Três Marias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
As Três Marias.
Por Fra Angelico, no mosteiro dominicano de São Marcos, em Florença.

Três Marias é o nome como são conhecidas as três mulheres de nome Maria que, de acordo com a interpretação tradicional dos quatro evangelhos canônicos, foram até o túmulo de Jesus acompanhando a mãe dele, Maria. Na tradição da Igreja Ortodoxa, elas estão incluídas num grupo maior conhecido como "Portadores da mirra". Todos os quatro evangelhos mencionam as mulheres indo até o túmulo, mas apenas Marcos 16:1 identifica as três. Neste versículo, elas são:

Narrativa bíblica[editar | editar código-fonte]

Os trechos sobre a visita ao túmulo em cada um dos evangelhos são:

  • João 20:1, que cita apenas que "Maria Madalena", que estaria sozinha.
  • Mateus 28:1 diz que "Maria Madalena" e a "a outra Maria" foram até lá.
  • Lucas 23:49 fala de "mulheres que o tinham seguido desde a Galileia" e supostamente são elas as citadas em Lucas 24:1.
  • Marcos 16:1 indica que "Maria Madalena", "Maria, mãe de Tiago" e "Salomé" foram até o túmulo para ungir Jesus[1] .

Na arte[editar | editar código-fonte]

As Três Marias.
Ícone russo do século XVIII.

As Três Marias já foram representadas em inúmeras obras de arte e na literatura, além de serem homenageadas em diversos topônimos e até mesmo numa constelação. Especialmente, a Igreja Ortodoxa as celebra e são inúmeros os ícones que as representam, inclusive em representações que não estão relacionadas à visita ao túmulo de Jesus.

A mais antiga obra conhecida sobre as Três Marias foi descoberta numa capela na antiga cidade de Dura Europos, às margens do Eufrates, e foi pintada antes da destruição da cidade, em 256 d.C.

Ciência[editar | editar código-fonte]

O asterismo das Três Marias, conhecida em muitos países como "Três Reis" (em homenagem aos Três Reis Magos) ou como "Cinturão de Órion" (por fazer parte da constelação de Órion).

R. Pascal teoriza que as Três Marias possam ser versões cristianizadas das Matres e Matrones.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Três Marias no túmulo de Jesus

Referências

  1. "Three Marys", Lenten Meditations, Mary Institute, University of Dayton
  2. R. Pascal observou de fontes pagãs de peças litúrgicas cristãs ("On the origins of the liturgical drama of the Middle Ages" The Modern Language Review, 36.3 [July 1941:369-387] p. 372) que "as três Marias são uma forma cristianizada das deidades céltico-germânicas, as mães (matres, matrones) de cujos cultos centenas de inscrições renenses testificam"; ele oferece como uma referência avançada R. Stumpfl, Kultspiele der Germanen als Ursprung des mittelalterlichen Dramas (Berlin, 1936:215ff).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]