Trânsito intestinal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Trânsito intestinal é o termo que designa a passagem dos alimentos durante a digestão ao longo do tubo digestivo, em particular no intestino. Este pode encontrar-se alterado em diversas patologias, ou ser modificado pelo stress, medicamentos ou pela dieta.

A presença de trânsito intestinal normalmente é pesquisada durante o exame físico com a utilização do estetoscópio para detectar os sons intestinais, que indicam a presença de peristaltismo e movimento normais.

Este movimento pode ser utilizado para obter imagens radiológicas dos contornos intestinais, e ver o fluxo ao longo do intestino. Para a reaização deste exame, o paciente ingere sulfato de bário suspenso em água, que por ser muito pouco solúvel não é absorvido, e submete-se a várias sessões periódicas de raio-X com intervalos de 30 minutos ou 1 hora, geralmente, que tornam possível ver como a suspensão segue ao longo do intestino e se há anomalias no trajeto, uma vez que a solução funciona como contraste.

É um exame feito no diagnóstico da Doença de Crohn por exemplo.

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.