Touraine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Touraine
Mapa mostrando a antiga província de Touraine, com as atuais comunas francesas
Bandeira de Touraine
Castelo de Candé, um dos inúmeros castelos da região

Touraine foi uma antiga província da França cuja capital era a cidade de Tours. Durante a reorganização política do território francês em 1790, a província de Touraine foi dividida entre os departamentos de Indre-et-Loire, Loir-et-Cher e Indre.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A antiga Touraine é cortada pelo rio Loire e seus afluentes Cher, Indre e Vienne.

História[editar | editar código-fonte]

O nome "Touraine" é proveniente de uma tribo Celta chamada Turones, que habitava a região no início da era cristã.

Conhecida como "O Jardim da França", Touraine era o retiro dos reis no fim da Idade Média e Renascença.

Em 1044, o controle de Touraine foi dado aos angevinos, que se tornaram reis da Inglaterra em 1154 (inicialmente com Henrique II de Inglaterra), sendo o castelo de Chinon a maior fortaleza desses reis.

Em 1205, Filipe II de França reinou sobre a Touraine. Foi então que Touraine foi transformada em ducado real.

Em 1429, Joana d'Arc teve um encontro histórico em Chinon com o futuro Carlos VII de França.

O ducado real transformou-se em província em 1584, que foi, por sua vez, dividida em departamentos em 1790.

Turismo[editar | editar código-fonte]

A histórica região de Touraine é famosa por seus vários castelos, tais como o Amboise, o Azay-le-Rideau, o Chaumont, o Chenonceaux, o Chinon, o Langeais, o Loches, o Villandry e o Blois. A região também tem a fama de ser o local onde se fala o francês mais puro e sem sotaque.[1]

Referências

  1. ARDAGH, J. e JONES, C. Grandes impérios e civilizações: França, uma civilização essencial. Volume 2. Tradução de VIDELEC, S. L. Madri. Edições del Prado. 1997. p. 175.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.