Total Eclipse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Total Eclipse
Eclipse Total (PT)
Eclipse de Uma Paixão (BR)
Reino Unido
1995 • cor • 111 min 
Direção Agnieszka Holland
Roteiro Christopher Hampton
Elenco Leonardo DiCaprio
David Thewlis
Romane Bohringer
Género Drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Total Eclipse (br: Eclipse de Uma Paixão[1] / pt: Eclipse Total) é um filme britânico de 1995 dirigido por Agnieszka Holland.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Com base em cartas e poemas, apresenta a história de um relacionamento entre dois poetas do século XIX (França), Paul Verlaine (David Thewlis) e Arthur Rimbaud (Leonardo DiCaprio).

Isabelle Rimbaud, irmã de Arthur Rimbaud, pede os manuscritos que restam dos poemas de Rimbaud a Paul Verlaine para que sejam queimados. Verlaine recorda a relação selvagem que manteve com Rimbaud e que teve inicio quando este era ainda adolescente que lhe enviou a suas poesia em 1871. Verlaine, fascinado, impulsivamente convida-o para a sua casa rica de seu sogro, em Paris, onde vive com sua jovem, mulher grávida. Rimbaud não mostra o mínimo do que ra considerado "boas maneiras". Verlaine é seduzido pelo jovem Rimbaud de 16 anos, pelo seu físico, pela sua originalidade e pela sua mente criativa. O estado de casado, heterossexual e de vida fácil da classe média estavam a sufocar Verlaine, que encontra em Rimbaud a rebelião e a libertação, que não o livrarão da sua auto-indulgência e do masoquismo. Inicia-se um violento relacionamento entre os dois poetas. Em Bruxelas, Verlaine, bêbado, atira e fere Rimbaud, e é condenado à prisão por sodomia e tentativa de assassinato. Na prisão, Verlaine converte-se ao cristianismo depois de ser ridicularizado pela sua antiga mulher. Após a libertação ele encontra Rimbaud na Alemanha e em vão procura reavivar a relação. Mas renegando a literatura, Rimbaud viaja pelo mundo sozinho, acabando por ficar em Abissínia (antiga Etiópia), onde arranja uma amante. Um ferimento e consequente tumor no joelho direito obriga-o a voltar a França onde a sua perna será amputada. No entanto, as metastases do cancro espalham-se pelo corpo e ele acaba por morrer aos 37 anos. A irmã de Rimbaud afirma que seu irmão aceitou confessar-se a um padre antes de morrer onde mostrou arrependimento pela sua literatura "imoral" e, por isso, exige a destruição dos manuscritos em poder de Varlaine. Verlaine finge concordar e enviar em seguida as poesias e, bebendo absinto no qual se tornou viciado, tem uma visão de Rimbaud declarando seu amor eterno por ele.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cinema com rapadura. Eclipse de Uma Paixão. Página visitada em 17 de novembro de 2008.
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.