Trabiju

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Trabiju
Bandeira de Trabiju
Brasão de Trabiju
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 27 de dezembro
Fundação 22 de junho de 1934
Gentílico trabijuense
Prefeito(a) Fabricio Donizetti Vanzelli (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Trabiju
Localização de Trabiju em São Paulo
Trabiju está localizado em: Brasil
Trabiju
Localização de Trabiju no Brasil
22° 02' 31" S 48° 20' 09" O22° 02' 31" S 48° 20' 09" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Araraquara IBGE/2008[1]
Microrregião Araraquara IBGE/2008[1]
Distância até a capital 260 km
Características geográficas
Área 63,378 km² [2]
População 1 544 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 24,36 hab./km²
Altitude 548 m
Clima subtropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,755 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 19 443,513 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 902,13 IBGE/2008[5]
Página oficial

Trabiju é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 22º02'30" sul e a uma longitude 48º20'08" oeste, estando a uma altitude de 548 metros. Sua população estimada em 2004 era de 1.445 habitantes. Município criado em 27 de dezembro de 1995.

História[editar | editar código-fonte]

No início do século, a implantação da Estrada de Ferro Douradense, no centro do Estado de São Paulo, atrai trabalhadores de todos os cantos do Brasil e, principalmente, imigrantes estrangeiros em busca de oportunidades.

Com a estrada de ferro, casas são construídas e a atividade comercial passa a se desenvolver em função dos trabalhadores que ali se instalam.

O nome de Trabiju tem três versões. Uma delas derivada do tupi-guarany que significa monte guia. O outro diz respeito à vinda para esta região de uma família de fazendeiros, que gostava muito do local e o chamou de très bijou, que significa muito bonito. Mas a versão mais correta quem a trouxe foi Ciro Rezende, dono da Estrada de Ferro Douradense. Ele precisava encontrar um lugar para fazer um grande pátio de manobras e um centro de armazéns. Escolheu o local, que fazia parte da Fazenda Três Barras, de propriedade de Generoso Braga e Família. Como fez sua fortuna na Fazenda Trabiju, no Vale do Paraíba, que existe até hoje, resolveu colocar o nome de Trabiju para que lhe desse tanta sorte quanto teve em Pindamonhangaba.

Impulsionada pela estrada de ferro a vila prosperava. transformando-se, em 22 de junho de 1934, pelo Decreto nº 6.509, em distrito do Município de Boa Esperança, hoje Boa Esperança do Sul.

Esse período de expansão, entretanto, foi brecado na década de 60, quando os ramais ferroviários foram desativados. O abandono da ferrovia acarretou a estagnação da economia de todos as localidades que se desenvolveram em função dela, inclusive, de Trabiju.

Mas havia uma saída para Trabiju voltar a crescer: a emancipação. E, durante anos, a população se mobilizou em torno dessa causa, tendo a frente um grupo politico que contou com o apoio de famílias tradicionais de Trabiju - Fonseca, Morales, Braga, Róis, Paziní e Souza.

Depois do plebiscito vitorioso e da promulgação da lei que criou o município de Trabiju, foram realizadas a primeira eleição no Município.

Com um pouco mais de um ano de administração própria Trabiju já experimentava uma significativa melhoria em sua qualidade de vida: a educação foi municipalizada e a informática já faz parte da rotina dos estudantes; a infraestrutura urbana ganhou impulso e o setor da saúde foi reformulado para melhor atender à população.

Em 17 anos de Emancipação o município de Trabiju (SP) possui o maior índice de desenvolvimento social do país, segundo o Indicador Social de Desenvolvimento dos Municípios (ISDM), lançado em 04/12/2012 pelo Centro de Microeconomia Aplicada da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP). O município de 1.544 habitantes, que fica na região de Araraquara, apresentou ISDM de 6,28 em uma escala de varia de 0 a 10.

Os primeiros representantes eleitos em 1996 (mandato de 1997/2000)

Representantes do Executivo eleitos em 2000 (mandato 2001/2004)

Representantes do Executivo eleitos em 2004 (mandato 2005/2008)

Representantes do Executivo eleitos em 2008 (mandato 2009/2012)

Representantes do Executivo eleitos em 2012 (mandato 2013/2016)

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 63,378 km², o que corresponde a uma densidade populacional de 16,8 hab/km², em dados de 2004.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

A Paróquia Sant'Ana e São Benedito pertence à Diocese de São Carlos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

6. http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2012/12/fgv-concede-titulo-de-campeao-de-qualidade-de-vida-para-trabiju-sp.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]