reaproximação com os dirigentes do clube só se deu em setembro de 2012.2

Green Hell[editar | editar código-fonte]

O Green Hell é uma festa feita pela torcida do Coritiba, e principalmente a IAV. O Green Hell surgiu em 2009 em uma semi-final da Copa do Brasil contra o Internacional.

Desde a proibição de fogos de artifício nos estádios, a I.A.V inovou no Green Hell realizado no dia 11/07/12, que foi o "Green Hell Tecnológico".

Referências