Tornozelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ankle en.svg

Em anatomia, chama-se tornozelo, tibio-társica à articulação entre a perna e o dos mamíferos e, em geral, de muitos vertebrados tetrápodes.

O tornozelo é uma estrutura formada pela união de três ossos: tíbia, fíbula e tálus. Sabemos também que existem inúmeras articulações e apenas três apresentam um papel importante na função biomecânica, que são: talocrural, subtalar e tibiofibular (Gould, 1993)

Estrutura[editar | editar código-fonte]

  • Articulação talocrural - formada pela extremidade inferior da tíbia e fíbula com o dorso do tálus.
  • Articulação subtalar - entre o tálus e o calcâneo.
  • Articulação tibiofibular - formada pela extremidade inferior da tíbia e da fíbula.

Partes moles[editar | editar código-fonte]

A estabilidade do tornozelo se dá através de ligamentos, que são:

  • Ligamento colateral medial: tem origem no maléolo tibial e inserção nos ossos navicular , tálus e calcâneo, são eles: tibiotalar anterior e posterior, tibiocalcâneo e tibionavicular, que juntos formam o forte ligamento deltóide.
  • Ligamento colateral lateral: tem origem no maléolo fibular e inserção nos ossos tálus e calcâneo; são eles: talofibular anterior e posterior e calcaneofibular.
  • Sindesmose tibiofibular: Tem origem na tíbia e inserção na fíbula; são eles: tibiofibular anterior e posterior e interósseos.aa

Os principais ligamentos lesados no mecanismo de inversão de uma entorse de tornozelo são: talofibuar anterior e posterior e calcaneofibular.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete tornozelo.