Toy camera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Holga 120 S.

Toy cameras são câmeras simples e baratas, feitas em sua maioria apenas de plástico, por vezes até suas lentes. O termo pode confundir, visto que não se tratam apenas de brinquedos e são capazes de tirar fotografias. Muitas foram feitas para serem oferecidas de brinde ou prêmios. A Diana, uma câmera barata produzida em Hong Kong durante as décadas de 1960 e 1970, é a câmera mais tipicamente associada ao termo, mas outra câmeras, como a LOMO LC-A, Lubitel e a Holga, originalmente pensadas para serem câmeras de consumo de massa, foram também identificadas com o termo.

Muitos fotógrafos profissionais já usaram as toy cameras e seus estranhos efeitos óticos para tirarem fotografias vencedoras de prêmios. Existe no Brasil um movimento que vem crescendo de entusiastas dessas câmeras.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Fotografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.