Tormenta (RPG)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tormenta
Autor Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J.M. Trevisan
Editora(s) Editora Trama, Daemon Editora, Jambô Editora
Idiomas português brasileiro
Lançamento 1999 (Dragão Brasil #50)
Gênero Fantasia medieval
Sistema 3D&T, Sistema Daemon, Sistema d20
Faixa etária Inadequado para menores de 14 anos i DEJUS (Brasil)[1]
Website Pagina Oficial
 · Portal RPG

Criado por Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J. M. Trevisan, Tormenta é um cenário de fantasia para uso em jogos de RPG. Foi apresentado em numerosos livros básicos, compatíveis com numerosos sistemas de RPG. Desde 2005, o cenário é publicado pela Jambô Editora[2] .

Seus autores são conhecidos como Trio Tormenta.[3] .

A partir da edição #24 da revista Dragon Slayer, Cassaro, Saladino e Trevisan deixaram de ser editores da revista, em seu lugar entraram Guilherme Del Svaldi, Gustavo Brauner, Leonel Caldela[4] , que ficaram conhecidos como Trio Tormenta Ultimate[5]

História[editar | editar código-fonte]

Criação[editar | editar código-fonte]

Segundo Trevisan e Saladino, editores assistentes da Dragão Brasil, na iminência da edição de número 50 da revista, uma reunião editorial foi feita no apartamento do editor-chefe Marcelo Cassaro, tendo em vista um projeto para a comemoração do número 50 da publicação, algo único em uma revista nacional do gênero.

Dragão Brasil #50[editar | editar código-fonte]

Na edição comemorativa das 50 edições, uma revista extra com 80 páginas explicava o cenário de Tormenta[6] . Suas regras abrangiam os sistemas GURPS, AD&D e 3D&T, sendo este um sistema dos editores. Rapidamente, as revistas esgotaram das bancas, sendo que a procura pela revista foi tão grande que foram reportados casos em que bancas de revista vendiam a revista extra separadamente da revista original.

Novas Edições[editar | editar código-fonte]

O inesperado sucesso do cenário se refletiu nas edições seguintes da revista. Mais matérias eram feitas especificamente para o cenário. Embora diversos leitores reclamavam pelo excesso de materias sobre o mesmo, maior era a quantidade de leitores que pediam mais informações sobre ele. Em poucos meses, diversas informações novas surgiram. O grupo (que por conta do sucesso do cenário passou a ser conhecido como Trio Tormenta) se viu obrigado a lançá-lo separadamente, que também rapidamente esgotou nas bancas.

Nos anos seguintes, a quantidade de novas informações, inclusive algumas criadas pelos fãs, pediu novas edições e revisões. Houve inclusive, mudanças nos sistemas usados. GURPS fora abandonado, por conta de sua queda de popularidade, tendo em seu lugar o sistema brasileiro Daemon[7] . O foco aumentou em relação ao 3D&T. E o AD&D mudou para D&D 3º Edição, por contas da mudanças do próprio sistema. Agora a versão 3.5 do sistema é publicada pela Editora Jambô.

A Revista Tormenta[editar | editar código-fonte]

Com o passar do tempo, o cenário começou a fazer tanto sucesso que nem todas as informações que eram apresentadas na revista Dragão Brasil conseguiam cobrir a vontade dos jogadores. Foi então que o Trio Tormenta (Cassaro, Saladino, Trevisan), decidiram criar, junto á Talismã, uma revista separada, nomeada de Revista Tormenta, cujos leitores teriam todas as informações do cenário disponíveis ali. A revista fez sucesso, e teve 17 edições lançadas, até terminar. Hoje, a revista DragonSlayer faz o papel de maior revista de RPG do país, e junto consigo, também traz informações recentes do cenário.

Cenários[editar | editar código-fonte]

Esta é a lista de cenários do RPG Tormenta, publicado pela Editora Jambô.[8]

Arton[editar | editar código-fonte]

É um continente[8] .

Locais[editar | editar código-fonte]
Tapista[editar | editar código-fonte]

Tapista é um reino do mundo de Arton, do cenário de RPG Tormenta. Localizado ao noroeste do reinado, é habitado por minotauros.[9]

Deheon[editar | editar código-fonte]

Sua principal cidade é Valkaria, a cidade-capital de toda Arton.[8] .

Referências

  1. Tormenta. Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação.
  2. Talude (23/07/2005). Dragão Brasil : Dragão Brasil #113 - Tópico a Tópico. Rede RPG.
  3. Carlos Costa (02/02/2004). Entrevista: Cassaro. HQ Maniacs.
  4. DragonSlayer nº 24. Jambô Editora.
  5. Marcelo Lacerda (16/01/2011). Tormenta RPG e Valkária: Como fragmentar um sistema fragmentado. Rede RPG.
  6. Érico Borgo (31 de Março de 2003). Omelete entrevista: Marcelo Cassaro fala sobre Dungeon Crawlers. Omelete.
  7. press release (03/06/2005). RPG: Tormenta : Tormenta Daemon – Um cenário bem mais maduro. Rede RPG.
  8. a b c Jambô Editora (Data desconhecida). Tormenta RPG. Arquivado do original em 16 de Janeiro de 2013. Página visitada em 2 de Fevereiro de 2013.
  9. Tzimisce (27 de Novembro de 2010). Tormenta RPG (resenha). Página visitada em 2 de Fevereiro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Role Playing Game é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.